Por que os gays têm medo de envelhecer?


ATENÇÃO: Antes que encham o meu saco, nada aqui é regra, só uma especulação filosófica. Você pode ser exceção sem precisar desqualificar meu texto dizendo isso nos comentários.

Ninguém tá nem aí pra sua alma jovem

Ninguém tá nem aí pra sua alma jovem

Envelhecer, do ponto de vista psicológico, é uma delícia. Você ganha mais experiência, fica mais esperto e até no sexo tem consequências maravilhosas: Quem já trepou com homem mais velho sabe a eternidade que eles conseguem segurar o orgasmo.

Mas por que, mesmo assim, os gays (principalmente os passivos) têm pavor de passar dos 30 anos?

Desculpa, gente, Rita Cadillac está bravíssima com esse post sobre velhice

Desculpa, gente, Rita Cadillac está bravíssima com esse post sobre velhice

article-1393400-0C5B2A8200000578-139_306x705Nós já sabemos que o meio gay masculino segue um padrão hegemônico de beleza: Homem forte, jovem e másculo. Isso porque esse ideal é o que mais se aproxima do que se entende como homem heteronormativo.

O homem heteronormativo é o padrão que atrai a maioria dos gays por um motivo simples: Fomos criados por héteros (ou por pais gays criados por héteros, caso você seja filho de gays) e estamos inseridos numa sociedade hétero. Desse modo, nossa noção do que é ser homem é baseada na visão deles, nos valores deles.

Por isso, não é de espantar que absorvamos esse padrão como ideal.

Até aí tudo bem, isso não é novidade pra ninguém.

Antes de começar a falar do cagaço que vocês têm de ficar cacuras, vejam a matéria abaixo:

945965_631234936901379_2094039927_n

Sexo casual causa depressão? Lógico que não!

0464

A culpa não é do sexo casual. Desde muito novos somos submetidos a um ideal de felicidade que envolve constituir uma família.

Não importa pra onde você olhe, seja filme de romance, novelas e até mesmo em propaganda de margarina, vende-se a felicidade enlatada sob a forma de cônjuge e filhos.

<3

Eu e meu boy vendo filme

“Felizes para sempre”, sempre no plural.

Sendo assim, é de se esperar que uma pessoa que somente viva relacionamentos de uma noite (ou que não faça sexo com ninguém) se sinta longe desse ideal e, portanto, sinta-se depressiva. Não é uma regra, mas é a maioria.

Vocês amam esse filme, né? É UMA MENTIRA!

Vocês amam esse filme, né? É UMA MENTIRA!

Voltando a falar dos gays…

Enquanto o homem heterossexual vê sua vida sexual começando aos 30 anos, o gay fica cada vez mais desesperado quando essa idade se aproxima.

Se o gay sabe que o padrão de beleza exige que você seja jovem para ter maior probabilidade de ESCOLHER o namorado ideal, daí vem o medo de ficar velho.

[As vezes que você ficou offline quando o boy disse ter mais de 40 não me deixam mentir.]

Sim, escolher, ninguém pretende sobrar como a última opção e nem quer ser obrigado a ficar com o primeiro que aparecer.

0154

Eu fico, Max

Até a puta só foi feliz depois do casamento

Até a puta só foi feliz depois do casamento

Não é o medo de ficar feio, até porque a gente sabe que tem muito homem de 40 aí com cara de 20. É o medo de não conseguir mais pegar quem quiser e ter menos chances de arranjar um marido para casar e ter filhos, uma vez que o padrão exige a juventude.

Não é à toa que muito gays com mais de 30 anos se arrependem amargamente de não terem agarrado as oportunidades de relacionamento que tiveram na juventude. Na hora bate aquele desespero diante da possibilidade de morrer sozinha e seca.

Enquanto isso, hétero nenhum está preocupado… nenhum homem hétero, né? Isso porque a sexualidade do homem hétero está vinculada ao poder aquisitivo, mais provável de ser atingido depois dos 30.

E for passivo? Coitadas, piorou!

Com a competição desgraçada que existe entre nós, é lógico que quanto mais velho você ficar, mais você se afasta do padrão e menos opções de escolha você vai ter.

Sem contar a ideia sexista de que o passivo deve transbordar juventude para ser atraente, assim como acontece com as mulheres. As pobrezinhas quando envelhecem são tão execradas que existe uma categoria só pra elas: “Mariconas”.

Por outro lado, já vi inúmeros ativos dizendo que só vão pensar em relacionamento depois dos 30. Assim fica bem óbvio como o machismo afeta nossas relações, não é verdade?

A espada da realidade, na sua cara!

A espada da realidade, na sua cara!

E vocês? Por que têm medo de envelhecer?

75 comentários sobre “Por que os gays têm medo de envelhecer?

  1. Então..nao tenho medo de envelhecer, até porque não preciso e NUNCA sonhei com isso de casar e ter filhos…muito menos ficar aguentando um mala para o resto da vida. E sentimento de solidão pode existir INCLUSIVE quando o indivíduo está acompanhado e/ou namorando.
    Quanto à juventude, ela está cada vez mais valorizada, tanto para héteros quanto para os homo. óbvio que a mulher e os homo(principalmente os passivos), se preocupam mais com isso já que o machismo social faz pensar que o feminino deve ser jovem e tals….e o masculino deve ser o provedor e fica até mais atraente com a maturidade da velhice.

  2. Bem, assim eu até que tenho um pouco de medo de envelhecer e também crio expectativas nisso devido a nunca estar em nenhum relacionamento. Acho que o ponto de vista psicológico é perfeito, porém como você disse o padrão heteronormativo sobre o gay na idade é simplesmente apavorante, ainda mais se você for passivo.
    Eu me vejo em uma casa com lareira e meus dois filhos correndo pela casa, mas não me imagino solteiro.
    Meu medo de envelhecer, creio eu, é de ficar sozinho.

  3. Eu não tenho medo. O que é ruim é a barreira que é imposta, em geral partindo dos mais jovens, não que isso seja regra, mas por mais que o cara te encare a noite inteira, vai tudo por terra se ele ou um amigo dele diz “você poderia me dar um cigarro, tio?”.

    Tenho amigos super jovens que me tratam como igual, e aprecio esse tipo de relação. Porém depois que a barreira do “tio” é levantada, desconstruí-la é quase impossível.

    Muitas vezes fui chamado de velho, seja numa brincadeira ou não. Mas eu sei que muitos jovens fazem isso pq não se dão conta de que estão envelhecendo e que um dia vão ficar velhos também.

    Eu não me sinto velho, tenho assunto e atividade de gente de 20 ~25, mas uma vez que minha idade é declarada, as caras mudam.

    Não interessa se tenho um papo ótimo ou não, se sou feio ou se sou bonito, tudo muda ao saberem que tenho 38.

    Não é só gay que age assim, é geral. Acho que vem muito do fato de que todo ser humano se acha imortal, que não envelhece, e acaba vendo o outro como um diferente, ultrapassado talvez.

    Eu já presenciei o seguinte papo:
    Pessoa 1 – “Nossa ele é lindo, tem um corpão, mas me disseram que ele já tem 29!”
    Pessoa 2 – “Ah! Que pena!”

    E o cara era realmente bonito, mas por ele ter 29 e as bees uns 20… ele já era “velho ” pra elas!

    Ainda existe bem forte a barreira da idade, em qualquer sexualidade.

    Quanto a questão ‘relação/ sexo casual’ eu acho que cabe a cada um escolher o que quer né gente? Não vamos cair no conto da família de margarina. Afinal cada um escolhe ou não dividir a vida com um parceiro. Só não acho válido enganar alguém. Não seja um(a) hipócrita querendo brincar de casinha e de vadia ao mesmo tempo. Eu acho desonesto tanto para sí quanto para @ outr@. (a não ser que seja consentido, aí o problema é do casal rs)

    Se eu vou encontrar um parceiro um dia, não sei. Eu gostaria. Mas não estou depressivo por não ter encontrado quem fizesse valer a pena (ou quem eu fizesse valer a pena também).

    Bom, é o meu relato e meu ponto de vista, espero ter contribuído com a discussão.

      • Não vejo pq não! Aliás já namorei até mais velho, não tenho essas barreiras, é lóóóóóóóógico que importa papo, descontração, se a pessoa é agradável ou não, levo tudo isso em conta, e o óbvio—> tem que agradar meus olhos também, afinal de contas não estou aqui pra fazer caridade né? bjs rs

        • Aí tá certo, porque o que eu mais vejo é gente mais velha reclamando que os novinhos não querem eles, mas você nunca os vê indo atrás de gente da mesma idade.

      • Eu particularmente prefiro mil vezes caras mais experientes, pela questão de papo, experiencia, não me identifico na cama com esses menininhos novos, se vc colocar na minha frente um de 19 e um de 30, bem provável que vou escolher o de 30.

    • se você for o dave que estou pensando, o moreno magia barbudo e mais velho, saiba que você é meu sonho de consumo bjs

  4. Creio que meu medo não é envelhecer, é nunca encontrar um cara legal com quem dividir os momentos e tal. Digo isso porque eu hoje, com 26, já cansei muito de ir atrás e estou agora só em “stand by”.

    Só me apareceram furadas, como caras que só querem um buraco para enfiar o troço quando bem quiserem ou um mais maduro casado insinuando que poderia me bancar.

    Acredito que o importante é saber o que se quer, se respeitar. Se com a minha idade está difícil de levar a sério as pessoas com a mesma faixa etária porque elas não fazem a menor ideia do que querem da vida além de sexo, sexo e mais sexo, paciência. Se ocorrer depois dos trintas, ótimo. Se não, fazer o quê? A satisfação de ter tentado e me respeitado deve valer de alguma coisa.

    • Mas é basicamente o que eu digo, o medo de envelhecer é na verdade o medo que você tem de ficar sozinho, pois envelhecido suas chances de encontrar alguém são menores.

      O envelhecer representa suas chances indo embora

    • Tenho o mesmo nome que o seu, a mesma idade e estou na mesma situação. Acredito que assim como vc se respeita e fundamental, e não se preocupe vc não é o único rsrsrsr Abraço !

  5. Pra mim é a mesa coisa bixa velha e hetero velho, quando se tem dinheiro. Dinheiro traz poder e poder é uma forma de sedução muito forte. Isso acontece com qq bixa ou hétero rico.

    • Nada disso, o hétero mais velho consegue namoro fácil fácil, isso porque ele faz o papel de macho provedor, de marido que banca.. O beesha velha consegue pagar michê, na maioria das vezes. Até porque a beesha nova não quer perder a juventude dela saindo por aí com a besha velha, é todo um ciclo.

  6. Eu já namorei um cara mais velho.
    Só nao durou muito porque ele comia muito pouco, era magro. Eu tentava fazer ele comer mais pra ganhar mais corpo, mão não deu. É que para ter bunda pegável o cara tem que ter pelo menos um pouco mais de gordurinha, né?
    E outra coisa, só depois de um tempo que eu percebi o quanto ele estava largo. Deu impressão que meu pinto é pequeno ou fino. Isso foi ruim para minha auto-estima heteronormativamente direcionada.
    Meu relacionamento atual é o oposto. É com um carinha mais jovem 1 ano e pouco. Ele tem gordurinha para eu mordiscar e é bem apertadinho, hehe.

      • Nem é isso. Eu não consegui me ligar afetivamente a esse namorado mais velho. Depois de um tempo de namoro eu já estava buscando motivo completar meu desapego e terminar, pq ninguém deve namorar sem gostar.

        Aliás, no começo do namoro eu nem percebia as características ruins pq eu gostava dele. Mas é que o cara tinha quase 50 anos também, quando eu comecei e deixar de gostar comecei a reparar em tudo que eu não gostava nele.
        Tá querendo demais de mim. Vocês adoram julgar também, santinhos! Pelo menos eu falo o que sinto. Me diz aí um ativo que gosta de um cara largo… pois é, difícil.

        • Já trepei depois de ter feito fisting no cara e tem sim, suas vantagens. Se você não soube explorar sexualmente o fato de o seu parceiro ser “largo”(um conceito um tanto abstrato na minha opinião) não acho justo colocar a culpa nele.
          Se você caprichar nas preliminares, o aumento na irrigação na região vai tornar o cú quentinho um tanto que, aliado ao fato de ter uma complascência melhor, vai dar uma sensação de conforto que apertadinha nenhuma vai conseguir dar, por que o estímulo não fica concentrado no esfíncter do parceiro, então a sua percepção muda bastante. Fica difícil explicar.
          Como a fricção é mais confortável e menos estrangulante, a sensação de que pode brochar a qualquer momento é praticamente inexistente.
          Foi diferente que com os outros caras? Sim. Mas longe de dizer que foi ruim. Até por que ele tinha muitos truques interessantes…

        • MIDORI meu doce, meu cu largo para você. Sinto muito se você é apertadinho, é sinal que você é mal comida.
          Não tem como falar de largas sem lembrar da Chica em uma das suas festas, alguém aqui se lembra da fala dela? rs

    • Hoje é vc que troca o parceiro porque ele ficou folgado. Amanhã é você que será trocado porque o pau não sobe mais. A vida dá voltas.

  7. Sobre os passivos, acho péssimo eles só andarem em bandos. Normalmente o ativo está sozinho no rock olhando pros lados, mas os passivos não saem o grupinho. Quando eles saem já vão “casados” em direção ao que eles escolheram.
    Acho que estão escolhendo demais e não estão dando bola para os que parecem mais machinhos. Sei lá, talvez estajam achando que somos héteros? Será que tenho que dar pinta para ser notado?
    Agora não mais porque já estou enlaçado, mas meu comportamento padrão era esse. Estranhamente não conheço outros ativos, não sei o comportamento deles.

        • dark room do celebration = pista in do celebration??
          kkkkkkkkkkkkk
          se for, falou tudo! Só dá os passivos em bandos maiores e os ativos em, no máximo, uma dupla ou trio. rsrs

          • Legal foi no dia dos namorados, lá era darkroom mesmo =D
            É que eu não sabia o nome, mas o que rola é isso mesmo. Se o cara tá afim de ficar, o bom é ele ficar no canto bebendo ou sei lá, mas no canto e sozinho. Alguém vai chegar nele.

          • Como assim, aquele lugar virou lugar de pegação? Sempre ia pra lá inocente só pra ver minha blusa brilhar na luz. Bom saber, não entro mais lá hahaha

          • Nao acho legal ficar(beijar na boca) em lugares que há dark room. Imagine q vc beijou um cara q acabaram de gozar na boca dele ???
            Pra mim não dá. Ir na boate blz, mas ficar já não rola mais.

          • Gente, a dark room só funcionou uma vez, no dia dos namorados (e eu nem sei como foi isso, porque nem entrei, então nem sei se rolava sexo nesse dia). Depois voltou a ser a ‘pista in’, que é lugar de muita pegação, mas que não rola sexo (porque, afinal, é uma pista de dança).

          • Realmente, muito pequeno para rolar sexo lá. E era darkroom mas pouco “dark”, então dava para ver mais ou menos o que as pessoas estavam fazendo. Sem contar que toda hora tinha alguém acendendo o celular.
            O máximo que dava para fazer era pegar na bunda dos carinhas sem ninguém ver, hehe

  8. Largar o cara pq “estava largo”… foi o pior comentário que ja li nos últimos tempos.
    Acho que a busca pela juventude é uma obsessão geral nesses tempos em que as pessoas vivem mais que viviam há decadas atrás. E à proporção que se vai envelhecendo o corpo vai ficando mais lento e volta-se a precisar de ajuda de outros, como se fala no popular, volta-se a “ser criança”. No caso dos heteros, costuma ter alguém por perto, o marido, a esposa, os filhos. No caso dos gays, muitos não tem sequer um familiar por perto já que muitas famílias os afasta, restando uns amigos, ou nada. E ainda tem aquele outro preconceito que vc esqueceu o de que pessoas mais velhas são mais noiadas, enquanto garotões são easy going. Então o olhar do amanhã acaba virando o olhar para a solidão, não ter o pique para a balada, não ter um parceiro ou um filho para dar uma mão, para ver a novela junto, passear no shopps… Talvez daqui a algum tempo quando o casamento gay se firmar e as pessoas começarem a ter mais coragem de construir uma relação que não se baseie apenas na foda, a coisa mude de figura, e se possa envelhecer aproveitando cada etapa, ao invés de ficar mentido no grindr e usando roupas da seção juvenil.

    Mudando de foco vc já viu o vídeo que tá no não salvo e no bananas sobre travesti-cliente?

    • Foi apenas uma automotivação para terminar namoro que já não ia bem. Sabe quando vc já não tá mais gostando da pessoa e busca motivos para terminar?
      E sabe quando o cara tem 50 anos e só depois vc percebe que ele não tem haver com você? Pois é…
      Ser largo foi um motivo secundário ou terciário, mas não O Motivador.
      Porque para namorar alguém mais velho, tão mais velho quanto eu namorei ou era por interesse ou por sentimento, não por atração física. Quando acabou o sentimento eu comecei a sentir um certo nojo de algumas situações. É como se imaginar beijando um idoso que usa dentaduras… sei lá, não rola quando não há mais sentimento =x
      E sim, comer alguém largo não dá tanto prazer quanto comer alguém mais apertado, isso é fato. Mas se há sentimento, isso nem é percebido. ponto!

  9. Algo que eu invejo dos mais novos é a liberdade que este tempo oferece.

    Mesmo com os Malafaias, Feliciano e Papa Chico Bento, eles experimentam uma liberdade que eu não tive. Tenho 30, e pode ser uma impressão pessoal, mas as coisas há 10 anos atrás eram mais complicadas.

    Quando eu vejo, em pleno domingo, dois garotos andando de mãos dadas pela orla, penso que não tive a oportunidade de viver isso nessa idade.

    Nada me impede de viver isso agora, mas me dá raiva do tempo perdido.

  10. Quando eu tinha 18, namorava um de 26;
    Quando eu tinha 19, namorava um de 43;
    Quando eu fiz 20, namorei rapidamente um de 32 (com duas ex-esposas e 3 filhas, mas assumido bissexual);

    Resultado: meus amigos, da minha idade, sempre me zoam. Passa uma cacura na rua e eles apontam me mostrando, fazendo uma piadinha comigo. No fundo deve ser recalque porque eles sabem que eu subestimo muito a gente da minha idade e não tenho vergonha nenhuma de pegar/namorar/enrabar um cara mais velho.
    Mas não deixa de evidenciar o quanto nós, dos 18~21, somos fechados demais no nosso círculo social da juventude e acabamos perdendo experiências maravilhosas para a nossa maturidade sexual simplesmente por nos deixarmos levar pelo heteronormativismo.

    Quem ainda não deu uma chance para um cara mais velho, não sabe o que está perdendo. Quando der, talvez nunca mais largue dos ‘maduros’ rsrs

  11. Envelhecer deve ser chato se você não muda de grupo social, continua frequentando os mesmos meios, tendo os mesmos objetivos, os interesses não evoluem… Senão, é tranquilo. Todos os seus amigos vão envelhecer na mesma proporção e as coisas que te dão prazer deixam de ser as mesmas de quando você tinha 20. Quantidade de relacionamentos passa a importar menos e a qualidade, muito mais. Passar períodos sozinho também não é a angústia que se imagina quando jovem porque você tem mais repertório e recursos interiores (eu, aos 30, adoro viajar sozinho e invento mil desculpas quando se convidam pra me acompanhar, até mudo de destino). Envelhecer (ou amadurecer) também não é sinônimo de ficar menos atraente, conheço gente que só ficou atraente lá pelos dos 35/40. E há os Anderson Coopers da vida rs. Tem novinhos que curtem coroas, coroas que não curtem novinhos… A única preocupação que um cara de 20 deve ter é viver tudo o que tiver para viver; quem não deixa nada pra trás, envelhece sem olhar pra trás.

  12. É por isso tudo que eu tenho medo de envelhecer (e tmb de ficar gordo). Porque nós somos muito malvados com o nosso próprio futuro.

  13. A desvalorização da velhice e a supervalorização da juventude não é algo exclusivamente gay, Vejam as propagandas Renew, Botox, etc para mulheres e até tinturas de cabelos e novos cosméticos para homens. A sociedade atual quer ser jovem. Todos querem ser belos e nunca envelhecer, e muitos acabam entrando na famosa adultescência – aquele adulto que acha que ainda é um adolescente, quer ser transgressor, estar na “moda”, ouvir o que os adolescentes ouvem. Assim como um leitor que comentou “Tenho quase 40 mas minha conversa é de 20 ~25 anos”. Isso é assustador. Não me imagino conversando com alguém de 30 anos com postura de 15, ou alguém de 40 com papo de 20. Atualmente tenho 26 anos e já namorei com homens de 40, e problema é que apesar de reclamarem que os “jovens” não dão bola para os “maduros” sempre tem o discurso pronto de “só curto novinhos, é uma questão de tezão”. A sociedade pode impor uma supervalorização da juventude e do corpo heteronormativo, mas cabe a cada um de nós escolher aceitar ou não. Óbvio que se não aceitar achará menos pretendentes. Mas achará. Digo por experiência própria. Adoro o blog Max! ^_^

  14. Eu particularmente prefiro mil vezes caras mais experientes, pela questão de papo, experiencia, não me identifico na cama com esses menininhos novos, se vc colocar na minha frente um de 19 e um de 30, bem provável que vou escolher o de 30.

  15. Homens mais velhos são minha maior paixão. Me sinto bem por não entrar nessa dinâmica de querer ser novo pra sempre.

  16. Devido a aparência mesmo. Mas de vez em quando tento enxergar que a velhice trata-se de um processo natural.

    As vezes fico querendo que chega logo aos 30a. Bjs!.

  17. Nunca um post me definiu tanto…
    Morro de medo da idade;felizmente não aparento a idade que tenho,daí é inevitável mentir quando me perguntam.meu medo é quando isso não puder mais ser feito!

  18. “A sociedade se preocupa com o indivíduo apenas enquanto ele é rentável. Os jovens sabem disso. Sua ansiedade quando entram na vida social corresponde a angústia dos velhos quando são excluídos dela.” -Simone de Beauvoir

    • Apenas lembrando que essa frase só tem sentido no mundo “real”,onde por velhos se entende pessoas que chegam ao limite da vida humana,75,80 anos.E não no mundo cor de rosa de muitos gays,motivo desse post,que pensam tristemente que a velhice os alcança aos 25,30 anos de idade…

      • Acho q não, se bobear mta gente q não encaixa em alguns padrões já são chutadas pra escanteio bem mais novas que isso.

  19. Eu também não entendo a vaidade excessiva de uns conhecidos gays que eu tenho.Chega a irritar,essa preocupação doentia com a velhice.No caso, Max fez o link perfeito entre a preocupação com a velhice dos gays e a das mulheres.Pq será que homem hetero não sofre tanto com essa cobrança pela juventude?Fica a pergunta no ar!!!

  20. Adorei o post, os comentários, mesmo os argumentos mais absurdos trouxeram questões interessantíssimas… Adorei a figura do filme Uma Linda Mulher pq é bem assim mesmo, o casamento se torna uma forma de satisfação de felicidade, vê se pode?

  21. Parece que minha sugestão de post foi aceita e, como imaginei, dando o que falar, né Max?Quando eu era solteiro e bem mais novo, sempre gostei de pegar caras mais velhos, ainda os acho uma delícia.Além disso, sempre achei os mais novos sem nada na cabeça para algum tipo de compromisso, já que eu pensava nesse tipo de relacionamento.Mas não mandamos no coração e, no final, acabei mesmo casando com alguém mais novo do que eu,mas que tinha uma cabeça/pensamento da minha faixa etária.No início eu nem quis ficar com ele justamente por ele ser mais novo, só que ele tinha o mesmo gosto que eu – gostava de caras mais velhos.Então percebi que não adiantava lutar contra.Agora,vários anos depois,vejo que foi uma decisão acertada.Aliás, casamento, hétero ou gay, é sorte mesmo.E que seja eterno enquanto dure.Como diz o Papa Francisco, quem sou eu para julgar, se vai durar um mês ou um ano?O meu já vai fazer 10 e, pelo visto, com folego para mais 10 anos.Mas pode acabar amanhã,porém não vou sofrer pensando nisso.Só fico triste mesmo pelos gays novinhos que perdem tantos anos preciosos apenas pensando que vão ficar velhos e a vida vai terminar aos 25,30 anos.Engraçado que,ao mesmo tempo, eu e meu companheiro percebemos que chamamos muito a atenção dessas mesmas pessoas.É aquela história,querem o doce, mas tem medo de trabalhar para comprá-lo…

  22. Vídeo da ruivinha da Pvt pagando boquetão pra varios!
    Pvt que não foi Pvt né.
    Conhecida também como ruivinha do maria horta.

  23. Eu sempre gostei de homens mais velhos, e meu primeiro namorado tinha exatamente o dobro da minha idade – eu com 26 ele com 52. Todo mundo achava que eu era michê, que ele me bancava, e era quase o contrário. Foi meu primeiro relacionamento sério, ficamos 3 anos juntos, e quando acabou até tentei ficar com carinhas mais novos, mas não rolou. Meu namorado atual tem 10 anos a mais que eu, e estamos juntos há 6 anos. As vezes fico pensando que se entrar num outro relacionamento seguindo a progressão geométrica ele terá 90 anos hahaha Já fiquei com 60tões (Chat Uol é vida!), e foi muito bom, uma das melhores transas que já tive. Toda essa biografia pra dizer que nunca me preocupei em envelhecer, tem uma porrada de gente que curte caras mais velhos, então cada panela com sua(s) tampa(s), como dizia minha avó. Mas se vc vai pra Farme só tem as barbies bombadas e algumas já esticadas, botocadas e com sorrisos de coringas. Acho meio deprimente essa busca pela juventude, é deixar de viver o presente e ficar preso numa imagem falsa de si mesmo, achando que vai ter 20 anos pra sempre. Mas tudo te empurra pra querer ser belo, jovem, rico e bem sucedido, é preciso ser muito forte e autêntico pra não ir atrás de todo e qualquer modismo e propaganda.
    O bom disso tudo é que tem menos concorrência para os coroas:) Tem cada um tão lindo dando sopa… ai ai…

  24. Pessoas como eu que só transamos esporadicamente de forma homo a idade é um problema pois ninguem quer pegar um cara de 50 anos ou mais e quando fazem querem dinheiro, então eu imagino que deva ser difícil para um gay envelhecer e continuar pegando carinhas para fuderem gostoso, ultimamente não tenho dado o cu por não encontar que queira me fuder sem compromisso, e posso dizer que tenho o fisico em ordem e um cuzinho apertado, sedento por uma rola, se tiver alguem querendo fuder um coroa meu e-mail é olivcarlos26@yahoo.com

  25. Pior eu, que sou apenas ativo e sempre que conheço um cara ele fala que não rola de ter um lance sério comigo porque só daria certo se eu fosse versátil. Já estou desistindo, tenho 26 anos já. daqui a poko não arrumo ninguem. complicado demais isso…

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s