Decifraram os buraqueiros!


Bicha, você é apertadinha?

Bicha, você é apertadinha?

Tô adorando esses estudos modernos sobre sexualidade, que em vez de procurar a naturalidade só no comportamento homossexual, passam a ver a sexualidade sob um ângulo mais amplo.

Vocês lembram do termo criado por uma leitora do blog para designar aqueles héteros que pegam beeshas de vez em quando: O Buraqueiro?

Pois é, um sociólogo determinou que a heterossexualidade não é natural, mas sim construída socialmente, porque desde pequenos somos condicionados a acreditar que só existe a possibilidade de se atrair por um sexo (de preferência o oposto).

Cata a matéria:

compulsoria

sexoua

E agora, o que a gente faz?

13mar2013---durante-sessao-da-comissao-de-direitos-humanos-da-camara-o-deputado-jair-bolsonaro-pp-rj-mostra-cartaz-a-manifestantes-onde-esta-escrito-queimar-rosca-todo-o-dia-a-primeira-sessao-da-1363205848541_615x300

Boa ideia!

1184478575_f (1)

Andrógina

Ele atribui essa determinação à maneira como somos criados, desde pequenos treinados a gostar do sexo oposto.

E eu digo que isso faz muito sentido. Toda vez que saio para beber nos finais de semana, devido à minha androginia recebo cantadas de homens heterossexuais, mas quando eles descobrem que não sou mulher perdem o interesse.

Mas será que aquele interesse inicial, que os fez chegar até mim para conversar, pode ser perdido, ou ele sim representa a verdadeira sexualidade das pessoas?

É um caso a se pensar, aliás, vou além e posso dizer que a homossexualidade também é influenciada por esse adestramento social.

Mal ela sabe que fiz meinha com o Júnior ontem hahaha

Mal ela sabe que fiz meinha com o Júnior

Quando estamos nos descobrindo, a gente tende a namorar pessoas do sexo oposto, mesmo percebendo que não gostamos. Isso demonstra a influência da sociedade na nossa ideia de “relacionamento ideal”. Percebemos que aquilo não nos agrada tanto, mas mesmo assim somos capazes de nos relacionar com o sexo oposto.

Entretanto, quando nos determinamos “gay”, tendemos a evitar o sexo oposto e negar qualquer possível desejo por ele… isso também não é um resultado da dicotomia da sexualidade, que nos obriga a escolher só um lado?

Sempre pensei nisso, mas toda vez que falava pras beeshas só faltava quebrarem a garrafa de cerveja na minha cabeça, tamanha a revolta por eu cogitar a possibilidade delas comerem buceta. Mas se o nosso sexo deixou há muito tempo de servir só para a reprodução, é de se esperar que a busca do prazer seja o ‘natural’, que reprodução seja apenas a consequência, não a finalidade do sexo.

Será que lá no fundo não somos TODOS bissexuais, em menor ou maior grau?

dont

Leia mais da matéria clicando AQUI

26 comentários sobre “Decifraram os buraqueiros!

  1. Se somos todos bi, o meu lado que sente atração por mulheres é microscópico! ahahahahhahah!

    É serio… Como relatado no texto, eu já tentei… mas não houve nada de reação em qualquer area minha, nem estimulo mental, nem físico, nem tampouco sentimento… nem pena eu tinha hahahaha! Um cubo de gelo e eu = a mesma coisa!

    E sempre foi assim… até onde consigo lembrar. Mesmo em minhas memórias picotadas de quando era bem, bem pequeno, eu já não era muito chegado nas meninas.

    Eu não sei o que é gostar de uma mulher. (Só para amizade rs)

    Só fui saber o que era “querer bem alguém” (no sentido romantico da coisa) quando me vi com um homem.

    Então acredito que assim como eu existam os casos de homens que não se veem de forma alguma com outro.

    E eu acho que esses buraqueiros são só bichas armarizadas gente, elas gostam de ficar em Nárnia e de se engananado, feito aquele povo do site que voce comentou lá dos héteros que tem tesão por pinto kkkkk “hetero?” oi?

    • Dave, buraqueiro existe sim e nao são bixas encubadas não amore. Que tem as encubadas, tem sim; mas tem muito hetero que pensa da seguinte forma: “fim de balada, to doido pra meter, nao achei mulher, então vai essa bixinha mesmo…”. E quer saber? A-do-ro.

      • bee bombadãn, a sra. é expert! Um buraqueiro é bom pra quebrar a rotina. Têm uns que pedem beijinho e tudo. Delícia. E fazem questão de afirmar de vez em quando que NÃO SÃO GAYS!

      • Como diria Nelson Rodrigues, confrange-me estar aqui novamente proclamando o óbvio, mas não existe hétero que come homem. Não existe. Acho, isso sim, que existe é um pacto silencioso de fantasias entre o cara que faz o número do hétero necessitado de sexo e o gay que deseja se imaginar comido por um hétero. É a junção da fome com a vontade de comer, literalmente.

      • Então tá bee bombadãn, homem com homem dá lobisomem! Logico que eu radicalizei ao afirmar a viadice dos buraqueiros, mas existe sim, ate hoje o pensamento machista e crianção de que “se eu comi, eu nao sou gay” aeuhauheuheaae!
        É assim que começa…

      • PS: Agora homem com homem então é bobagem.. é so descarga de tesão, não tem nada de gay nisso… weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee !!!!!!!!!!!!!!!!!!
        Me chame de gay recalcado, mas MACHOP que vai se aliviar com PICACHU é BUTTERFREE SIM!!! uaehuah!

  2. Dizem várias doutrinas espiritualistas, inclusive os espíritas, que a energia sexual está presente em todas as atividades animais que requerem interação com outros indivíduos, indistintamente homens e mulheres, e faz o papel oposto do sentimento de individualização do ser proposto pelo nosso lado espiritual.

    A energia sexual, presente no nosso lado animal, faz-nos sentir a necessidade do outro para todas as atividades de que este lado participa. O espírito de coletividade do lado espiritual é lentamente desenvolvido com a ajuda da energia sexual, e acaba ao longa das encarnações criando laços permanentes e desenvolvendo a moral do espírito.

    Como exemplo temos as ligações consanguíneas, que se dão através de energia sexual mesmo que não percebamos. Estamos ligados, pelo menos, de forma animal aos nossos familiares. É uma forma diferente de se usar a energia sexual, mas ela está presente ali também.

  3. Fiquei pensando aqui na hipótese da bissexualidade. Eu já tive experiências e, sinceramente, prazer sexual aconteceu. Então acredito sim que exista um lado bi na gente. Agora, quando se trata de afetividade, não rola.
    Não rola, pois, lembro que desde criança eu (bichinha evangélica do caralho) tentava incentivar meu cérebro a se apaixonar por uma menina. Mas no fim das contas, quando dormia, sonhava era com um feioso cdf da minha turma da 1ªsérie.
    Voltando ao lado sexual da coisa, tem um exceção. Sexo oral em mulher, nunca, nem morto. E esse nojinho, não sei se é da minha sexualidade não. Sempre tive.

      • Uma amiga minha tem nojo da própria coisa dela. Uma vez conversando sobre a a transa dela com o namorado ela me disse que, se ele chupá-la, ela não beija na boca dele.

  4. Falei aqui como se não tivesse desde sempre minha sexualidade.
    Mas quis dizer que isso já é uma coisa estranha que eu sempre sempre, pois acho muito feia a vagina. Sei lá.
    rsrs

  5. Talvez fosse eu um buraqueiro aquela época que transei com mulher. O medo da minha sexualidade pode ter me levado a isso.

    Fiquei confuso agora.

    • Ai Victor, AI VICTOR, você me dá no saco de vez em quando, pára de se apegar aos detalhes, todo mundo sabe que são apenas recursos literários, o Babado Certo não é um periódico científico.

  6. Antigamente para um homem ser heterossexual,ele deveria gostar de MULHER.Hoje em dia,com essa modernidade,o cara pode sair com homem,comer homem,da a bunda,chupa pau,mas nao é GAY,KKKKK.Tenho pena desses gays,que acham que se relacionam com heteros.

    Heterossexualidade refere-se a atracção sexual e/ou romântica entre indivíduos de sexos opostos, e é considerada a mais comum orientação sexual nos seres humanos. A utilização corrente do termo tem as suas raízes na abrangente tradição da taxonomia da personalidade no século XIX. Esta continuou a influenciar o desenvolvimento do conceito moderno de orientação sexual, sendo associada ao amor romântico e identidade sexual adicionalmente ao seu exclusivo significado sexual.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s