Somos todos marcianos


Como se não bastasse o Marcelo Antony ter defendido a proibição do beijo gay na TV, usando o argumento de que 80% dos telespectadores são humildes e sem instrução, e por isso seriam incapazes de compreender um beijo gay. Ou seja, chamou a população brasileira de estúpida e quadrada.

Agora ele me veio com essa:

afeminado 1 afeminado 2

ai eca

Que nojo, QUE NOJO que eu tô desse cara falando. merda. pra caralho. Qual a relação entre um gay masculinizado e a seriedade do papel?  Agora gays afeminados não podem ser pessoas sérias?

Estou por conta do cacete já com essa máxima do “vamos fazer um gay com mais seriedade” para falar de fazer personagem masculino. Como se bicha afeminada fosse piada apenas por ser o que é.

Aliás, qual é essa medida de feminilidade ideal? Porque até agora se eu vi 5 gays completamente masculinizados foi muito, o resto todo dá algum tipo de pinta.

Por que? Porque existe de um tudo no meio gay, assim como existe de um tudo em todos os meios. Tentar separar isso no grupo “dos afeminados que só servem pra fazer piada” e o “grupo dos gays sérios, discretos, que constituem família e são normais” é ridículo e contraproducente.

Qual gay vocês acham que a sociedade vai escolher pra respeitar e qual vai rechaçar?

A gente sabe que não vai ser assim

A gente sabe que não vai ser assim

E ele já está igualzinho aqueles viados homofóbicos:

afeminado 3

Sempre FUGINDO do estereótipo, ‘ele dá um pouquinho só de pinta, não pode ser catalogado como a pintosa que a gente está evitando para representar o personagem com seriedade. Ser bicha e mulher é ruim, deve ser evitado, porque homem não precisa ser afeminado pra ser gay’… o meu rabo pra tudo isso.

Cada um precisa ser o que acha que deve ser, e merece respeito por isso.

Perceberam então, né? Ou você é o homem que as pessoas falam “Caramba, não sabia que ele era gay” (elogiando, lógico, que nem falei nesse post. Porque não parecer gay é uma coisa maravilhosa) ou você é marciano.

tumblr_lrf6tzx7PR1r31qlco1_500

Tenho orgulho de ser marciano,  seus seres inferiores.

E se acha que eu estou exagerando, me mostra um personagem afeminado que foi tratado com seriedade nas novelas da Globo que calo minha boca.

Até mesmo aquele cabeleireiro que o Paulo Gustavo fez, era apenas um stand-up comedy móvel. A única cena séria dele foi no final quando ela se despede, e mesmo assim ele fez uma piadinha.

54 comentários sobre “Somos todos marcianos

  1. Eu concordo com ele que a maior parte da população brasileira é facilmente influenciável, mas não que um papel gay com beijo interfira de forma negativa na vida delas.

    Outro ponto: a novela salve jorge teve o pior ibope de todas as novelas das 21h por causa de preconceito (religioso).
    ACEITE. Você está num país onde o que manda é o protestantismo.
    Fazer algo que incomode um grupo tão relevante financeiramente como este pode ser um tiro no pé.
    Além do mais, eu também sou um pouco preconceituoso, mas não vou falar disso porque já namorei um cara afeminado.

    • ah tá, então você concorda que deve sim representar afeminado sempre como piada e discreto como o certo e o correto? Me poupe!

      É muito fácil representar um afeminado sério sem ofender os protestantes.

      • Eu discordo dele quanto a isso de que afeminado tem que ser piada. Mas é fato que a TV usou e ainda usa essa imagem de piada.

      • Max, infelizmente ele está falando o que a maioria das pessoas acham e aprovam. É errado, nojento e preconceituoso? Sim. Mas é a realidade. Temos que mudar isso? Sim. Mas isso vai demorar muito ainda…

        • Não concordo mesmo, senta numa sala de aula comigo que você vai ver todos os héteros calados pra ouvir a bicha afeminada aqui falar. Respeito se conquista com o cérebro, não com a aparência.

    • sobre o beijo, se a população se acostumou a almoçar vendo corpo sangrando na televisão, ela se acostuma com beijo gay sim, basta que se MOSTRE a porra do beijo. Quanto mais se esconde, mais tabu vai permanecer.

      Nós mesmos, os gays, quando fomos numa boate pela primeira vez achamos estranho um beijo gay. O que foi preciso pra aceitar? VER mais gays se beijando.

      • Existe uma polêmica sobre o que vou falar agora, e acho que você até já comentou sobre isso aqui no blog:
        Héteros já estão saturados de assuntos gays nesse ano.
        E gays acham que a visibilidade disso tudo que está acontecendo é importante.
        E os gays mais passivos (no sentido de engajamento) acham que devemos ir mais devagar, porque não queremos incomodar demais a parte dominante da sociedade (sim, são submissos à vontade da sociedade).
        Eu concordo com essa última postura porque no meu caso egoísta: pra mim tá tudo bom, meu semi-armário: todos sabem que sou gay, mas não vêem a homossexualidade em mim, me aceitam como um “”””””gay do bem””””””. Acho isso ridículo, mas é cômodo.

        E como eu disse no começo, as pessoas já estão se saturando de assuntos gays. Estamos dando pano para manga disso sobre ditadura gay.
        Leio muitos sites de notícias e os comentários sempre que tem “gay” no título é que tal jornal está compactuado com a ditadura gay ou algo do tipo.

        • Eu sou gay e estou saturado do assunto já. Veja a palavra gay em portais de notícia, conversas no Facebook e Twitter e já não quero nem ver o que estão discutindo. Cada um quer apresentar um motivo e nenhum dos lados está afim de aceitar a opinião do outro, mesmo que não concorde.

        • Sim, está havendo um bombardeio sobre temática gay. Mesmo quando é uma coisa que eu estou por fora, alguém chega me falando, principalmente no trabalho, muitas vezes falando para me provocar, mas eu quase sempre me recuso a opinar, pois já sei que qualquer fala minha será um estopim. Mas a discussão sobre homossexualidade é válida e faz parte do momento em que estamos vivendo, ao mesmo tempo que há pessoas muito preconceituosas, vira e mexe me surpreendo com a boa relação que muita gente que eu nem imaginava tem sobre o tema. Mesmo saturante (às vezes) acho que o mais interessante é que eu mesmo não sinto necessidade de intervir nas conversas, os próprios héteros tem refletido mais, pelo menos no meu meio.

        • Sim. O assunto está saturado. Mas quando Nelson Mandela estava lutando contra o Apartheid lá na África do Sul e não mudaria em nada a vida de ninguém, ele era notícia 24 horas por dia no mundo todo.
          Por que a gente teria que aceitar essa idéia de que as pessoas estão “saturadas”? Precisa de cota anual para tratar de assuntos envolvendo homossexualidade? Vai ser igual no quadro senhora dos absurdos, que ela diz que cada bairro pode ter no máximo 10 viados? Por que mais que isso não dá pra conviver?
          Essa idéia de que existe um limite saudável para se discutir algo é simplesmente a forma mais eufemística que já vi para se defender a censura abertamente.

          • a vida de ninguém no Brasil* pra deixar claro. Por que ele mudou a história de todo um continente ao exigir que os Negros fossem tratados tal como qualquer ser humano merece ser tratado.

    • E por favor, novela nenhuma de Glória Perez tem dado ibope. A trama foi confusa, cheia de falhas e com muitas atuações que não convenciam.
      Um preconceito religioso justificaria uma novela começar já com uma audiência ridícula. O caso é que mesmo quando os níveis de ibope estavam ridiculamente baixos pro horário, a audiência continuava caindo e cada novo gancho que a autora tentava criar rasgava ainda mais a trama.

  2. Acho importante sim que haja diversidade nas personalidades dos gays interpretados em novelas, pra mostrar que existem vários tipos de gays, assim como vários tipos de héteros, de mulheres, de homens, de negros… até hoje só tivemos os gays que no fim da novela se “transformaram” em héteros, mas a visão dele quanto ao assunto é totalmente preconceituosa e limitada, como você disse.

  3. Acho que a sociedade é muito “cheia de dedos” quando se trata da causa gay, ou seja, não existe problema nenhum por parte da mídia em mostrar morte, violência, nudez, mas quando se trata de homossexualidade, principalmente entre os homens, qualquer troca de afeto é ofensiva. Acredito que isso que influencie os atores em optar por não atuar de forma “caricata” (descordo deste termo), pois existe o medo de ficar marcado como “o gay”, o que é uma idiotice, pois esses estereUótipos, são ridículos e obsoletos. Tem muito hetero que dá pinta, assim como tem gay que não dá pinta, isso não classifica ninguém melhor, ou pior pela forma que anda, fala ou age, afinal não tem como criar classes com base em comportamentos das pessoas, sendo que cada um tem seu jeito de ser.
    Amém.

  4. É uma novela. A retratação do gay de uma forma tosca é uma das milhares de tosqueiras. Eu concordo com oq vc disse Max. Mas n há salvação pra essas produções. Um povo muda com a renovação da cultura. Essas novelas toscas são um reflexo do que o povo gosta: bastante tosqueira.

  5. Querem que a sociedade aceite o bjo gay??COLOCA A PORRA DO BJO GAY,QUE POR BEM OU POR MAL VÃO SE ACOSTUMAR…No reality a Fazenda de verão(RECORD) Teve varios bjs gays entre a Angelis e a Manu,é a record não passava na TV os bjs,so dava pra ver pela internet,no dia que eles transmitiram o bjo delas o ibope aumentou…Essa coisa de que bjo gay atrapalha alguma coisa numa novela ou em um programa e MENTIRA…As pessoas evoluiram muinto,tanto que a Angelis foi a primeira gay a ganhar um reality na record…Gays afeminados ou não,sao pessoas totalmente iguais…Afeminado ou não, os dois dão o cú.

  6. Tenho um ódio profundamente mortal quando falam dos gays ”afeminados” como se fossem palhaços/seres de outro planeta, as pessoas pensam que gay e dar pinda ft dar cu, e vai me desculpar por que não existe diferença nenhuma entre o ”discreto” e o ”afeminado” pq já disse é vou dizer again: É TUDO VIADO! meio beijo.

  7. Eu me pergunto somente uma coisa: O QUE A GLOBO VAI FAZER COM A SÉRIE REVANGE (que está bombando na audiência!) QUANDO O PERSONAGEM BRAÇO DIREITO DA EMILLY THORNE COMEÇAR A APARECER BEIJANDO/TREPANDO COM O “NAMORADO”?

    Será que vai haver cortes?

  8. Nem personagem afeminado, nem nenhum outro gay foi mostrado de uma forma legal pela globo.

    Sempre gay eunucos, assexuados. E, o mais engraçado, a maioria dos autores dessas novelas são bichas, todas pintosas.

    Quer mais feminino do que esse W. Carrasco?

  9. Pessoas, vejam, há um misto nesse assunto de “efeminado” que é preciso destrinchar. Muito do que reforça o preconceito contra o efeminado está ligado à afetação, ao pernosticismo, a aquilo que reforça a misoginia ( contra mulheres ) que é a futilidade. Eu tive ódio de um gay afetado e esnobe, mas o mesmo não se passa com gays efeminados porém menos fúteis. Resumindo, a “emulação” em um homem do comportamento “mulherzinha fútil” é que causa repulsa, não a delicadeza feminina. Infelizmente este estereótipo fútil é que está colado ao adjetivo “gay”.

  10. Toda pessoa faz algo fútil aos olhos de outra… A questão é que algumas pessoas tem mais ”aparência” fútil que outras. Eu por exemplo jogo video game e muita gente fala que é futilidade. por outro lado futilidade pra mim é futebol… não que as coisas sejam fúteis em si mesmas mas a percepção de cada um as fazem assim…

  11. Ele tem todo o direito de interpretar do jeito que ele quiser. Ele foi infeliz no comentário. Acho justo mostrar um gay menos estereotipado. E não continuar explorando a imagem do gay somente pintoso. Não sei nem se “pintoso” é a palavra certa.

    Se quisermos começar (começar ?) a nos ver com respeito, devemos aceitar que temos diversidade dentro da própria cultura gay.

    • Ninguém tá falando que não deve representar, o que se discute é a razão de se representar, nesse caso colocada como sinônimo de seriedade, sendo o oposto disso o palhaço.

  12. O que o Antony falou se reflete também entre muitos gays. Vindo dele nem pinicou meu cú, mas vejo os próprios gays segregarem os gays afeminados, e adoram falar que não dão pinta e o caralho, falam isso como se fosse um troféu, como se fosse mais bonito. Já ouvi milhares de vezes: “Sou gay, gosto de homem, mas não sou mulher”, ou vê uma gay folclórica e fala: “ain, gente, pode ser gay, mas não precisa ser bicha”. O que me deixa mais entristecido é quando os gays se acham mais superiores do que os outros por causa de um trejeito, quando pensa para si que a bichinha calça skiny, chapinha e voz nasal não a representa. Se hoje os gays podem fazer fila na porta da Move com cigarrinho no dedo, um baigon na mão e dar xauzinho pras tias que passam, é graças as gays folclóricas, elas é que realmente dão a cara a tapa.

  13. ai ai.. cansado dessa hipocrisia toda…. COMO SE ESSE ATOR DE MERD*** FOSSE UM EXEMPLO DE MASCULINIDADE NE….
    ta boooaaaa… esse rabo ja viu rola!

  14. chega de tratar bicha como estereotipo na tv….agora chegou a vez das discretas, acho digno, acho inovador, e realidade tbm. sou gay discreto, não dou pinta. Primeiro pq acho desnescessario, segundo pq gosto do respeito das outras pessoas, não que as afeminadas não sejam, mas é engraçado, é motivo sim de piada.


    • Você que é motivo de piada por pensar assim.

      Tenho pena de você por achar que vai ser mais respeitado por ser masculino, muita pena. A sociedade está pouco se lixando pro fato de você demonstrar que é gay ou não, ela vai te desrespeitar do mesmo jeito a partir do momento que você, mesmo macho, exercer a sua sexualidade execrável na frente dela. Nessas horas você será tão piada e tão desrespeitado quanto a pintosa que você critica.

      Impor respeito tem muito de respeitar os outros, de saber impor seu direito de resposta, de se informar para informar também os outros. É assim que você adquire respeito, com a admiração das pessoas pelo que você oferece de CONTEÚDO, não pelo número de coçadas no saco que você dá.

      Mas não te julgo, no fundo você é apenas um gay frágil e carente (e misógino), incapaz de se permitir transgredir porque não tem colhões pra bater de frente com quem não te aceita como você é. Com isso, a sua única saída é criar esse universo fantasioso no qual sua masculinidade é uma forma de se posicionar mais acima numa hierarquia, também fantasiosa, dentro do meio LGBT e da sociedade.

      Mas guess what? A sociedade não dá a mínima pro respeito que você oferece a ela não sendo pintosa, porque ela nunca vai aceitar o que você é (gay) e na primeira oportunidade vai jogar tudo isso na sua cara, estando ela cheia de barba ou de maquiagem da Avon.

      • Ai que ódio, tenho até vontade de excluir esses comentários, pra não submeter meus leitores a esse tipo de argumento escroto, misógino, machista, contraproducente.

    • haha vc que é burro… as pessoas só fingem te respeitar pq vc se esforça o maximo pra parecer um ‘ht’….
      acorda bixa burra… vc sofre o mesmo preconceito que as afeminadas sofrem, animal.
      .. vc pode ser o macho ALFA.. mas vc sendo GAY, vc sempre será a ”bicha”, o viadinho… e isso sempre sera um argumento pra algum preconceito..

      e MAX.. acho DIGNO vc excluir esses comentarios que cheira pior que fezes desses leitores de bosta, que cagam pela boca.

    • Falou! E ganhou meu asco também. Selo Feliciana pra você André Mattos. “Sou discretõ”, “sou respeitãdã”… Por causa de pessoas como você que o mundo está cheio de preconceitos, pois é isso que você é, um viado preconceituoso. Então você é mais um que ri da bichisse do outro? Ri pra tentar se esconder. Vou só reafirmar aqui o que meus colegas já escreveram: tenho repúdio a esse tipo de comentário, e saiba que fazendo essa discriminação você não se torna melhor, você só corrobora com o preconceito da sociedade e pare de se enganar, as mesmas pessoas que debocham das gays folclóricas debocham de você também.

  15. Não seria bissexual esse Eron? Mudou ou o Antony não sabe a diferença? Resta ver se nós, bissexuais, também seremos mal-representados. xD

  16. Não assisto novela mesmo, vou ler e estudar que é melhor, tenho um monte de artigos para escrever, bjussss…
    E pra senhora Max, um bjo grego, haha…

  17. BANDO DE VIADOS BURROS E ESQUECIDO ” CLODOALDO VALERIO O CRO, DE FINA ESTAMPA ERA O QUE, MACHÃO ???? ME POUPE EIN VCS ESTÃO EXIGENTE DE MAIS QUEREM GAZELAS EM TUDO QUANTO É NOVELA.

    • Ninguém aqui está dizendo que quer isto ou aquilo, o que estamos protestando é a quebra de estereótipos, e o Cro representou justamente o que estamos falando. Por que o Cro não podia ser sério? Tinha que ter aquele ar cômico? O que está em jogo não é ter uma gazela ou um boy-gay, mas sim que esta gazela também possa ser gazela, mas sem ser uma chacota nacional. Diga-se de passagem, o próprio Marcelo Serrado declarou que é contra o beijo gay na televisão, baixou a Cláudia Leitte nele e disse que ele não gostaria que a filha dele visse dois homens se beijando na televisão. Lindo, né?

  18. Eu acho que ele foi apenas infeliz com a palavra que usou,mas no contexto eu acredito que ele quis dizer que não veremos sempre o gay caricato e engraçadinho que sempre vemos nas novelas…

  19. Voltei das cinzas para dar um pitaco: infeliz a comparação dele, mas tem um certo fundo de verdade. Eu sei que a maioria amou, tanto que vai virar até filme (Por quê, Deus? Por quêêêê??????), mas na minha opinião aquele Crô de umas novelas atrás foi um mega desserviço à imagem dos gays, ao personificar um cúmulo do estereótipo que desde a época do homossexualismo e da transviadice não se via. E isso se aplica a um casal que teve com o Carlos Casagrande e o Sergio Abreu, se não me engano, em que os dois eram “másculos”, bonitos, ricos, sarados, inteligentes e não tinham absolutamente nenhum problema na vida.

    Prefiro ignorar deslizes de comparação como este do Anthony e me ater à capacidade do Walcyr Carrasco de grande novelista e romancista, de retratar um casal real. Nem caricato, nem utópico. Um misto dos dois extremos, dois seres humanos.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s