E você tem coragem de me dizer que ir para a rua não dá nada…


No Estadão de hoje:

ACABÁ COM A CURA GAY

 

Ainda não terminou, mas já nos fizemos ouvir. Agora eles estão tentando dar o jeito deles lá para acabar com essa aberração. A tendencia era essa merda ser aprovada por questões políticas, para manter acordos, etc. Mas agora eles percebem que aprovar, vai sujar mais o nome deles e pôr em risco a carreira política (e é isso mesmo que tem que acontecer, eles tem que governar para nós, temendo a nós que mantemos eles lá no poder). Leiamos outro trecho da matéria:

Ao acelerar a conclusão da votação, o peemedebista acredita que diminuirá a exposição da Casa em um momento em que os parlamentares são alvo de protestos em quase todo o País. “Essa proposta é um absurdo. Discriminatória e preconceituosa. Ela não pode ficar aí pairando, gerando desgastes e a serviço de campanhas”, disse Henrique Alves ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. “Acredito que ela seja derrotada no plenário”, acrescentou. Segundo ele, até terça-feira (25) deverá ter uma resposta se poderá ou não encaminhar a votação direto ao plenário.

Viu?

4 comentários sobre “E você tem coragem de me dizer que ir para a rua não dá nada…

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s