Whey + Feminilidade = Antídoto contra homofobia


Sabe quando aquele funkeirinho passa do seu lado na rua e grita “viadinhoooo!” e você, biluzinha raquítica e indefesa, é obrigada a engolir o desaforo porque se reclamar periga de levar uns tabefes?

Pois seus problemas acabaram! Veja como essa heroína se saiu diante da homofobia sofrida:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=aCGzck0uIAs&desktop_uri=%2Fwatch%3Fv%3DaCGzck0uIAs&app=desktop&hd=1]

Quebrou o caralho todoooooooooooooooooooooo!

tumblr_lyc7kwR3So1qdejcbo1_500

MA-RA-VI-LHO-SA! E o shortinho é só um plus pra afrontar ainda mais a masculinidade do homofóbico.

Quero emoldurar uma foto dessa gay e colocar na minha sala, como inspiração. ❤

 

 

34 comentários sobre “Whey + Feminilidade = Antídoto contra homofobia

  1. A bee botou moral no aba reta, hahahahaha. O funkeiro nem conseguia olhar no olho de tanto medo. É o tal negocio, tem gente só é valente se a pessoa sentir medo, no dia que aparecer um que peite o valentão num instante fala mansinho.

  2. Adorei a atitude dele.
    Mas vamos também tomar cuidado né gente?
    Temos que nos defender sim, mas com bom senso.
    Alguns desses “funkeiros” não tem nada a perder e
    sabemos que muitos são bandidos de carteirinha,
    que possuem arma, visitam mais a cadeia do que a própria casa.

    • É, verdade … “VOCE ME CHAMOU DE VIADO??” Daí ele saca uma 38 … “Aham… se fode aê, viado” POW …’-‘

  3. Cadê a parte em que a bombada foi “vítima de homofobia”? Não vi. Ou devemos agora apenas inferir a homofobia automaticamente e dar a razão ao gay?

    • Victor, sempre do contra. Dá pra perceber que pelo jeito que ele se desculpa para a guardinha ele não é uma pessoa desequilibrada ao ponto de arrumar confusão no meio do metrô à toa.

      Você fala como se não fosse FREQUENTE esse tipo de violência, ainda mais pra uma beesha afeminada vestida com um short daquele tamanho. às vezes eu acho que você faz isso de propósito.

      • Eu só fiquei interessado em saber qual era a evidência de homofobia, ué. Às vezes tem uma história por trás que eu desconheço. Realmente não vi nada NO VÍDEO que permita dizer que a bombada foi vítima de homofobia. Se homofobia já fosse crime, você estaria exposto agora a um processo por calúnia (imputar a outro um crime que vc não tem como provar) caso o funkeiro se sentisse atingido. Gata, eu estou sendo a seu favor.

    • Porra, como assim “cadê a parte em que a bombada foi vítima de homofobia?”
      Tá na cara caralho! Ou você acha que ele ia ficar discutindo com um funkeirinho atoa? Pensa bem né gato …

      • Nichols, darling, vai dizer que nunca viu veado fazer barraco à toa? Até eu já fiz barraco à toa, daqueles de morrer de vergonha depois. Tem dia que a gente tá sensível…

        • Para algumas pessoas mudar seu sexo original,pode ser uma fuga contra a homofobia,e a homofobia internalizada.Lá no ambulatorio tem muito disso,gays querendo “mudar de sexo”,para ter aceitação social,e fugir da homofobia.Não é meu caso,não sou homossexual,apesar da sociedade me ver assim.Bjs

        • pensei o mesmo sabia, Max sempre comenta falando que “ah, vira transexual, agora não falta homem”….transexualidade agora parece a fuga mais fácil de todos os problemas que tem no mundo gay, afinal de contas quem gosta de mulher(transexual ou não) é hétero né e não gay…e no mundo hétero uma mulher acha homem muito mais fácil, recebe assobios muito mais fácil, é cantada muito mais fácil, tem romance muito mais fácil do que no mundo gay q parece uma dsgç com grindr, homofobia interna com transexuais e afeminadas e etc….parece uma fuga para as afeminadas mesmo (NÃO TODOS os casos, não sei da max,mas a deusa concordou)

        • O meu comentário foi de transexual PARA TRANSEXUAL, não tem absolutamente nada a ver com o que você vomitou pela sua boca preconceituosa. Eu não transiciono pra pegar mais homem, se vocês conhecessem uma transexual de perto saberiam que com os bloqueadores NEM SEXO a gente sente vontade de fazer.

          Mas não adianta explicar, vocês gays são TODOS TRANSFÓBICOS, essa que é a grande verdade que vocês não querem admitir nesse discurso de merda.

          Com raríssimas exceções, todos vocês nos odeiam… e saiba que é recíproco :*

          • Não é assim max, não conheço nenhuma trans infelizmente, mas apoio totalmente a causa e o respeito. Esse tipo de comentário deve vir dos dois extremos gays: dos machistas preconceituosos “discretos” e das falocêntricas do banheirão. Qualquer gay com o mínimo de inteligência apoia o movimento feminista e trans

          • até a DEUSA CARIOCA q é trans falou a mesma coisa q eu, e ela é transfóbica também? adivinhe só, Sarah, fuga existe(como eu disse, eu DISSE Q NÃO SABIA SE ERA SEU CASO, tá escrito, é só ler)! eu não odeio trans e em nenhum momento demonstrei ódio ou preconceito, MUITO pelo contrário, vc não tem IDEIA de quem e como eu sou, nenhuma ideia pra falar q eu sou transfóbico ou q odeio trans e afirmar q é RECÍPROCO esse ódio sem eu ao menos odiar (se vc fala q eu odeio, então a deusa carioca tbm odeia, falei a mesma coisa q ela!) e eu não acho que alguém é transexual para pegar mais homem, mas pode ser uma válvula de escape DO MUNDO GAY(q é podre, preconceituoso, e etc, no hétero há mais romance e conto de fadas) e não PARA PEGAR MAIS HOMEM, enfim. vc anda mto na defensiva ultimamente

          • Não sei de onde você tirou que transexual tem mais romance, carinho, afeto haahahaha.

            Não, meu amor, a gente só é mais desejada, mas apenas pro sexo. Somos bonecas infláveis fetichistas gigantes. Ah, mas isso pra um gay deve ser muito bom mesmo, né? Pra que sentimento, pra que amor próprio? Tá cheia de pica, tá reclamando de barriga cheia.

            NÃO EXISTE FUGA que não seja a heterossexualidade. Trans são infinitamente mais marginalizadas, iludido é quem acha que existe um mundo melhor na transexualidade esperando as afeminadas rejeitadas.

          • o que eu quis colocar foi no sentido de: se antes de transicionar a pessoa recebia dos homens e dos gays a pessoa o preconceito e rejeição, depois da transição a pessoa tem os prós do romance, dos olhares, dos assobios, o que parece se encaixar bem depois de rejeição….não de uma forma “vou virar trans parar pegar mais”

          • Agora tá em outro sentido. Quando foi pra botar o dedinho na minha cara ninguém pensou se me ofenderia, né?

          • Estamos assistindo a Tullaluanização da Max. Carinho e intervenção médico-psicológica pra ela, já!
            Acho que o Dé deveria retomar as rédeas deste blog.

          • HASUAUSHAUSU morri com esse comentário ^ pior que eu concordo, girlll..parece um porco espinho de espinhos voadores, SIMM COLOQUEI DEDINHO NA SUA CARA TE XINGUEI TE OPRIMI TE ODEIOOO VC É ABOMINÁVEL, acho q é isso q ela quer

      • Pois é, e a moda é se masculinizar cada vez mais com o tempo (o homem gay), e quem não é assim e não quer seguir a maré? Fica sofrendo preconceito toda a vida

  4. Depois de voltar da Lesbian Gay Dimension resolvi dar um oi. Que bee corajosa essa, eu nunca tive paciência ou coragem para peitar, até porque a minha vida é mais importante que comentários de um arcaico.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s