Conheça um pouco da história de Panelícia Keys


Bem, se tem uma coisa que eu aprendi nesses longos períodos de abstinência sexual, foi que quem tem fome, tem pressa. Se um dia eu fizer uma lista com todos os peguetes que já tive, além de devastar pelo menos três hectares da Floresta Amazônica para plantar eucalipto suficiente para acomodar todos os nomes que já pronunciei com meus grandes lábios, o resultado final vai ser praticamente idêntico aos Anais do Simba Safari, né.

Este é o nível de exigência da minha vida amorosa

Mas, bem. Enquanto eu sigo aqui virando as cadeiras sem o menor senso ético e estético, eu gostaria que as senhouras prestassem atenção nesse pequeno mimo que a internet brasileira produziu.

Claudinha aprovando este maravilhoso método de educação musical

Né? Agora quem não fizer minha periquita cantar, já tenho o método. Nunca mais vou precisar fazer a Neide e simular um delicioso orgasmo com meu playback.

3 comentários sobre “Conheça um pouco da história de Panelícia Keys

  1. O que eu sempre penso ao ver este tipo de vídeo é: pq a pessoa sobe isso pro youtube? Se fosse comigo ficaria morrendo de vergonha e apagaria na hora.
    Graças a Madonna há gente com falta de vergonha na cara.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s