CAMPANHA – “Queremos ver UM ESTRANHO NO LAGO no Cine Jardins”


Cata a história:

“Em pleno verão, um lago é usado como praia nudista por vários homens homossexuais. Eles sentem-se à vontade no local e usam o bosque ao lado do lago para ter relações sexuais. Um dos frequentadores mais assíduos é Franck (Pierre Deladonchamps), que um dia faz amizade com Henri (Patrick d’Assumção), um homem solitário que vai ao lago em busca de paz, sem ter qualquer interesse em outros homens. Com o desenrolar dos dias e as conversas constantes, eles se tornam amigos. Só que Franck se apaixona por Michel (Christophe Paou), um novato no lago, sem saber que ele é uma pessoa perigosa.”

Essa é a sinopse do filme “Um Estranho no Lago”, filme francês dirigido por Alain Guiraudie e SIM, nós queremos muito ver ele nas telonas e no escurinho do cinema. Por isso, estamos organizando um movimento para pedir/implorar/obrigar que esse filme venha a Vitorinha, que, como sabemos, tem pouquíssimos espaços para exibição de filmes e menos ainda com essa delícia de temática. Ou seja, é entretenimento, mas também é político!!!

Assista ao trailer:

Quer participar e apoiar essa campanha do bem? É pelo Facebook, é só clicar aqui e participar!

Participe da Campanha #JeanWyllysmerepresenta


Gente, tá rolando uma campanha super bacana numa página famosa do Facebook: Cartazes e Tirinhas LGBT (clique AQUI para entrar).

Eles estão juntando um montão de fotos com LGBT’s e simpatizantes segurando um cartaz com a hashtag #JeanWyllysmerepresenta, vão enviar para o próprio e mostrar que apesar dele estar desamparado no congresso, não está sozinho. ❤

Então vamos dar uma forcinha e participar? Sua foto será postada na página e quem sabe em meio aos mais de 50 mil seguidores você não encontra o seu amor?

Eu já fiz a minha, cata:

1383841_602295123127278_816503611_n

Clique para ampliar

Curtiu? Quer mandar também?

Então retoque o henê da raíz, passe uma maquiagem nessa cara e tire uma fotinha com a hashtag escrita à mão, igual eu fiz acima.

Envie para leonardalisboa@hotmail.com e arrase sendo política nas redes sociais!

tumblr_mdnatkYBGZ1rnwa8uo1_250

CALABOK Gillette


tumblr_leggekOf3I1qz8tj3

Ai que NO-JO que eu estou sentindo dessa propaganda anti-ursina. O tema é “como será que as mulheres te vêem quando você não faz a barba”.

Cata o resultado:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=VCfYzDANC4E]

Tá, a caricatura de ursinho do começo é uma gracinha. Mas cacto, abacaxi e ralador? Onde isso? Só vejo boy magia sedutor!

Humpf, não ouçam esses publicitários, muito menos essas rachas frescas que não sabem nada de homem. Deixem crescer!

Eu e a maioria das bee’s amamos barbas. E sei que toda passiva quando vê um boy com barba por fazer, só consegue pensar NISSO:

cunete

Ai, que confusão!


Chega a segunda-feira, e a gente já sente aquela depressão só de pensar que vai ter que pegar o Transcol lotado, néam? Mas e se esse Transcol estivesse lotado apenas de boys magia? Como você se sentiria?

A Chevrolet fez um teste para provar que cabem 11 pessoas no novo carro, cata:

Fiquei nervosa assistindo o vídeo, ao mesmo tempo que me sentia claustrofóbica, me sentia excitadãm… Enfim, já sabemos que no Chevrolet Bond cabem 11 boys, mas e na xoxota?

CNTE lança a campanha “Educação sem homofobia”


A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), sob demanda pautada pelo Coletivo Estadual de Diversidade Sexual (SINDIUPES), preparou para maio, mês da grande Marcha Contra Homofobia, um jornal mural especial com dados específicos sobre a causa LGBT no Brasil. Clique aqui para ler

O material traz informações sobre o Dia Internacional Contra a Homofobia (17 de Maio), a organização da III Marcha Contra a Homofobia (16 de Maio), a PLC 122 (projeto de lei que criminaliza a homofobia no Brasil), Brasil e Políticas Públicas, além das estatísticas.

Rio Urgente: Contra o Bullying nas escolas


Não é de hoje que a família Bolsonaro se mostra homofóbica e portanto contrária aos direitos da comunidade LGBT. Carlos Bolsonaro, o filho machão de Bolsonaro, é vereador na cidade do Rio de Janeiro e quer aprovar um projeto de lei que proíbe a distribuição de qualquer material contra a homofobia ou que fale sobre diversidade sexual nas escolas do Rio.

O infeliz projeto além de não contribuir em NADA para nossa causa, piora a situação de centenas de estudantes homossexuais que sofrem com o bullying e a violência todos os dias nas escolas, estigmatizando ainda mais o tema e aumentando a intolerância.

Porém com o advento da tecnologia, NÓS podemos ser ouvidos! O projeto em questão terá nova votação hoje, às 15 hs. Assine a petição dizendo aos vereadores e vereadoras da Câmara do Rio de Janeiro que votem CONTRA este projeto de lei absurdo.

14.915 pessoas já se manifestaram contra este projeto, cada assinatura faz diferença. Membros da All Out, junto com o grupo das Mães pela Igualdade, em parceria com @s colegas do Meu Rio, entregarão as assinaturas amanhã diretamente na Câmara dos Vereadores.

Georgina Martins, uma Mãe pela Igualdade nos disse que “ como mãe e como professora, penso que este projeto de lei ridículo e preconceituoso só vai aumentar a violência nas escolas. Meu filho sofreu muito  – e eu não desejo que nenhuma outra criança ou jovem passe por isso. Por isso, eu vou lutar muito contra este projeto!”

O tempo está passando: a segunda votação deste projeto vai acontecer HOJE às 15hs. Assine AGORA a petição: CLIQUE AQUI

Samba contra o preconceito


O Rio de Janeiro, apesar do veto da campanha contra as DST’s no Carnaval, está apostando todas as fichas no slogan “Rio contra a Homofobia”. São palestras, outdoors e, como já era de se esperar da terra do samba, uma música toda fofinha da cantora Suellen Luz, cata:

(A qualidade do som não está das melhores, mas vale a pena ouvir)

Gracinha, né? Dá muita vontade de sambar só de shortinho na frente de algum bar da Lapa. Já vou colocar no próximo churrasco que tiver no fundo do quintal daqui de casa.

GO RIO!

Dica do Renan

Conscientização no Rio de Janeiro


Olha que fofura a nova campanha do Rio para o Carnaval 2012:

Verdade, SUS, quebração de louça rola MUITO!

Mas num dá nada, o máximo que essas duas vão fazer é ir pro motel beber Martini, falar mal de homem e fazer trança no cabelo uma de outra.

UPDATE: Sou obrigada a comentar dessa de branco, né? Posso colocar um gif que representa como ela está se sentindo fazendo parte de uma propaganda pro governo?

Famosa em todos os pontos de ônibus da Tijuca, garáleo

Via Liberdad

UPDATE 2: E tem mais uma foto!

O Rio tá arrasando demais, néam?!

Campanha carioca contra o preconceito se espalha pelo Brasil


Na última vez que fui ao Rio observei que em várias partes da Lapa, Ipanema e Copacabana havia banners enormes com a frase “Olhe e veja além do preconceito. Respeite as diferenças”. Por onde passava e via aquilo, comentava, deslumbrado com a atitude nobre do Governo do Rio.

Mas hoje descobri que o Governo Federal acatou a ideia e estendeu a campanha à cidade de São Paulo (que até então só fazia a divulgação via internet), e que a ideia é abranger as principais metrópoles brasileiras.

Os cartazes já são velhos conhecidos das cabixabas que sempre vão ao Rio, mas pra quem não viu, dá uma olhada:

É o que eu digo pras minhas amigays: Se o preconceito é a aversão ao diferente, ao incomum, basta as pessoas se habituarem com essa “nova normalidade” que no final tudo fica bem.

O brasileiro não se acostumou a ver violência, nudez e erotismo na TV nos últimos 20 anos? Então, se acostumar com uma gay de salto alto e calça verde é o de menos.

Sambando na cara da homofobia!

Absolutamente frindly


A marca de vodka mais popular do mundo, a Absolut, lançou na Europa uma série limitada sem rótulos, apenas com uma etiqueta removível, chamando a atenção para a questão da diversidade. A proposta é que o que o mundo olhe para “o que está dentro” sem rótulos ou julgamentos sobre a identidade sexual. Do blog da campanha:

Há muitos rótulos associados com a comunidade LGBT e com esta iniciativa, queremos nos pronuniciar a respeito deles. Lançamo-nos nus com uma garrafa sem rótulo e sem logotipo, a idéia do manifesto é que não importa o que está do lado de fora, é o interior que realmente importa. Com esse incentivo, convidamos você a participar em futuras discussões sobre rótulos e preconceito.

É, foi traduzido do truque no Google tradutor. Achei muito legal da parte da marca não ficar apenas num ativismo mais descontextualizado e ter feito toda uma campanha-manifesto sobre a questão. Se o objetivo era ganhar simpatia do público LGBT, a minha eles conseguiram.

No site ainda tem um software para que se coloque um arco-írizinho nas suas fotos do Facebook em apoio a campanha.

Vi no Objetos de Desejo.

Dia 11 de outubro, dia de sair do armário


A campanha está sendo promovida pelo site Parou Tudo e ganha cada vez mais adeptos na rede. Do site:

Todo dia é dia se se viver como somos, mas 11 de outubro no Brasil passará a ser um dia especial quando o assunto for viver longe da mentira e da omissão no que diz respeito à homossexualidade, à bissexualidade e à identidade de gênero. O Estruturação – Grupo LGBT de Brasília, a partir deste ano, passará a comemorar o 11 de outubro, Dia de Sair do Armário.

O objetivo é envolver lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros e heterossexuais na construção de uma realidade em que a diversidade de orientação sexual e a identidade de gênero possam ser vividas de forma livre e respeitosa. Algo que passa, necessariamente, pelo bem-estar individual de se colocar na sociedade como LGBT sendo-se verdadeiramente quem se é. Não acreditamos em um conceito de integridade psicológica, base para uma vida plena como cidadão/ã e ser humano, no qual uma pessoa precise mentir, omitir ou dissimular sua orientação sexual e sua identidade de gênero para poder estar em sociedade.

A iniciativa é feita para trazer ao Brasil o movimento sobre o tema que é feito desde 1988, quando, nos EUA, começou-se a celebrar o National Coming Out Day, em 11 de outubro. A proposta não é determinar um dia para se sair do armário, mas sim levantar o debate sobre a importância de se assumir e se ser publicamente quem se é internamente.

A campanha contará com uma programação de debates e um concurso fotográfico com premiação em dinheiro. Saiba mais aqui. Por coincidencia será bem no dia da nossa Parada daqui. Reflitamos.

A campanha dos nós brancos


Por falar em casamento, começa no mundo todo uma campanha em prol da igualdade do casamento. Para essa campanha foi eleito o nó branco como simbolo dessa campanha. No site Whiteknot.org, que divulga a campanha, há fotos e vídeos de várias celebridades do mundo todo que apoiam a campanha e usam uma fitinha com o nó branco afixado a roupa, entre eles a atriz Anne Hathaway e Drew Barrymore e o músico Dave Grohl, do Foo Fighters. Além disso, a grife Levi’s, em maio, colocou o laços brancos nos manequins de suas principais vitrines de Nova York, Los Angeles, Chicago e São Francisco, cerca de 20 lojas, e orientaram seus funcionários sobre o movimento e sua importância.

O lema da campanha é “Todos devem ter o direito de amarrar o nó”, para isso dizem que o “Lenço branco é o símbolo do casamento de igualdade. Use-o todos os dias para mostrar o seu apoio e para criar conversa. Use-o para contar a alguém, hoje, que a igualdade de direitos para todos são importantes. Compartilhe o Lenço Branco e espalhar a palavra que todos os casais que se amam merecem os mesmos direitos legais, benefícios e respeito que se confere a um casamento civil”.

Já vou comprar meu lencinho para sair me manifestando por aí, em especial na Parada de Cariacica, que tá chegando, né?!

A dica foi da Naiady via e-mail.