Isso é coisa de viado


VEADO-NO-LAGO

O quê?!

Sei que prometi postar amanhã, mas não resisti!

No post anterior eu disse que ia usar o resultado da enquete para fazer esse post. Mas vocês são maravilhosas demais, e o resultado foi melhor do que eu esperava.

As opiniões foram diversas nos comentários, e eu adorei a divisão de pensamentos que se formou:

  • Por um lado, o time das “respeite para ser respeitado”. Afirmam que o rapaz não é gay, que só mostra o quanto o preconceito da sociedade também nos afeta. Preconceito esse que nos faz determinar a homossexualidade do outro sem nem mesmo saber se ele sente atração pelo mesmo sexo;
  • E o outro, o time da pinta. Afirmam que o rapaz é gay sim, porque se comporta da maneira típica que os gays atléticos se comportam: Egocêntricos, exibidos e vaidosos.

Agora, será mesmo que hoje em dia ter um comportamento típico de gay é suficiente para afirmar categoricamente que alguém é homossexual?

Don't

Don’t

man-purpleNós vivemos num momento histórico no qual a sociedade também cobra dos homens que se tenha boa aparência. Claro que não chega nem aos pés do peso que as mulheres devem carregar, mas ainda sim muito maior que no passado.

Por esse motivo, eu acho um retrocesso determinar a sexualidade de alguém se baseando nesses detalhes (salvo em caso de brincadeira ou de pegação em ambiente HT, óbvio).

precPorque fazendo isso estamos alimentando o mesmo separatismo dos homofóbicos, que nos colocam, e tudo aquilo relacionado a nós, como diferentes, alijados da sociedade padrão com o nosso comportamento transgressor.

Quando nós retaliamos esse comportamento num homem hétero, estamos indo de encontro a tudo que pregamos como ideal de sociedade: o fim do preconceito.

E o que é preconceito?

Se “pré” significa “antes”, a gente pode dizer que pré-conceituar é determinar um conceito ANTES de conhecer o que se classifica.

E isso inclui também elogios, como quando você conhece aquela beesha super gente boa e fala que seu santo bateu com o dela, isso é preconceito.

Qué dizê, se a gente julga os héteros quem somos nós para reclamar quando eles nos julgam?

dedaca

heteroEnquanto ser considerado gay ainda for interpretado como uma ofensa para um hétero, nunca vamos conseguir que eles nos respeitem se agirmos da maneira como agimos no post anterior.

Sempre que eles permitem uma abertura para uma relação mais fraternal nós somos os primeiros a apontar o dedo e desconfiar da sexualidade deles.

Sem contar as que alimentam uma paixão secreta pelo hétero só porque no jogo do Flamengo ele deu um abraço nela na hora do gol. E juram de pé junto que o abraço foi com segundas intenções.

Assim não dá! (em todos os sentidos que o “dar” pode adquirir nessa expressão).

Amiga da galera

Amiga da galera

Deveríamos, o quanto antes, aprender com as mulheres. Elas se tocam, falam sobre seus corpos, ficam nuas na frente umas das outras, se comparam e ali edificam uma relação muito mais livre que a nossa, que mal permitimos que um homem hétero seja vaidoso ao ponto de se deixar admirar por outro homem.

E esse separatismo existe até nos elogios! Se um homem é sensível com sua namorada, é viado. Se entende de moda, é viado. Se admira no espelho, é viado. Se manja rola no banheirão, é viado… OPA! Nesse caso é viado mesmo.

Se repara no que os outros vestem, é viado… NÃO!

Aprendam, de uma vez por todas: Coisa de viado é dar o cu, o resto é preconceito.

é a lei

p.s.: Dar o cu foi licença poética, todo mundo aqui sabe que ser homossexual se refere apenas a se atrair pelo mesmo sexo, ponto.

37 comentários sobre “Isso é coisa de viado

  1. No outro post concordei que o cara é gay. Tenho sim certa dificuldade pra desvincular trejeitos e certas liberdades da homossexualidade. Isso, inclusive, já me fez sofrer de amor por um cara que era só carícias e amores comigo, mas que hoje está casado.

  2. Max, uma perguntinha pra você, que é o oráculo todo poderoso do lado bee da força: existe realmente viado ativo, ou é só lenda urbana?

  3. O post anterior era um divisor de opiniões, e mesmo eu concordando em parte com o texto atual, ainda continuo achando que ele é gay, é um pré-conceito, claro, mas se formos observar a sociedade atual esse tipo de comportamento não é o habitual, e duvido muito que um cara hétero fária isso com um desconhecido. A parte dele não se importar com a pergunta é normal, ele brincar também é normal, mas dar liberdade para o outro tocar, não é habitual. Desde cedo, somos treinados pela família que homem não pega em bunda de homem, e por aí vai, e mesmo que ele fosse um hétero moderninho, ainda assim acharia esse comportamento suspeito.
    Repito, é PRÉ-CONCEITO, mas quando vemos na rua um rapazinho magricelo com duas meninas, julgamos como:
    ( )pegador, ( )amigo de todo mundo, (x)viadinho.
    Ou quando um cara ama as musicas da Lady Gaga, Beyonce, Britney, e bla blá:
    ( ) bom gosto ( )moderno ( )viado.
    Infelizmente algumas atitudes são estereotipadas como de uma tribo, e vai demorar mais um pouco até que isso mude.

    • Duvida muito que um cara hétero faria. Você quer dizer então que toda e qualquer revolução sexual só foi/seria feita por gays?

      Acho que você tá usando seu avô como exemplo de hétero. Os héteros novinhos também se modernizaram, gatinha.

      • Protesto aceito. Entretanto ainda assim continuo desconhecendo atitudes heterossexuais tão moderninhas, (infelizmente), o máximo que já vi/li foi dois ‘héteros’ dando selinho em sinal de manifesto ou em filme.
        Continuo acreditando que a espécie vai evoluir muito, mas por enquanto continuo achando o bonitinho rabudo gay 😀
        Ah, eu não disse que toda revolução sexual foi feita por gays, até mesmo porque por volta dos anos 60/70 teve uma grande revolução, com a criação da pílula anticoncepcional que diga se de passagem não eram usadas por gays… (e nem é, que eu saiba…)

  4. “Sempre que eles permitem uma abertura para uma relação mais fraternal nós somos os primeiros a apontar o dedo e desconfiar da sexualidade deles.”

    Fatality !

  5. Max, sua antropóloga dos infernos. Eu já estava possesso no primeiro post achando que vc estava definindo o rapaz da bela bunda. Deixou isso beeeem a mostra. Parecia que estava dando a sua opinião. Parabéns por isso. Sua linda.

    • hahaha verdade. Mas usei o google tradutor francês-inglês e deu pra entender mais ou menos o que o texto falou sobre. Adorei 😀

  6. Porra max eu achei que vc foi sacana, deveria ter essa opção no post anterior: Talvez/Meu cooh eu lá sou fiscal de cu alheio? contanto que eu trepe não tem problema, fone:(11) 4574-**** para mais informações, atendemos 24h por dia. Confesso que votei no sim só por estranhar a abertura do ser humano sem orientação sexual definida, mas amai vc nos relembrar que só é gay quem gosta de homem.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s