Homofobia na Calourada de Biologia


arraic3a1-da-bio

É complicado… estava planejando hoje fazer um BCG super engraçado, com situações atípicas que aconteceram na Calourada.

Mas parece que todo fucking ano eu tenho que me estressar com gente homofóbica nesse curso que, diga-se de passagem, é cheio de beesha omissa.

Ano passado foi a gordofobia que tive de impedir. Gritavam aos plenos pulmões termos ofensivos para as gordas presentes. Subi no palco, dei meu recado e desci.

Mas como gente escrota não tem limite, quando não conseguem cagar por um preconceito, vêem-se obrigados a procurar por outros. Dessa vez foi a homofobia: Foi entoado inúmeras vezes um maldito coro usando o nome de um aluno e o termo ‘viado’: ‘Fulano, viado’, como fazem em jogos de futebol quando querem denegrir alguém, sacam?

Sem contar a homofobia habitual que acontecia toda vez que um calouro do gênero masculino não conseguia beber a quantidade de doses de vodca barata que eles achavam “hétero o suficiente”.

Ou seja, sempre relacionando o “ser viado” com ser fraco e pouco respeitável.

0123]

Como assim? Que naturalização da homofobia é essa? Dentro da sua casa vendo seu futebol você pode chamar quem quiser de viado, mas num microfone, num local aberto dentro de uma universidade você deve o mínimo de respeito aos presentes.

Logicamente, me irritei com aquilo, porque eu não podia acreditar que um curso repleto de gays permitisse um tipo de comportamento tão execrável como aquele em cima do palco.

Inicialmente eles pararam, mas foi o tempo de 30 segundos que eu saí para pegar uma cerveja, que consegui ouvir de lá do balcão o mesmo coro.

Voltei no ódio

Voltei no ódio

E aí eu te pergunto: Coincidentemente, o fulano que foi chamado de viado também é negro, e se em vez de gritar “fulano, viado”, gritassem “fulano, macaco”? SERÁ que a resposta do público seria a mesma? Ambos são animais, não são?

Eu te respondo: NÃO, não seria! A população jovem desse país aprendeu a pelo menos não fazer o uso desse termo, enquanto a homofobia segue como um preconceito banal, “é comum xingar os outros de viado”, fui obrigado a ouvir de uma menina que tentava me acalmar… oi?

000003033

Mas é exatamente por ser comum que eu me incomodo, é exatamente por NINGUÉM se manifestar contra a desqualificação de toda uma classe, que se faz necessária uma intervenção nesses momentos.

E o pior, quando subi no palco para contar que segunda-feira irei à ouvidoria denunciar os responsáveis, tive de ouvir alguns gays me xingando de feminazi e vários outros nomes que não me cabem repetir.

Só que isso não me incomoda, eu sei quem é cada um, a vida vai tratar de tirar com lâmpada fluorescente esse sorriso debochado e conformista das suas caras. Mas independente disso, vou continuar lutando pelo respeito que vocês, apesar de não merecerem, vão se aproveitar.

0164564

Lembrem-se, o silêncio e a omissão também são formas de violência.

26 comentários sobre “Homofobia na Calourada de Biologia

  1. Mentira que esses desgraçados impediram o retorno do BCG … MENTIRA! As beeshas leitoras deveriam fazer um motim e ir atrás de cada um!

  2. Concordo plenamente com você Max, no meu antigo trabalho tinha uma “menina” em que todas as vezes que falava do ex namorado se referia como aquele “viadinho”, somente pelo fato do rapaz ser cuidadoso com aparência e é claro também por ele ter terminado com ela no auge da paixão(paixão por parte dela , é claro),havia 2 gays assumidos no trabalho, um dava mais a cara a tapa(euzinha) e uma outra que fazia a Gianechini (aquela que todas sabem , mais fica muda).E por incrível que pareça, ela era amiga da enrustida, aquilo me subia o sangue, e o bate boca era inevitável(sempre dando o jeito de sambar na cara da preconceituosa, é claro), quando a tpm passava, ela vinha com o discurso que “não tinha nada contra gay”, dai começava o bate boca novamente, é claro até pq besha que é besha não baixa a cabeça para preconceito que vem em forma de “brincadeira. Mas o melhor de tudo é saber que esse rapaz que terminou com ela, está com outra menina lindíssima que tem um amigo gay e que troca declaração de amor com o amigo para TODOS VÊEM.

  3. ai me deu até um ódio qnd eu li q a menina disse que era “normal chamar os outros de viado” homofobia ta mto banalizada nesse país, pior, é que tem gays que se conformam, ridículo

  4. Max, não me bate. Mas quando a guria disse que é normal, é porque é.

    Vou explicar. Aqui na minha rua, sempre escuto as crianças – CRIANÇAS – chamando uma às outras de viado como se fosse um cumprimento mesmo. Como “cara”, “colega”. Não sei se há homofobia quando elas falam. Se há, os pais não estão nem aí para fazê-los entender e respeitar as diferenças.

    Creio que esses marmanjos aí dificilmente vão parar de se expressar dessa maneira. Mesmo os que ainda moram em Nárnia. A não ser, é claro, que alguma parte sensível deles seja afetada, como o bolso num ótimo processo.

    Bem, é isso. Acredito que para no futuro não ter outros falando essas mesmas coisas, é bom começar a cuidar desde criança.

    Abraço!

    • Pois é, eu pensei nessa expressão idiomática, mas no caso dela não é homofobia, tem raíz homofóbica, mas não é homofobia direta. O que eles faziam era usar o termo para desqualificar os calouros que se mostravam fracos, não apenas para marcar a fala, e nesse caso é sim homofobia direta.

  5. Max ! Muito ofensivo esse termo. “Viado” . Como se todo ‘viado’ fosse coisa ruim ! E O pior de tudo, são certos gays que aceitão isso. Beijos Max i love you .

  6. Max concordo com a senhora e nao abro. Porem nao tente carregar o mundo com as costas, voce só vai adoecer e a comunidade gay que voce representa na maioria das vezes nem vale a pena defender (homofobiainterna)

  7. fico puto com essa coisa de viado pra lah… viado pra cah.. viadim… aff vei.. ainda mais esses novim malhado fdp. olha pra gente com cara de: EU PEGO MUITA MULHER E SOU GOSTOSO e vc eh é E-S-T-R-A-N-H-O(ñ te entendo). Um caso mesmo aconteceu cmg. Um krinha (o bonitao da sala conversava) mto na sala e o prof mando ele muda de lugar, para perto de mim. Dai ele disse alto com a sala em silencio: “VOU SENTAR AI NAO PRQ ESSE PESSOAL É MEIO ESTRANHO” insinuando coisas pra mim. todo mundo me olho fiquei maior sem graça. se fosse hj MANDAVA TOMAR NO CUUUUU. e deeetalhe. uma semana depois eu saindo do banheiro encontrei com ele no corredor sozinho. eu estava de oculos escuro. Me deu uma SECADA q NUNCA ninguem me deu na vida. Devia ter aproveitado e falado: Me acha estranho soh na frente dos outros neh? De onde eu venho isso se chama PAIXAO! axo ele lindo até hj.. mas um tremendo de um enrustido e preconceituoso. isso destrói qqr possibilidade de relação gay. mando beEEeeeeem MAX. Bota moral mesmo! Eles tem MACHISMO e nós INTELIGÊNCIA E ARGUMENTO!!

  8. fico puto com essa coisa de viado pra lah… viado pra cah.. viadim… aff vei.. ainda mais esses novim malhado fdp. olha pra gente com cara de: EU PEGO MUITA MULHER E SOU GOSTOSO e vc eh é E-S-T-R-A-N-H-O(ñ te entendo). Um caso mesmo aconteceu cmg. Um krinha (o bonitao da sala conversava) mto na sala e o prof mando ele muda de lugar, para perto de mim. Dai ele disse alto com a sala em silencio: “VOU SENTAR AI NAO PRQ ESSE PESSOAL É MEIO ESTRANHO” insinuando coisas pra mim. todo mundo me olho fiquei maior sem graça. se fosse hj MANDAVA TOMAR NO CUUUUU. e deeetalhe. uma semana depois eu saindo do banheiro encontrei com ele no corredor sozinho. eu estava de oculos escuro. Me deu uma SECADA q NUNCA ninguem me deu na vida. Devia ter aproveitado e falado: Me acha estranho soh na frente dos outros neh? De onde eu venho isso se chama PAIXAO! axo ele lindo até hj.. mas um tremendo de um enrustido e preconceituoso. isso destrói qqr possibilidade de relação gay. mando beEEeeeeem MAX. Bota moral mesmo! Eles tem MACHISMO e nós INTELIGÊNCIA E ARGUMENTO!!

  9. “E aí eu te pergunto: Coincidentemente, o fulano que foi chamado de viado também é negro, e se em vez de gritar “fulano, viado”, gritassem “fulano, macaco”? SERÁ que a resposta do público seria a mesma? Ambos são animais, não são?”

    Exatamente. O termo ‘viado’, infelizmente, já está enraizado como algo que pode ser levado na ‘brincadeira’, que dependendo do lugar onde é falado e como é falado, pode escapar de ser considerado um termo que caracteriza uma atitude homofóbica. como se não ofendesse. Ah, aquele ‘viadinho…’, mas vai chamar ‘ah, aquele ‘macaquinho…’? E algo que eu sempre me perguntei: porque héteros adoram chamar os colegas héteros de viado? Seria para inferiorizar o amigo em dada situação?

    • É para reafirmar a própria sexualidade e masculinidade hegemônica, ainda mais sendo essa masculinidade inalcançável, precisa ser o tempo todo reiterada no discurso, mais que nas atitudes.

  10. Max realmente é muito complicado lutar contra a homotrasnfobia neste país. Os nossos opositores conseguiram propagar direitinho nas mentes de muitas pessoas ( Inclusive um grande número de GLBTTs) que ser homossexual é ser sempre motivo de chacota e desqualificação. Tudo isso misturado a boas doses de conformismo, covardia e completo desinteresse de querer desaprender, o que nos foi erradamente ensinados desde pequenos , só podia nos
    proporcionar este verdadeiro show de horrores e mal exemplos..

    Foi um prazer em ler seu texto, conte comigo. Bjão.

  11. Orgulhosa de saber que há jovens proeminentes, coerentes e verdadeiramente observador@s crític@s dessa sociedade da qual oriund@s. Parabéns, Max! Saiba que existem milhões de pessoas em todo o planeta que coadunam das mesmas opiniões e lutas ativistas. Um abraço amazônico do tamanho dessa infinita e saudável diversidade nossa de cada dia.

  12. Triste saber que o BCG não mais ocorrerá. Lembro-me que o primeiro post que li deste site foi o BCG edição porradeiro no brejo. Nunca havia rido tanto, kkkkk…

    Enfim, a vida continua e eu aqui feliz por saber que existem bees lindas e maravilhosas como você Max.

    Beijos de Roraima :-*

    • Talvez um dia eu escreva BCG’s de novo e tal, mas só se acontecer algo bem bafoento mesmo, pra provocar os viados que me chamam de mentiroso.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s