07 leituras sobre o caso “Veja” e as cabras


“Adoro espinafre!”

Essa semana a revista Veja finalmente abriu um alçapão e dirigiu-se ainda mais fundo no poço em que há anos está afundada. Não é de hoje que ela vomita imbecilidade e ignorância direitista na cara da sociedade brasileira, travestindo-se de uma moral que ela não tem.

Quem tem facebook e segue pessoas minimamente informadas deve ter recebido trecho do artigo do colunista J. R. Guzzo, baixo, até para os padrões da Veja. Cata:

 O artigo completo está aqui para que tirem suas próprias conclusões.

“Toma, Veja!”

A questão da vez é que lapso tempo-espacial houve, que chegamos ao ponto de uma publicação que se diz “séria” poder afirmar tamanhos impropérios claramente homofóbicos e idiotas – desculpa, é idiota sim -, como comparar “não gostar” de bicha, a não gostar de espinafre, ou ainda associar o direito ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, a casamento entre pessoas e animais.

A revista tem responsabilidade jurídica e financeira e tem consciência da postura política que seus leitores tem, pois sabe que não haverão protestos do tipo cancelamentos em massa de assinaturas e que os anunciantes continuarão mantendo seu faturamento. Ou não?! Ou seja, o problema é infinitamente maior que o artigo em si. O problema é o que o mantém impresso naquelas páginas!

Em protesto ao texto algumas pessoas – EU! – trocaram a foto do perfil por foto de uma cabra.

Muita gente foda indignada com a Veja, como nós ficamos, escreveram sobre o assunto. Em vez de replicar tudo, nós separamos os melhores e vamos botar os links aqui, para que vocês se informem, criem suas próprias opiniões sobre o tema e tomem as atitudes que melhor lhes convier.

Sete bons textos para ler sobre o assunto:

1. “Veja que lixo!”, por Jean Wyllys.

2. “Não é só homofobia: 10 erros do texto ‘Parada gay, cabra e espinafre’ publicado na Veja”, por Manu Barem.

3. “Artigo na Veja sobre gays, espinafre e cabras me deixou cabreira”, por Lola Aronovich.

4. “Veja? Pense! uma crítica sobre o artigo preconceituoso publicado na revista Veja”, por Besha Má.

5. “A falácia da falsa discriminação”, por Carlos Orsi.

6. “A @veja não entende nem de panelas, que dirá paneleiros”, por Carlos Cardoso.

7. “A Essência do preconceito 2 – a missão”, por Madrasta Má do Texto Ruim.

E ainda tem o tumblr “Cabras para casar“! rs.