“SENAS” da noite capixaba #20


Foi um blogayro gay capixaba que viu e me contou. Ele estava num badalado bar de Vitorinha (não gay). As mesas desse bar são muito próximas umas as outras, a tal ponto que uma pessoa fica praticamente sentada com um desconhecido. Acontece que havia por lá uma mesa com três bichinhas beeeeeeem femininas, senhorinhas praticamente. A uma certa hora da madrugada, chegou nesse estabelecimento um grupo de héteros fazendo balburdia, vindos de uma micareta e sentaram na mesa colada com a das gay.

Na hora, eu, quero dizer, ele, o blogayro, pensou “vai dar merda”. Óbvio: começou o bullying, começou a homofobia. O hétero mais metido a macho zombava alto, simulando viadices… As guei nem cu, muito menos fiança pra eles.

“Ela dão bi ãba!”

Só que a racha que estava acompanhando o héterozão brutamontes homofóbico era dazamiga e começou a papear com as homoafetivas e logo logo fizeram amizade e praticamente trocavam calcinhas na mesa. Os outros héteros reprimiam a racha e ela nem aí. Criou uma situação desagradável. O heterozão trocado pela amizade com as beeshas saiu em protesto. As outras rachas falavam pra amapoa-irmã ir lá dar uma assistência pro homenzinho emburradinho dela. Ela não foi. Um outro cafuçú, brother do boy foi lá fora do bar, conversar com ele que estava mordidinho pelo ocorrido e àquela hora chorava, sentindo-se humilhado. No final? Os héteros se foram, putos da vida, e a racha ficou na mesa bebendo e fofocando liiiiiiiiiinda com as guei!!!

Como as gueis ficaram com isso tudo?

Achei digno.

Sobre o bafão com a Move


Olha só, antes que vocês me apedrejem, eu vou dizer que um dos funcionários da Move comentou AQUI no site sobre o bafo do aumento do preço da entrada da boate. Bafo esse que quem está no Grupo Babado Certo viu que eu não queria me meter, mas uma vez que o próprio funcionário veio aqui e esclareceu, acho que é minha obrigação trazer pra um post o comentário dele. Vamos lá?

O babado é que a Move voltou de reforma e alguns clientes reclamaram do novo preço no Grupo Move Music, no Facebook, como foi esse caso:

“Alguem responde uma curiosidade em relação a Move, as pessoas estão loucas, toda vez q reforma aquele lugar o preço sobe, não acha q está muito cara já… Acho falta de respeito e consideração com os cliente. Eu tenho namorado, tenho q paga 120 reais cada vez q resolvemos ir lá. Vcs já foram nas Boates do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte entre outras. Os preço não chega nem perto desse absurdo. Isso não é pior, temos q fica horas numa fila, pessoas sem educação para atender os cliente no bar. Vamos pensar um pouco no cliente. Soube q os donos são bicheiros, já não ganha dinheiro suficiente com isso, não precisa abusar de nós gays tb. Pelos menos devia investir em atração, Desculpa desabafo mais Amannda já deu, cadê as outras cantoras, cadê bom djs. Cadê, cadê, cadê, cadê…”

Percebam que isso foi o que o cliente escreveu, não nós. Então, se duvida, clique AQUI e veja o comentário.

Em resposta, um funcionário da boate, Cadu Libardi Gallina, comentou aqui no Babado Certo, a sua resposta à crítica, leia:

“Olá queridos!!!

Pelo que vi o assunto rendeu, ta certo, reclamação sempre rende….vamos lá….Como houve o direito de reclamação com certeza vai existir o direito de resposta, não é!

Pedrinho Capixaba, acho válido o seu comentário sobre a mov…e em relação a reclamação de atendimento, só mais fiquei muito chateado com a sua colocação em relação aos dos donos da Boate Move Music, FELIZMENTE nem eu como funcionário da casa e nem vocês como clientes não temos nada a ver com a vida deles, então se eles são ou não o que você disse, NÃO É DA NOSSA CONTA. A vida deles é deles…

Sobre o atendimento da Move estamos sim fazendo algumas mudanças nessa NOVA TEMPORADA e como você mesmo disse, tem muito tempo que você não frequenta a casa, então possivelmente não deve ter visto esses acontecimentos. A cada dia que se passa estamos tentando trabalhar mais com o nosso público em questão de atendimento e de ouvir mais o cliente, tanto que acabamos de lançar nosso site novo e lá existe um canal de atendimento direto com a Gerência Promocional e o Departamento de Marketing e logo mais vamos colocar um questionário para avaliação de todos os serviços da Boate. Então fica a dica para caso queira fazer alguma reclamação….beleza!

Fico muito surpreso o comparativo sempre com casas de fora do ES, sou freqüentador dessas casas e não fui apenas uma vez somente não e sim várias, e sinceramente adoro a Move, não só por trabalhar nela não, é de saber que a casa possui uma estrutura de SOM e ILUMINAÇÃO de grande qualidade, sem contar que é um ESPAÇO TOTALMENTE RESERVADO A NÓS DO MEIO LGBT…

Sobre valores que é uma coisa que você questionou, veja que a cada dia que se passa nosso governo sobe cada vez mais os preços dos impostos relacionados à bebida, energia e água e isso reflete DIRETAMENTE no funcionamento de todas as casas de Vitória e de outras cidades, como SP, MG, RJ e entre outras. Isso faz com que todas as casas tenham que aumentar os valores para manter o padrão já oferecido… E outra existe lugares no qual você citou, que para entrarmos pagamos isso só de INGRESSO e não de consumação como a Move Music faz….pense nisso.

Outra coisa que foi comentado foi a questão do fidelidade, acho muito feio o modo que foi retratado e o contexto utilizado. Hoje temos cerca de 100 fidelidades ativos na casa e te digo uma coisa 95 deles são comprados pelos próprios clientes os outros 05 são parcerias dos promoters que é de praste ocorrer esse tipo de troca quando se trata de eventos relacionados ao entretenimento.
Bom queridos, espero que eu tenho solucionado algumas informações e na boa se quiserem falar mais comigo sobre esse assunto segue meus contatos abaixo para continuarmos essa conversa, pois não acho legal jogar assim, pois acaba sem querer algumas pessoas entrando em dissentimento.

Bjus a todos e boa noite e estou a disposição tá galera!!!!”
Cadú Libardi – Gerente Promocional
(27) 9992-4050
Cadu.libardi@movemusic.com.br

Vou contar pra vocês que, concordando ou não, eu achei de muito bom grado a atitude da Move em dar uma resposta oficial aos principais afetados pelo preço.

Continuem assim e sucesso na nova temporada.