Bons tweets, bons tweets…


Tem coisa no twitter que deveria estar em livros didáticos…, sei lá, na Bíblia, de tão geniais. Qüenda, Mariangela:

Alá, hétero no recalque!

Dá?

Por favor, me deixa longe da cela da galera do sertanejo universitário, pleaaaase!

Verdade universal.

Penso isso todo fim de mês…

Hipocrisia, a gente vê por aqui.

Quem nunca falou isso pra amiga quando ela chegou na muatchy com o “look verão”?!

Super saudável, néam?!

Vai comendo mesmo que daqui a pouco será a própria Adele.

 Sou eu.
De nada, não precisa agradecer.
Via Chora Timenlime.

Olha lá, você e suas amigas…


…no Terminal esperando o Transhca pra se jogar na muatchy! O jeito, beu abôr, é inventar alguma coisa pro tempo passar:

HUAHUAHUAHUAHUHAUHAHUA! DIIIIVAS.

Por favor, alguém dê instrumentos de verdade pra elas. Bitches, elas têm que fazer uma bandinha! E posso falar? Melhor que estes shows bate-cabelo tudo igual de hoje em dia, hein? Já quero Leslly, Isabelle e Kyara (xará da minha cachorra)!!! ♥

Que tipo de beesha é seu filho?!


Essa dica é para as mamães que lêem o Babado Certo – SIM, queridas, muitas mães de gays lêem o BC, provavelmente até a sua.

O hilário Christian Pior, mais uma vez genial, faz uma análise psicológica do perfil dos gays a partir dos seus ídolos.

Então, antes de assistir, mentalize aí qual a diva pop que você mais ama e dá o play (Não vale roubar, tsá?!):

To the left, to the left

Flawless! Eu, fã confessa de Beyoncé, sou a descrição EXATA do tipo de bee que ele falou! Quando ele diz que somos beeshas que “batem na boate”, me veio um filme de 2010 na cabeça… meninas, meu anel de beija-flor já rasgou foi muito supercílio pela noite de Vitória, hahahaha.

Eu acho que isso funciona pras lésbicas também, tenho uma amiga fã de Britney que é idêntica ao que ele descreveu no vídeo, até na parte do álcool!

Aí vem a gay com Síndrome da Banda Britânica e diz nos comentários: “Mas eu não gosto de nenhuma das divas do pop”… qué dizê, é muita falta de peeca no edy, a minha dica é que você se inspire na imagem abaixo:

Dica da Bixa Maconheira

Adele é uma querida!


Sabe aquela pessoa que você ouve e fica pensando “eu seria amigo dela!”? Então:

E antes que alguém fale “dãr, só você não sabia, Dé, seu otário”, pra mim foi uma surpresa porque só conhecia Adele pela sua obra e a imaginava bem melancólica. Mas NÃO! Se eu já a admirava pela artista, agora também pela pessoa de personalidade incrível.

Já quero sair pra tomar umas cervejas na Lama com você, Del, sualinda!

Vídeo pornô da Adele?


Bafão! A revista francesa, Public, publicou nessa semana a seguinte notícia:

Exatamente! Uma suposta sex tape da cantora cruzando no banco de trás do carro. E segundo o paparazzi que possui as imagens, elas foram gravadas e enviadas a ele pelo ex-namorado da cantora, Slinky Sunbeam.

Tem mais fotos, olha:

Fofíssima com o dedchênho na boquinha, néam? Eu conheço muita gente que tem esse hábito, inclusive sou uma delas.

Infelizmente, apesar de muito parecida, segundo a equipe jurídica da cantora “A revista francesa Public divulgou na sua edição de hoje imagens que alega ser da nossa cliente em uma fita de sexo. Queremos informar que tais imagens não são de nossa cliente, como afirma o artigo publicado”, disseram os advogados da cantora.

“As alegações da revista são falsas e difamatórias. Estamos entrando com uma ação na justiça contra a revista”, finalizaram.

É, mas tem aquela coisa, né? Eles sempre falam que não é quem dizem que é, foi assim com o Yuri do BBB e com o André Segatti descabelando do palhaço na hebecam.

Via WebShow

Adele se consagra com 6 Grammys em 2012


Lembram que no fim do ano passado, nós do BC elegemos Adele como o maior (rs) fenômeno pop de 2011? Taí, né?

Indicada em seis categorias – canção do ano (Rolling In The Deep), melhor performance solo pop (Someone Like You), melhor álbum pop com vocal (21), melhor clipe (Rolling In The Deep), melhor gravação (Rolling in the Deep) e álbum do ano (21) – ela levou para casa nada menos que TODASH as seis estatuetas. Adele é gulosa até para prêmios. Arrasô!

Mas não é pra menos: quem não chora toda vez que toca ‘Someone Like You‘ nas cenas de Griseldeenha na novela? Quem não quase rashga a boca dublando ‘Rolling in the deep‘ na muatchy?  Quem já não deslizou pelas paredes do banheiro até o chão embaixo do chuveiro chorando de ódio daquele boy ao som de ‘Set fire to the rain‘? Já podemos dizer que ‘21‘ foi a dor de cotovelo mais rentável da hishtória, né?

Little monsters tudo no recalque?!

Melhor gif ever!

Top Five do Pop 2011


Agora é nossa vez! Neste clima goshtoso de retrospectiva, vamos relembrar os 5 melhores momentos da pop music que mais nos marcaram em 2011? Aquelesh que levaremos na memória e em nosso heart ♥? Vamash:

5 – Katy Perry e o Julio de Sorocaba

Foi um ano de grandes shows internacioanis nas terras tupiniquins. Teve Britney e milhares de bees gritando “Oh Oh Oh Oh”, teve Rihanna curtindo nossa caipirinha, teve Shakira cantando com Ivetão, teve adolescentes jogando calcinha na cara do Justin Bieber, enfim. E teve Katy Perry no Rock in Rio e uma bee que virou web-celebridade instantânea depois que:

“Juli.. Oooh!”

4- O ovo de Gaga

O ano iniciou com o aguardadíssimo álbum Born This Way, da cantora Lady Gaga. Sempre com performances memoráveis – como a que trouxe a público seu alter-ego masculino Jo Calderone – Gaga abalou ao chegar a premiação do Grammy dentro de um ovo. O single-título do álbum teve sua estreia marcada por acusações de plágio que não tiraram em nada o brilho e a fechação da apresentação:

3 – Beyoncé e a performance de Run the Word (Girls) no Billboard Music Awards

Este ano ela deu o que falar por conta de sua gravidez – que chegou-se a suspeitar ser falsa. Lançou um álbum (4) e vários clipes. Mas o que realmente deixou o mundo de queixo caído foi a performance fabulosa do single Run the Word (Girls)! Foi acusada de plágio e copiadíssima. Arrasa, Bey:

2 – A morte de Amy Winehouse

Em janeiro, ela veio ao Brasil pela primeira e última vez. O mundo chorou sua morte acontecida em julho. No fim deste ano, foi lançado um álbum póstumo Lioness Hidden Treasures no qual inclui o clássico da Bossa Nova ‘Girl from Ipanema’. Pra mim Amy foi o maior presente e a maior perda que este século nos deu no quesito música.

1 – Adele!

O fenômeno Adele, por si só, foi a grande revelação deste ano. Desbancando várias divas, a gordinha deu nó na garganta de muitas bees embalando crises de dor de cotovelo… Sem dúvida É a diva gay do ano: