Intimidade e desejo: se complementam ou se anulam?


"Eu tô a vontade!"

“Eu tô a vontade!”

“se cada um soubesse o que o outro faz dentro de quatro paredes, ninguém se cumprimentava” (Nelson Rodrigues)


Há um certo pensamento bastante difundido de que o amor e a intimidade não combinarem com sexo e erotismo, naquela máxima de que a existência do novo e do misterioso seria essencial para que houvesse o tesão. Claro, que há um pouco desse fetiche, pelo menos no meu caso, o de conhecer o outro pela primeira vez e suas vontades. Mas não sei como é com vocês, mas comigo eu nunca consigo relaxar 100% ainda que esteja colocado.

Tente lembrar seus últimos sexos com desconhecidos e aposto que em muitas delas virão a sua cabeça cenas de posições emaranhadas e mal encaixadas, aquele desconforto de se deixar ver pelo outro nas posições que menos te favorecem, o efeito do álcool passando e a inibição voltando e fazendo com que você e o cafuçú se percebendo como dois estranhos dividindo, de maneira incômoda, o mesmo recinto… Aquele silêncio constrangedor… “Tá frio, né?”.


Calma, beesha, não é moralismo, sou super defensor – e quando solteiro “praticante” – do sexo casual. Comer e dar pra quem se quer, na hora que se quer e quanto se quer sempre! O tema aqui é a qualidade e para mim a intimidade é um quesito fundamental. Não tem aquela da “a prática leva a perfeição?”. Então, sou desses. O amor também sabe ser pornô e indecente. Não tem dessas de pai-e-pai, não.

Só com muita intimidade eu me sinto confortável para revelar as vontades mais toscas, as taras mais sinistras sem medo de ser feliz ou de ser taxado como pervertido. Somente quando confiamos em alguém nos atrevemos a partilhar coisas das quais normalmente nos envergonharíamos. É entre quatro paredes e embaixo dos lençóis que o incêndio acontece. Lá dá pra estar no puteiro mais baixo e sujo, ser puta, ser santa, traficante, índia, japonesa, cafetão, cu apertado, cu largo, neca grande, rolinha… com conforto e segurança (pode me chamar de classe média, nem ligo).

“Faço, claro…”

Não existe putaria maior que saborear sem nojo a pessoa que você conhece  por inteira, sem frescuras ou restrições. É uma delícia nos sentirmos confortáveis com nossos desejos mais íntimos quando encontramos alguém com quem fazer um pacto secreto de conivência diante das nossas “esquisitices”. “De perto ninguém é normal!”. É fantástico admitir nossa fragilidade e permitir que o outro faça conosco algo que jamais nos submeteríamos com um estranho. É lindo sentir o laço de lealdade se aprofundando a cada aumento de devassidão. Algo como “o que acontece aqui, fica aqui”, e para isso tem que se ter muita confiança e intimidade.

Vocês concordam?

83 comentários sobre “Intimidade e desejo: se complementam ou se anulam?

  1. Sou do contra kkkk evito ir pra cama com uma pessoa desconhecida caso esteja levemente alcoolizado. Gosto de curtir e explorar o ato e o álcool não me dá segurança para isso.
    Penso duas e até três vezes antes de ir pra cama com um desconhecido, pq não tenho “frescura” na cama.
    O sexo é algo que “encaixa” literalmente kkkk e se o outro permitir vamos além do convencional mesmo que seja o primeiro encontro. Mas mesmo assim não discordo que o tempo torna mais prazeroso, mesmo que no primeiro encontro role de tudo e mais um pouco, no segundo.. terceiro.. quarto você conhece mais o outro, saberá que poderá ir ainda mais além….

  2. hahahahaha,ai ai.Eu sinceramente já sou fresco pra sair com homem,não que eu me sinta a ultima bolacha do pacote,mas não consigo fazer sexo com qualquer um não.Preciso ter alguma intimidade,alguma afinidade intelectual com o homem que estou saindo.Deve ser por isso,que há muito tempo,não saio com ninguém de chats de sexo,tipo uol,disponível.Prefiro sair com alguém que eu já conviva na minha rotina diária,que conheça.Não precisa ser namorado né.Se for pra sair com qualquer mané,prefiro fazer amor com o tony ramos(meu consolo de 28 cm,rs).

  3. Eu não preciso de nada. Basta eu olhar e gostar. Se eu for com a cara, é só o boy por pra fora. Agora se não bater, não rola, fico travado. Ou então faço e me arrependo (já aconteceu muito).

    Eu adoro sair com a mesma pessoa várias vezes, apesar de eu ser uma putinha do uol, eu tenho tendências monogâmicas hahahahaha. É legal ir descobrindo o que o outro gosta… mas o que eu mais gosto é de ter a confiança da outra pessoa… ai to toda emotiva, acho que to apaixonada kkkk.

  4. Eu só saiu com a mesma pessoa, durante meses. Faço a linha vadio recatado do bate-papo online, conheço a pessoa pessoalmente, beijo-a no 1st encontro, quiça um esfregação, sumo durante +/- 1 week, depois apareço para o sexo monogâmico trimestral ou semestral.

  5. Eu não preciso de intimidade para transar, mas acho que faz bem um conhecimento do outro na hora do sexo. Você conhece melhor o limite do outro, sabe como explorar melhor o limite. É uma relação prazerosa.

    • Bill, um dia saí com um policial que me disse: eu não curto homem, você só vai chupar meu pau, nem rela em mim blz? Quase que eu falo: casa comigo?

      • Acho que a maioria já encontrou com esses tipos, chupa, mas não encosta ou daqueles que cai de boca no seu pau, limpa a boca a manga da camisa e nem olha para sua cara…rs
        Mas confesso que ultimamente, tenho preguiça desses tipos. Não que procure romance, mas para fuder, tenho que saber o sobrenome…rs.

    • Fia dá logo esse koo antes que cicatrize.

      A senhora é uma perturbada, dá pra perceber isso nos seus comments, principalmente em: “.. faço terapia pra poder aceitar a nudez entre pessoas do mesmo sexo”, no post anterior. Ahh bicha, pelamor néan. Se pá é virgem… Deixe as outras viverem suas fantasias em paz.

      • Ué,onde foi que eu critiquei a sexualidade alguém?Pelo contrário,eu disse que duas pessoas do mesmo sexo,tendo intimidade,me incomoda,e por isso estou trabalhando isso.Justamente,pq não deveria me incomodar,se incomoda,é pq tem algo de errado ai.E da mesma pessoa,que os outros tem direito de viver suas “fantasias”,por mais bizarras que sejam,eu tenho o direito de opinar,caso a pessoa exponha isso em público.Se vc é uma pessoa ninfomaniaca,que sai por ai,se oferecendo igual carne de açougue pra qualquer um,eu concordo,o problema é seu sim.Mas se vc expôe sua intimidade assim,num blog qualquer da vida,vc está dando espaço para que as pessoas comentem.Não quer ser criticado?Se esconda debaixo da cama meu filho.Vlw

        • Cara, sei que é comum, mas realmente precisa de tratamento. Ser gay, e ter aversão ao próprio desejo deve ser navalha na carne.
          Mas já que está em período de tratamento, modere seus comentários, pois parece um agente da moral e dos bons costumes.
          Não que precise concordar com tudo, mas procure conhecer e entender o outro.
          Boa sorte.

          • Querido,eu moralista não.Mas vai por mim,pessoas com o comportamento sexual como desse bee bombado,são muito mal vistas,até em seus círculos de amizades.Tenho uma amiga mulher,que só fala em sexo,que quer pau,que adora piroca,rs,que a buceta dela ta em chamas….Preciso dizer no que isso deu?Ela se tornou uma pessoa indesejável, e desprezada.Quando ela chega nos lugares,todo mundo da no pé.Ninguém quer conviver com uma pessoa dessas.Sexo é bom?É sim,ao contrário do que o cidadão falou,eu gosto de sexo sim,mas não sou viciado.A partir do momento,que a pessoa vive em função de sexo,só pensa nisso,só fala disso,isso já se torna doença.Pergunte pra qualquer psicólogo ou médico especialista em sexualidade,sobre isso.Se o comportamento dele,é bem visto no meio gay,e aplaudido de pé,meus pesâmes sinceramente,mas eu não sou obrigado a achar isso bonito não.No meu círculo social,as pessoas costumam resguardar suas intimidades para seus amigos próximos.Se no meio dele,isso é bem visto,fazer o que né,ele deve viver no meio da selva africana,só pode.E aliás,to fazendo terapia por um motivo específico,não tem nada a ver com sexualidade.Mas óbvio,que esse assunto sempre acaba vindo a tona,em qualquer processo terapêutico.Um abraço.

          • “Eu não sou moralista, mas eu sou moralista” hahaha. Faça-me o favor, não venha com argumento de sexóloga Marisa Lobo pra cima de moi, qualquer profissional da sexologia diz que sendo protegido, não existe absolutamente nada de nocivo em trepar quantas vezes quiser… só é nocivo pras carolas de sexualidade mal-resolvida.

            Pessoa indesejada por quem? Me fala os nomes que vou ficar bem longe desse povo coxinha hahaha

            p.s.: NÃO JULGUE o comportamento dos amigos dos outros só porque seu pessoal é problemático e tem recalque com sexo, pfvr. Você está ofendendo várias pessoas aqui.

          • Aliás, pra ser sincero com você. Discuto sim sexo com meus amigos íntimos ou não, com desconhecidos e até com meus pais. E tenho certeza METADE das suas neuras com sexo é resultado dessa sua aversão ao tema, como se fosse algo ruim e vergonhoso. Não!

            Quem tem problema aqui é você, não nós e nossos amigos. Nós somos saudáveis (até a bee bombada, por mais louca que ela seja), porque SEXO É SAUDÁVEL e falar sobre ele MAIS AINDA.

            Sexo é maravilhoso e falar sobre coisas maravilhosas só engrandece as pessoas 😉

          • Sr. Thiago Por enquanto… O que você sabe sobre a minha vida para dizer que sou mal visto? Ninguém sabe que sou gay e não fico por aí falando de sexo. Eu faço sexo, é diferente. Sou viciado em sexo sim e admito, e isso não interfere na vida, eu trabalho e estudo como qualquer outra pessoa. E não saio por aí me oferecendo não. O que eu relato no blog são as diversas experiências que tive. Eu ser uma puta na cama não significa que eu seja promíscuo. Você realmente tem problemas. PS: Manda um beijo pra sua amiga, quero ser o bff dela!

            Ahh, repare Max, que ele disse que eu estou me expondo “em um blog qualquer da vida”.

          • Max,como eu disse,eu faço sexo com homens,não reprimo meus desejos não,são coisas distintas.Mas não sei dizer o motivo dessa minha repulsa não(repulsa soou forte,não chega a tanto).Eu diria que é falta de tesão,não sinto tesão em ver dois homens se pegando, não importa o tipo fisíco,isso não quer dizer que condene,eu nunca falei isso,sinto de quem entendeu dessa forma,pois eu acredito que sou bem claro quando escrevo.Mas comigo não da,eu ja vi uns filmes gays na net,e nunca passo dos 2 min,não acho excitante.Só me excito,quando vejo porno hetero.Segundo minha psicóloga,não há nada de errado nisso,é apenas uma forma de prazer diferente.Conheço uma mulher hetero,que só tem tesão em filmes com travestis.Não precisa ser apenas com travas,mas tem que ter ao menos uma no bafafá,kkkkkk.Mas eu admito,que essa falta de desejo por pornôs gays,as vezes me incomoda.Principalmente,quando eu saio com um homem,e ele coloca aqueles pornos gays,eu perco o tesão na hora.Uma vez sai com um cara da faculdade,já faz tempo isso,e ele colocou um pornô homo,com 2 caras estilo “barbie de ipanema” se pegando,eram ambos flex.Pedi pra ele desligar a tv,ou mudar de filme,ele se recusou.A brincadeira acabou ali.

        • A cara, você está julgando as pessoas demais, se esses seus amigos com estes pensamentos te fazem bem, ok! Mas, nem todo mundo pensa assim.
          Eu curti sua amiga com fogo na bacurinha.

          • Não há nada de errado em uma mulher ativa sexualmente,e bem resolvida com isso.Mas uma pessoa que só fala de sexo o tempo todo,independente do ambiente,seja na faculdade,no trabalho, na academia,numa igreja,eu sinceramente não acho legal.Qual a necessidade da pessoa se expor desse jeito?Eu mesmo,sou amigo dessa mulher ,as vezes me incomodo com isso,não é possível,que uma pessoa só pense em sexo 24 horas por dia,que não tenha outros assuntos,interesses.

          • “Não há nada de errado em uma mulher gostar de comer alimentos gordurosos, e ser bem resolvida com isso. Mas uma poessoa que só fala de comida o tempo todo, independente do ambiente, seja na faculdade, no trabalho, na academia, numa igreja, eu sinceramente não acho legal. Qual a necessidade da pessoa se expor desse jeito, às vezes me incomodo com isso, não é possível que uma pessoa só pense em comida 24 horas por dia, que não tenha outros assuntos interessantes”.

            Não te causaria a mesma sensação, com certeza não, se o assunto fosse comida em vez de sexo. Mas assim como todo mundo come, todo mundo trepa. Quer dizer, seu problema é com o tema, não é com a frequência do tema. Você se engana reclamando da frequência, mas está claro que você tem problema com sexo.

            Se ela falasse duas vezes numa noite, já te incomodaria. Posso apostar aqui que ela não fala só disso, mas o “isso” te ofende tanto que quando ela fala você se foca naquilo e ignora qualquer outra coisa que ela diga.

          • “Diz que me amas, mas não suporta quando nos meus arroubos digo a palavra boceta. Pergunto-lhe se é um problema de ordem moral ou de semântica. “(Hilda Hilst)

  6. Max,não tenho problemas com sexo,inclusive fui criado por uma mãe completamente doida(depois conto o pq dela ser doida,envolve várias coisas,de sexo a umbanda),que fala de sexo abertamente dentro de casa,desde minha mais tenra idade.Mas eu acho irritante pessoas que se fixam num tema,e vc esta errado nessa ,se o tema fosse comida no lugar do sexo,eu me irritaria também,e aliás essa amiga também é viciada em comida,kkkk(apenas para efeito de informação)mas como nosso assunto aqui é sobre sexo,então a comida não vem ao caso,rs.Ninguém condena essa minha amiga por curtir sexo,até pq,a maioria das pessoas curtem.O problema é ela ter fixação no assunto.As vezes,a gente ta na faculdade,discutindo sobre algo sério,ou interessante,sobre um assunto que tá em voga,seja política,economia,meio ambiente,e vem a criatura falar do fogo na “xereca”.Ai,eu acho que é questão de bom senso sabe.Quando to com meus amigos,as vezes num momento apropriado e de descontração,eu também solto meus comentários picantes,não sou santo não,mas eu acho que há hora pra tudo.E quanto essa questão de ser trans(transexual?travesti?),eu sinceramente acho esse assunto cabuloso.Pelo que vejo entre as trans que conheço,a história de vida delas,parece que foi clonada,é tudo muito parecido.Se eu for levar em conta,o diagnóstico de transexualidade,que foi criado pela OMS e pela APA,eu to longe de ser transexual.Mas as vezes esse assunto me vem em mente.Sei que orientação sexual é diferente de identidade de genero,mas realmente,levando em conta as pessoas que convivo(inclusive tenho um irmão homossexual e casado),eu não me vejo como gay não.E vou tocando minha vida,fazendo minha faculdade….procuro não pensar sobre esse assunto,acho que é fogo de palha,uma hora passa.Ou não né,hahahahah.

      • Preconceito?Ué,da mesma forma que as pessoas tem direito de serem promiscuas e exibir isso num LOCAL PÚBLICO,eu tenho direito de opiniar sobre isso.Onde fica meu direito nessa história?Agora não concordar com um comportamento hipersexualizado é preconceito?Agora,pra ser normal,as pessoas tem que sair por ai,fazendo sexo adoidado?Agora,eu dar minha opinião,estou ofendendo os leitores do seu blog?Hummmm,eu espero que nem todos os gays pensem assim,tenho certeza que não.

          • hahahah,gente,realmente,eu adoro esse site,mas as vezes,quando sou mais participativo nos comentários,me sinto um et aqui,As pessoas aqui,são liberais demais,eu sinceramente não consigo ser assim.As pessoas fazem loucuras sexuais,e nao duvido nada que transem até com animais,tem de tudo aqui,e o “anormal” sou eu.Paciência né.Mas continuarei frequentando esse site.Tomara que Max,coloque temas mais abrangentes e menos polemicos.Algo que de pra debater,sem cair na baixaria(baixaria da parte dos outros aliás,pq olhe meus comentários.tenho meu defeitos,e são muitos,mas educação é algo que mamãe me deu).

          • No que depender de mim vai SOBRAR baixaria, porque eu ADORO baixaria, adoro safadeza, pouca vergonha e putaria. Sou contra todas as formas bem comportadas de conhecimento.

        • Não, você não tem esse direito, porque ao contrário das pessoas que estão vivendo as vidas delas fodendo com quem quiserem no reservado do banheiro escondido da sociedade ou dentro de seus quartos de motel, sem incomodar ninguém, você está aqui cagando regra e incomodando as pessoas tentando impor suas leis morais do século passado e OFENDENDO quem não as segue. Então não, não são situações equiparáveis.

          E a Bee bombada nunca disse que fez sexo em local público visível (e mesmo se fizesse, foda-se, ela fez na sua frente? Não. Então quem tem que arcar com as consequências legais disso é ela, e não é você quem deve fiscalizar o rabo alheio).

          Melhor você parar que já tá ficando feio pra você, tá parecendo um pastor falando, aliás, tá USANDO O MESMO argumento que Silas Malafaia usa para falar poucas e boas dos gays (também “é só” a opinião dele). Um nojo. Liberdade de expressão não é igual liberdade de opressão.

          Enfim, diferente da sua roda de amigos moralistas recalcados, nessa porra aqui quem manda sou eu e não aceito homofobia internalizada! Então ou você pára ou eu te bloqueio, o que você está fazendo já deixou de ser expressão de opinião há muito tempo.

          • Bem,quem esta se comportando como Malafaia e afins,é vc,ao ditar também regras de comportamento.Voce,ao dizer que sou reprimido e coisas afins,esta agindo igualzinho aos homofobicos evangelicos,ditando normas,normas as quais,vc sempre diz ser contra né,Ué,eu tenho meus principios,meus valores(sabe o que é isso?),se ter valores morais,é algo tão repugnante assim pra vc,e pra alguns de seus leitores,bem,o problemático não sou eu mesmo.Até pq,eu até onde deu,não fui ofensivo com ninguém,nem preconceituoso,apenas dei minha opinião sobre os assuntos abordados.Mas começaram a descer o nível,eu tive que apelar.Não tenho culpa,se algumas pessoas,não sabem o que são valores.Se para alguns gays,fazer sexo com qualquer um é algo legal,muderno e o cafona sou eu,paciência né.E eu as vezes entendo Malafaia,apesar de condenar totalmente seu discurso homofóbico.Alguns gays,são tão imorais,que querem estar acima do bem e do mal,querem ter direitos especiais,daqui a pouco,vão exigir o direito de fazer sexo no meio da rua,quiçá levantar a bandeira da pedofilia,afinal,eles acham que podem tudo,e os outros que se danem.Olha,eu espero que não se chegue a esse ponto de vc me bloquear,acho desnecessario.Se o problema são minhas opiniões a respeito dos últimos posts,eu paro de falar sobre isso.Não que eu tenha mudado de opinião,apenas acho que já saturou esse assunto,e não vai levar a nada.Vamos ficar andando em círculos.Pra mim,este assunto já foi,não vou discutir mais.Vc quer ter sua liberdade respeitada,respeite a dos outros tb.Um abraço,bye.

          • Eu ditei norma onde, meu filho? Eu estou tentando te ajudar a superar essa sua relação terrível com o sexo e você vem me dizer que eu estou ditando norma?

            Muito pelo contrário, a única coisa que eu dito é a ausência de normas, de regras, exatamente isso que eu estou tentando te fazer entender desde o começo!

            E VALORES SÃO PESSOAIS, as pessoas SABEM o que são os SEUS valores, que nem sempre coincidem com os nossos, e temos que respeitar, porque do mesmo jeito que você diz que essas pessoas não “sabem o que são valores”, 90% da sociedade também acha que VOCÊ não sabe o que são valores por trepar com homem, seja trepando com um ou com 200, você também transgride a base moral que vocÊ tanto valoriza. Cada um com sua cultura, não é difícil de compreender isso!

        • Até dizer que meus leitores fazem sexo com animais ele teve a pachorra de falar. E ainda quer dizer que tem educação… Disgusting.

          Concordo contigo que tem gente aqui que faz coisas que soam exageradas, mas o corpo é delas, o cu é delas e eu jamais vou julgar o caráter dessas pessoas (como você fez várias vezes aqui) me baseando na forma que elas buscam prazer.

          • Max, je t’adore. Realmente EU NAO FIZ SEXO EM PUBLICO, eu tentei fazer dentro de um privativo de um banheiro público e a polícia chegou. “Mamãe me deu educação…” Eu não tenho educação por gostar muito de sexo? Você sabe da minha vida? Sabe a minha formação acadêmica? sobre minha profissão? Sobre meus artigos publicados? Sabe quantos idiomas eu falo? E mesmo se eu nao tivesse nada disso não caberia a você julgar o meu caráter baseado nas minhas experiências profissionais.

  7. Vc duvida que ha pessoas que fazem sexo com animais?Eu apenas dei um exemplo.Conheço varias que fazem essa nojeira,independente da orientação sexual.E espero que vc não defenda esse tipo de conduta,pois fazer sexo com um animal,é tão repugnante quanto um estupro,ou a pedofilia,afinal,o animal não tem escolha sobre isso.Coitada das vacas,kkkkkk.Hoooooo.
    Espero os próximos posts.Att

    • você disse que meus leitores “devem fazer sexo com animais”, você não disse que pessoas no geral fazem. Tá vendo como você se faz de vítima?

    • Mas na moral, vou te deixar falar pra tentar te entender. O que você acha que tem demais no que as beeshas relatam nos comentários? Pode me dizer pra eu entender?

  8. “As pessoas fazem loucuras sexuais,e nao duvido nada que transem até com animais,tem de tudo aqui,e o “anormal” sou eu”.
    Fiz apenas uma suposição,ok.(colei a frase,exatamente como ta no texto,nao mudei nada).E vc duvida mesmo que isso exista aqui?Se até em famílias ditas “normais”(heterossexuais,sem membros gays),esse tipo de coisa existe,o que dirá num site voltado para o público lgbt,que tem um público variado,e de tudo quanto é tipo.

      • Bem,vc ta de sacanagem comigo,kkkkkkkk.Eu procurei ser bem didático,mas a coisa ta feia,ta certo,melhor deixa pra la mesmo.
        Proximo post,please””””

    • gente, em q mundo essa pessoa vive? provavelmente sua familia ja foi da roça, e a coisa mais comum no meio rural é fazer sexo com animais.

      Vc se choca tanto com isso?

      gozada na cara com vc nem pensar né? fica com nojinho?

      Significado de Anormal

      adj. Contrário à ordem habitual das coisas, à norma; irregular, anômalo: desenvolvimento anormal de um órgão; temperatura anormal.
      S.m. Indivíduo anormal; desequilibrado, louco.
      Criança anormal, criança cujo desenvolvimento intelectual é defeituoso; criança excepcional.

      • Filho,vivo no mundo real.Como vc pode defender a zoofilia?Que sexo com animais existe isso é fato,tanto que coloquei na minha mensagem anterior.Mas defender isso,é demais pro meu gosto.Quem defende zoofilia,ta a um passo de defender coisas como estupro e pedofilia.Não,isso ultrapassa questões como direito e gostos pessoais.Quem faz isso não esta exercendo direito algum.E o direito dos animais,onde entram?Coitada vaca,ao ser penetrada por um marmanjo demente e sem noção.Nisso vc não pensa né?Tsc tsc.E alias,eu não nasci na roça,sou carioca da gema,ok?E sim,não me importo com gozada na cara não,apenas não passo disso,pois não sou louco de engolir,tia sida ta ai pra isso

        • Não defendi, falei que era normal.
          e vc associou com estupro e pedofilia? oi?

          ja saquei seu problema, vc só quer polemica, não refletiu em nenhuma palavra do que as pessoas te disseram aqui.

          sempre na defensiva. ou vc é uma pessoa burra, mas gostaria de não pensar por esse lado.

          PS: a vaca aguenta a caceta de um touro, pq ela não aguenta de um peão?

          • O burro sou eu mesmo?Comparar o sexo entre um touro e uma vaca(sexo entre animais da mesma espécie e natural),e sexo entre vaca e homem(sexo entre animais de espécie diferente(nesse caso forçado)?Hunnnnnn,depois sou eu que não sabe o que diz….

  9. O Max é muito tendencioso nos seus posts. Sempre colocando o q pra ele é certo e se alguém for contrário critica de uma forma ferrenha e sem limites. Adoro muito o blog,mais acho Max que vc deve diminuir um pouco a sua intromissão nos comentários. Não gostei quando vc disse “o blog é meu e quem manda aqui sou eu”. O cara tbm exagerou concordo,mais vc tbm exagerou.

    • Primeiro que o post não é meu, é do Dé, segundo que quando eu comento eu sou mais um leitor como qualquer um aqui, lógico, com poderes de acabá com a palhaçada quando ela chega ao ponto que chegou. Então eu não vou diminuir minha intromissão nos comentários quando eles ofendem a mim e a uma porrada de gente que lê o blog.

  10. Haja paciência para bee puritana e com fobia a homo-afecto. Thiago, se o teu grupo e tu são mal-resolvidos quando ao sexo, eu até respeito, mas hipocrisia disfarçada de homofobia Eu Não Tolero. #fikadika

    • E quem aqui é mal resolvido quanto a sexo?Então pra vc,ser bem resolvido,é sair por ai,fazendo sexo com qualquer um?Hunffff.

  11. Calma pessoal. Este tipo de discussão é inócua. Simplesmente porque cada um chega às suas conclusões sozinho. Não há nada melhor que a experiência pessoal. O rapaz que tem confltos ainda não vivenciou muitas coisas, precisa passar por elas. Precisa de excesso e de de falta, de amor e de dor. Posso dizer que já fui recalcado, intransigente. Depois fiz muito sexo, banheirão, sauna, namorei, casei, descasei, amei e sofri pela intimidade e pela falta dela. Dei de resgovés e de revestrés. Sou totalmente a favor de que todos experimentem o prazer de todas as formas. É o melhor caminho para a espiritualidade e a compreensão de si e do outro. Hoje não faço mais sexo. Faz dez anos ( não tenho aids, adianto ), simplesmente resolvi isso porque a vontade diminuiu. Mas não é porque não faço que vou sugerir aos outros que não façam ou façam menos, não! Arregacem seus ânus, inchem suas bocas de tanto chupar. Esse é o melhor caminho para uma sensação de plenitude consigo, com seu íntimo e com a natureza humana.

  12. Eu não faço c/ qualquer um, e mesmo se fizesse, Eu Seria Uma Pessoa com Qualquer Outra. Já agora um pensamento preconceituoso a pessoas que vives de sexo, é o cúmulo do Recalque. Thiago precisas de ter umas quecas diárias, se possível, assim mudas a tua visão (pseudo-)puritana.

  13. “Então pra vc,ser bem resolvido,é sair por ai,fazendo sexo com qualquer um?…” Discurso disfarçado de (pseudo-)puritanos. Entedeste, Thiago?

    • Nao nao e naooooo.O bee bombado quer fazer sexo e sair por ai oferecendo “kete” pra todo mundo?Ta bom,eu me entrego,é o direito dele,mas tb é meu direito achar isso ridiculo.Fim de papo.
      Mas agora,uma pessoa defender a zoofilia,e achar que eu sou puritano,por condenar isso?A,me poupe.Algumas pessoas,ultrapassam o limite do bom senso mesmo.Zoofilia é comparavel a pedofilia sim,pois um animal não tem direito de escolha,entende o que estou dizendo?Não é possível,que exista gay tão imoral assim,a ponto de não entender um racíocinio tão simplório assim.Até minha diarista,uma pessoa simples e com pouco estudo,compreende isso,eu hein.

      • Gente, mas ela insiste nisso de que eu saio por aí com todo mundo. Onde eu falei que eu saio por aí com qualquer um desregradamente? Que saio oferecendo “kete”? Nunca disse isso. EU NUNCA DISSE QUE SAIO COM TODO MUNDO… Ail bil acho que chega né? Dé, fecha esse post please?

  14. Eu não apoio a Zoofilia, e creio que a bee não expressou-se como a favor da Zoofilia. Quanto a Imoralidade, ele existe tanto nos gays como nos heteros, até + nos bi (atirem-me pedras).

    • Disso não duvido nada,mas como aqui é um blog mais voltado para o público gay,então acho que não vem muito ao caso.E sim,ele apoiou a zoofilia,volte la em cima,ele disse que era algo normal.

      “gente, em q mundo essa pessoa vive? provavelmente sua familia ja foi da roça, e a coisa mais comum no meio rural é fazer sexo com animais.

      Vc se choca tanto com isso?

      gozada na cara com vc nem pensar né? fica com nojinho?

      Significado de Anormal

      adj. Contrário à ordem habitual das coisas, à norma; irregular, anômalo: desenvolvimento anormal de um órgão; temperatura anormal.
      S.m. Indivíduo anormal; desequilibrado, louco.
      Criança anormal, criança cujo desenvolvimento intelectual é defeituoso; criança excepcional.”

      • Cara, quantas pessoas no mundo ja tiveram experiencias sexuais com animais? aposto que mto mais q vc pensa (por isso q falei que era normal)

        Não faço sexo com animais, e não tenho nada contra quem faz, que fique claro.

        fazer sexo não pode, mas matar pra comer pode ou só pelo prazer de matar pode. manter em cativeiro pode, usar pra trabalho forçado pode etc etc etc.

        tadinhos dos animais, sempre se ferram de qlqr jeito.

        e sim, vc é ultra-conservador sim.

        e da onde vc tirou que eu apoio a zoofilia?

        • Ué,que eu sou conservador eu sou sim.Desde quando isso é crime ou errado?Agora,me comparar ao Malafaia,como alguém ai já fez,já é demais.Malafaia e companhia,pregam crimes de ódio contra gays,coisa que eu nunca fiz,nem jamais farei.Apenas tenho meu ponto de vista,sobre determinados assuntos.Mas,se isso é ser careta,para os gays,paciência né.Não,eu não sou mal resolvido como disseram,na cama com meu parceiro,eu me libero,Mas como eu disse antes,eu não exponho minha vida sexual em público.Espero que eu tenha sido claro nesse assunto,estou cansado de ficar me explicando e batendo na mesma tecla toda hora.

          • Malafaia não prega crime de ódio contra gay nenhum, ele faz o mesmo que você: “Critica o comportamento das pessoas baseando-se nos seus valores”

  15. Pois é,não me importo com críticas não,ao contrário dos leitores do site,que são tão sensíveis a críticas,que perdem a compostura.Mas,não admito,inventarem coisas que não existem.Há uma linha tenue entre conservador e preconceituoso.São coisas bem distintas.Tenho um irmão gay,e dizer que sou homofóbico,é uma injustiça,pois o adoro,mas não concordo com determinados comportamentos,e é um direito meu opinar e discordar sobre isso.Agora,passar a me ofender,e ir pra baixaria,como alguns aqui fizeram,só mostra o nível de determinadas pessoas do meio gay.Eu só lamento.

  16. No primeiro encontro já saio soltando as loucuras, falo tudo que tenho vontade mesmo, sem medo. Deve ser por isso que nenhum liga de volta…

  17. Dé ou Max: posso mandar uma foto minha usando a farda de um dos pms que já trepei? Só pra aumentar o recalque do Thiago. hahahahahahaha. Brinks!

    • GATA A SENHORA QUER DAR UMA DE SANTA AGORA DIZENDO QUE NÃO É PROMÍSCUA? ah por favor….”sou uma puta na cama só q não sou promíscua” KKKKKKKKK pelo amor querida vc é uma puta em VÁRIAS camas, sua boca é mais rodada que a noite de paris e pra cima de mim não se considerar promíscua ainda KKKK olha gente nada contra as promíscuas mas tá na hora da senhora levar um choque de monstro, a senhora já disse sim q chupa tudo q chupa todos os machos do bairro, q é viciado em rola

      “Promiscuidade é manter relações sexuais com diversos parceiros ou parceiras.”

      AKA VOCÊ, a bee bombada mais rodada do século, não importa o quanto a senhora é máscula, o quanto a senhora fica com machos, a senhora é promíscua sim querida, e enquanto eu estiver na terra a senhora vai ser promíscua, ontem, hoje e amanhã, a senhora é promíscua e a mesma já falou q se pudesse chupava um pau diferente por dia, aliás, vários paus diferentes por dia

      porque aqui é choque meu amor, choque de monstro

      p.s.: nada contra as promíscuas, mas uma promíscua falar q não é promíscua querendo pagar de pessoa com regras, ahh por favor

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s