Inversão de valores ou fogo no koo?


Fotos-de-homens-bonitos-151Vejam que curioso, desde o início dos anos 2000 os homens gays começaram a se interessar pela cultura de culto ao corpo, à malhação e aderiram ao hábito de depilar o corpo a fim de deixar mais aparente os traços dos músculos.

Por esse motivo, desde então a depilação masculina se manteve ligada à homossexualidade, e à ideia de que homem que se depilasse não era “macho”.

Pois bem, recentemente a Gilette lançou uma campanha no youtube e no Facebook chamada “Quero ver raspar”, um trocadilho com o refrão da “música” Gangnam Style. Sim, aquela batida insuportável que não pára de tocar em toda festa hétero (porque se tocar isso em boate gay as beeshas quebram a taça de Chandão na mão e jogam os cacos de vidro no Dj)

O vídeo foi retirado do youtube, mas a campanha continua no Facebook, cata:

gillette

A campanha logicamente deixou o patriarcado se mordendo de ódio: “Como assim a mídia querer dizer como eu, o macho dominante, devo aparentar para pegar mulé?”

Rolou inclusive processo no Conar contra a Gillette. Dezenas de homens dizendo que pelos são símbolo de virilidade, que homem depilado não é homem de verdade.

Quero ver falar isso pro rapaz abaixo:

download

Sobre isso, e antes de dizer o que eu penso, vamos ler um texto delicioso postado na página Machismo Nosso de Cada Dia (um pouco de cultura não vai te matar não, garáleo!):

“Ao primeiro sinal de imposição estética os caras já estão surtando, era de se esperar que olhassem para a situação das mulheres e conseguissem, enfim, ter alguma dimensão do que é ter seu corpo controlado e avaliado diariamente. Nos últimos anos a indústria da beleza tem avançado para deixar a outra metade do mundo complexada e, ainda que as mulheres sejam os principais alvos, essa campanha é pioneira em perseguir tão abertamente o corpo masculino.

Acho errado? Sem dúvidas, é sempre uma violência impor um modelo único de beleza, em qualquer circunstância. Mas me choca perceber que os mesmos caras que reclamaram da Gilette fazem questão de mulheres totalmente depiladas e ainda usam os argumentos escrotos sobre “higiene” (oi, vocês são imundos porque têm pelos?) ou reforçam que as mulheres devem permanecer reféns de um modelo de feminilidade asséptico.

Agora somos obrigadas a assistir a legítima defesa deles sobre o próprio corpo enquanto cagam pra luta feminista e querem mais é que as mulheres sejam obrigadas a se depilar, se maquiar, emagrecer e essa porra toda, em função da preferência deles.

Sério, galera? Mesmo sentindo na pele como é ter seu corpo ridicularizado e ser coagido a padronizá-lo, não rolou um paralelo? Uma mínima empatia? Será que eles conseguem imaginar o que é ser bombardeada por mensagens agressivas que escracham seu corpo diariamente, em TODOS os lugares?

E ainda vi várias mulheres defendendo os homens peludos, dizendo que gostam deles assim, mas ai delas se não comparecerem à tortura semanal de depilação. Ou mesmo as que curtem depilados, deixam claro que é uma escolha deles, “até gosto lisinho, mas não faço questão”, a autonomia dos caras sobre o próprio corpo permanece intocável, não se discute, a palavra final é deles – se não gostou, foda-se. Enquanto isso a gente fica aqui sentada, vendo a pop up de emagrecimento, o comercial da Veet, a campanha da Marisa, o cara do lado dizendo que mulher tem que ser vaidosa, a dyke com pelo na perna sendo xingada no ônibus.”
Texto de Cely Couto

homem-mais-peludo-do-mundoEu vou mais além, já observaram a inversão de valores que estamos presenciando? Se ontem depilação estava ligada à homossexualidade e ao halterofilismo, hoje os gays remam contra a maré e a cada dia se observa mais homens assumindo os pelos e a barba.

E juntamente com esses gays, as mulheres heterossexuais iniciam aos poucos também uma inversão dos valores exigindo que os homens agora passem a se depilar. Por mais que ainda seja lamentável a pressão estética quanto à depilação feminina.

1268661431__homem51223Resta saber uma coisa: Seja no caso dos héteros ou no nosso caso, essa inversão tem a intenção de democratizar os padrões de beleza da modernidade, ou no final das contas nós estamos fazendo a mesma coisa que fizemos antes, apenas sob um enfoque diferente?

Estariam os gays mais à frente ao aceitarem agora também o padrão bear de beleza, e os héteros mais atrasados cometendo o erro que cometemos lá no início dos anos 2000?

Afinal, eles começaram depois de nós a exigir dos homens um corpo sarado, antes disso homem em academia era invariavelmente viado, porque “viado que liga pra corpo, mulher gosta é de dinheiro”.

O que vocês acham?

CALABOK Gillette


tumblr_leggekOf3I1qz8tj3

Ai que NO-JO que eu estou sentindo dessa propaganda anti-ursina. O tema é “como será que as mulheres te vêem quando você não faz a barba”.

Cata o resultado:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=VCfYzDANC4E]

Tá, a caricatura de ursinho do começo é uma gracinha. Mas cacto, abacaxi e ralador? Onde isso? Só vejo boy magia sedutor!

Humpf, não ouçam esses publicitários, muito menos essas rachas frescas que não sabem nada de homem. Deixem crescer!

Eu e a maioria das bee’s amamos barbas. E sei que toda passiva quando vê um boy com barba por fazer, só consegue pensar NISSO:

cunete

Barbas, barbas…


Aceita?

Vitorinha vive o surto de beeshas barbadas. Meu cu, eu adoro e quero mais é que todo mundo fique com o rosto peludo mesmo. Se você é uma guei vivida e esperta, sabe que um boy barbado leva o cunete a novos níveis inimagináveis.

O problema é que você vê aquele suposto cafuçú todo barbudinho  e na hora que você chega aquele dá aquela grito agudo (“inhaí?! tá boããmmm…”) que deixa Mariah Carey xatiada de tanto recalque. Já sabem, né? Passiva com passiva só dá risada. Enfim, é a vi(a)da.

Já que é moda, o Babado Certo publica agora um guia de estilo para os barbados, que nós chupamos lindamente do Treta. O quesito aqui é a confiabilidade que os diferentes tipos de barbas passam. Aqüenda:

Clique sobre a imagem pra ver ampliado.

E aí que tal dar um tapinha no visual?

“Hmmmmmmm, gostei”

Festa erótica para ursos gays em sauna capixaba


Não conte com um desses por lá. Imagem meramente ilustrativa (ou ilustrapassiva?).

Ursinhos capixabas carentes e que estão afim de um tchu, de um tcha, de um tchutsha tchutchutcha… desculpe, foi horrível essa. Então, vai ter uma festa para vocês se amarem entre o calor e a fumaça úmida de uma sauna. Que tal?
Cata o release que recebemos:

Clube dos Ursos – machos peludos gordos e maduros
sem roupa e sem vergonha

Dia 03 de Setembro – 18h00 às 22h00
Thermas LOFT
Parque Moscoso Centro de Vitória

(…) O Bears Loft Day é um dia exclusivo para encontro de machos peludos (Ursos), Gordinhos (Chubbies), maduros grisalhos (Daddies) e seus admiradores (Chasers), ou seja, uma festa para quem é ou curte deste biotipo!
Local discreto, seguro, sem nenhuma identificação e com fácil acesso e segurança.
Festa fechada, privativa e exclusiva. Desconto especial com nome na lista.
Sauna seca e a vapor. Armários individuais com chave, chinelos e toalhas. Banheiros com duchas e toiletes. Sala de vídeo e canines Individuais.
Tudo muito limpo, higiênico e agradável. Bar com bebidas, petiscos, música e filmes eróticos.
Peludos e gordinhos de todos os tipos e idades são bem-vindos.
Venha fazer novas amizades, pegar uma ótima sauna, tomar cerveja e se divertir à vontade na sauna mais simpática da cidade.
A Thermas Loft vai abrir única e exclusivamente para os ursos neste dia. Conheça o local no http://www.thermasloft.com.br

Esperamos vocês!

UHUL! Vou me esbaldar.

Olha, não sei como eles farão pra julgar quem é e quem não é urso. Mas enfim, #ficaadica. Informações adicionais procurem no site da empresa.

Fica imaginando a quantidade de pelo que vão tirar do lugar quando forem limpar, vai dar pra construir um outro ursinho só com o material. ALOKA!

WOOF! Ursos capixabas uni-vos!


Uma vez, um amigo me perguntou onde se encontravam os ursos capixabas. Pesquisei com outros amigos ursinhos e  ninguém sabia. Na hora, eu concluí que há tão pouco gay no Espírito Santo, que nem fazia muito sentido subdividi-los.

Se você não sabe,  em outros estados do país, os ursos se organizam em  grupos para promoverem festas, eventos, encontros, pegações etc. Tem lugares que são exclusivos para eles e para seus amantes, como bares e boates.

Acontece que as coisas estão mudando por aqui e parece que as guei ursas estão se organizando. Há alguns anos elas se pegavam por uma rede social (sexual?) de pegação, a ursos.com.br. Atualmente, quem tem feito as vezes de aglutinador da ursarada é o facebook.  São dois grupos (aqui e aqui) e dois perfis (este e este) com essa finalidade.

Mas aí você fala: “Mas, Dé, eu não sou urso!”. Posso falar? É muito difícil um homem adulto não ser urso. Se você é gordinho, você é urso; se você tem pelos no peito, você é urso; se você usa barba, você é urso. Ursos vão ao encontro àquele esteriótipo do dito “homem de verdade”. Me acusaram de não ser urso, já que não tenho pelo algum no corpo e ter uma barriguinha modesta – cê jura! -, só ter mesmo uma barba – e rala ainda por cima. Mas eu amo urso e os ursos são carinhos (cantemos!) e se você curtir seu jeitinho, você é abraçado pela comuneedadjee!

A comunidade ursina quer te abraçar

Recentemente os ursos capixabas tem organizado alguns encontros, como no piquenique de todas as cores e também, saída para bares. A última foi no início deste mês, no bar do Gringo, em Itapuã, Vila Velha. Contam que foi divertido e “movimentado” e que em breve farão outros encontros.

Ah, e se você for maior de idade – olha lá, hein? – e curtir o gênero, ou seja, um homem que enche uma cama, sua boca de cabelo e seu coração de amor,   tem um tumblr ótimo com ursos, cubs e chubs, este aqui. Tem fotos, gifs, vídeos e outras safadezas cheias de pelos, gordura e músculos. Ah, e tem este aqui, cheio de deliciosos homens barbados.

Eu diante do monitor:

Sobre meu fetiche por homens másculos


jack_radcliffeAi, gente, se há uma coisa que me excita é homem másculo. Ai, adoro homem grande, forte e com barba! Pêlos também, pode ter pêlos (ainda contra essa reforma ortográfica uó!).

Quem sofre com isso é meu namorado. Ele não gosta e por trabalhar na área da saúde não pode ter barba. Mas eu amo barba! Quando pode, ele deixa crescer, é tu-do! Ele esfrega em mim, eu passo a mão… Ai, só de pensar fico de pau duro! E se tem uma coisa que é boa de homens de barba é… han… é… Cunete (ai, bee, não conheço palavra melhor, acho essa horrível, vocês sabem alguma?), que é quando seu bofe lambe seu edí, gatam! Ai, é mara! Os pêlos da barba roçando… Ai, melhor parar.