Habemus Papam!


Uhull! O Papa foi escolhidoãm, ele é latino-americano, gentchy como a gentchNÃO!

amoreco

in odio habere

Ainda habemus homofobia.

Pra vocês que estão comemorando a escolha de um papa argentino, formado em Farmácia, que vive humildemente, anda de metrô e cozinha sua própria comida.

Apenas leiam isso:

papa 1

E isso:

papa 2

Então, lindonas, não se iludam, o fruto nunca cai muito longe da árvore, mesmo que essa árvore esteja do outro lado do Oceano Atlântico.

Fonte: Paulopes e Bol (também me choquei ao saber que esse site ainda existe)

55 comentários sobre “Habemus Papam!

  1. Os papas, padres, bispos adoram criticar os gays. Sendo que durante a escola para virar padre é um festival de troca troca. E isso não é coisa da minha cabeça, nem fantasia. Conheço um cara daqui de Guarapari que foi morar em BH pra estudar para padre lá… Ele conta cada coisa.. É não duvido não. Até mesmo pela necessidade que o corpo tem…

    • Toda beesha conhece um boy que veio estudar pra ser padre e conta essas histórias. É praticamente uma lenda urbana já, junto com a história do boy lindo com pau de 23 centímetros.

      • Mas não é lenda urbana não. Hehehehe.
        Eu conheço mil beeeschas que estudaram pra serem padres. Todas passivíssimas.
        Bando de chuparinas. kkkkkkkk
        Juro! Váaaarias.

        A única que conheço que se diz ativa era da igreja anglicana (é reverendo que chamam?).
        bjuh Max.

        Parabéns pela rapidez na postagem.

        • Obrigado, querido, e ainda vai ter outra sobre como isso afeta nossas vidas, porque não estou aguentando mais esses viados alineados dizendo que isso não muda nada na vida deles.

        • sobre ser lenda urbana, foi piada, eu também conheço beesha padre hahaha, quando eu era adolescente ele queria convencer minha mãe a me colocar pra estudar lá também, por sorte meus pais são ateus hahaha

          • SEM CONTAR NAO SOH EM IGREJAS, MAS SIM EM EXERCITO E OUTROS.
            AS GAYS DO , O 38BI DE VILA VELHA K O DIGAM ;))

          • q sorte a sua de ter pais ateus. vc tem irmãos héterossexuais tbm? prq ai ia ser mais tranquilo ainda. imagina um filho só gay. eles ia por pressão pra ter neto.

    • No meu curso eu conheço 2 que iam por esse mesmo caminho, e hoje “viram o c* e pede dedinho”, como diria Valesca Lispector rsrsrs…

      Ahh é, tive um professor no 1º período na mesma situação…

  2. Normal! conheço inumeros padres GAY kkk e te contar bem passivaaaas… Melhos deixar para lá néhh…Atá e eles me falaram que no nosso brasil 99% dos padres fazem parte do grupo gay, Bi ou é simpatizante. Fonte Confiavel.

    • É lógico, gente, mais que claro que não existe um homem heterossexual em sã consciência que vá abdicar de comer centenas de bucetas para viver essa vida desgraçada de celibato. Só gay encubado mesmo pra aturar isso.

      • Ae sai de casa, a mãe e o pai achando que o filho ta sendo o orgunho mas por de baixo do pano kkkkkk ta sendo o almoço e a janta de muitos lá que estavam em jejum….kkkkk Ops! acho que exagerei..

          • Eles aproveitam que a igreja catolica banca tudo ae vai ser padre….fica bem de vida, com curso superior, enfim nada vai mudar vai ser sempre assim. Como ja diz minha mãe primeiro agente resolve o problea de casa para depois resolver o problema dos outros…Eles tão fazendo o contrario por isso nunca vão conseguir a tão esperarada adoração de todos….

      • Mas ele não abrem mão não, experimentam os bibils novinhos dos coroinhas. Que nojo do que acabo de escrever.
        rsrsrs

      • Tenho que discordar que 99% dos padres sejam gays, é preconceito também da sociedade pensar dessa maneira. Da mesma forma que existem padres gays, existem héteros e existem também os indefinidos, que preferiram optar pela eterna dúvida. Podem acreditar, ainda existem pessoas que pensam no próximo de maneira respeitosa em busca de um futuro melhor. O mundo não é só putaria, não julguem todos pelos atos de alguns. Isso também é hipocrisia.

          • Ah Max, isso não justifica.. é por essa e outras que tenho me afastado p não ter que descer do salto e dar na cara de umas gays de vitorinha. A gnt tenta ser simpático e educado e elas já saem aumentando, dizendo que estamos dando em cima, dando mole e etc.. independente se a gnt tem ou não namorado, elas adoram exagerar sem medir consequências.

        • Oi? Gato hipocrisia é fingir pensar de alguma forma, gostar de alguma coisa que não é coerente com a sua personalidade. Se não sabe o que é, não use a palavra.

          • Tmb acho, distorceu o contexto da discussão. Não entendi o porquê desse papinho de namorado e de dar em cima. Lembre-me agora de um post seu sobre pedância Max. Bjuhs.rs

  3. Ei! Lembrei duma coisa:

    Fui criado numa família católica (meu cú), mas nunca curti a igreja católica (era uma beeeschinha complexada protestante, mas Deus me libertou da igreja).
    Quando mamis e titia me levavam para a Capela de perto de casa eu sempre me imaginei pegando um padre, só pela prazer do desfrute, do pecado de converter o carinha que lia latim na missa.

    Eu sou o único que tinha esse fetiche herege?

  4. Ainda bem que o papa nao foi um brasileiro. A influência seria mais forte contra uma possível aprovação do casamento civil homossexual.

  5. Eu visitei ( e dormi por uma noite ) em um seminário em Campinas-SP. A quantidade de bichas pintosas era impressionante, mas diante das visitas tinham um certo decoro. Meu anfitrião contudo ( seminarista) era hetero e possuia uma montanha de revistas porno no armário. Ele me confessou que dificilmente um seminarista passa sem sexo, qualquer que seja sua orientação sexual, e o seminário sempre foi fuga para interioranos pobres que não teriam para onde ir e buscar liberdade. Parece uma contradição, mas um seminário é uma verdadeira putaria disfarçada. Não acreditem nestes padres galãs. Por trás disso tem serviços sexuais, jogo de poder, dinheiro e chantagem.

  6. A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE NO RIO DE JANEIRO VAI SER UMA FERVEÇÃOOO.. AMOOOOOOOOOO

  7. Quanto a preconceito, sim, um papa homofóbico é um problema.

    Quanto ao casamento civil, basta lembrar que igreja e estado são coisas diferentes (mesmo que difusas, como aqui) e que muitos países/estados católicos tem o casamento civil aprovado por lei, mesmo com a igreja fazendo biquinho.. 😉

  8. Comparada com outras religiões majoritárias no mundo, a igreja católica é um poço de tolerância (de fato, ela não faz mais do que falar etc, e, vamos combinar, ninguém é obrigado a concordar com tudo o que a gente quer, e jamais concordará). No islã, gays são condenados à morte (curiosamente, no Irã os transexuais não são considerados gays e o estado teocrático até paga a cirurgia; é o segundo país do mundo com mais transex, só atrás da Tailândia). Na África, então, nem se fala, aquilo é um inferno para gays, albinos, mulheres, héteros, para qualquer ser humano (especificamente sobre os gays, ver o caso de Uganda). Em Cuba, estado ateu (comunista), os gays eram presos e enviados para campos de trabalhos forçados só pelo crime de serem gays, isso até coisa de uns 30 anos atrás (e qual bicha esquerdista de faculdade de Humanas não tem uma camiseta com a foto do Che? Talk about irony!). Enfim, a igreja católica até que não é tão terrível. Apesar de achar religião um absurdo, eu tenho até simpatia pela igreja católica, só pela arquitetura das catedrais, pelas obras de arte, etc…

    • Pois victor a questão levantada aqui até agora não contra a igreja catolica pois para mim perante seus fiéis e a vida social brasileira não gera nenhuma influência por ser tão liberal..oque mais pegou aqui é o fato dos padres serem gays e depois cobrarem e ainda pregarem oque não vive..entendes…e uma coisa muito engraçada pois todos os padres tem que cursar filosófia para então virar padre…que louco né…Até parece uma sacanagem…

    • Odeio essas comparações com outras religiões extremistas a fim de tentar diminuir a culpa da Igreja Católica no cartório. A pressão psicológica e lavagem cerebral que o Cristianismo promove é pior que qualquer morte ou enforcamento de gay que existe nas outras religiões, porque enquanto esses últimos são claramente abomináveis e chocam o mundo, a igreja católica invade nossos valores, entra na nossa casa, na cabeça da nossa família e retroalimenta o lado “louvável” das manifestações homofóbicas, sem que ninguém perceba que é virtualmente a MESMA coisa, só que sob uma perspectiva diferente.

      Violência psicológica não é menos agressiva que violência física não

      • Eu vou considerar que você se expressou mal, Max. Não faz o menor sentido você dizer que a “pressão psicológica” do cristianismo é “pior do que qualquer morte ou enforcamento de gay”. Isso, sim, seria “tentar diminuir a culpa [da tirania] no cartório”. Sinceramente, não sei se sou sou eu, mas eu não me sinto nem um pouco “pressionado pelo cristianismo”. Um cara educado e escolarizado como você, de fato, não é pressionado por nada, porque você, eu, e quem quiser ler e estudar, tem as ferramentas para se libertar disso que você chama de pressão. Eu acho que eu fico parecendo chato com os meus comentários na maior parte das vezes, mas é que eu fico se entender nada quando vejo essa ira da militância gay, que, francamente, não condiz com a disposição de caráter ma maioria dos gays, muito mais conciliadores e razoáveis. O sentimento é de que uma minoria extremista sequestrou a minha voz. Veja bem, qual o problema em a igreja agir e falar como igreja? Eu não vejo nenhum, desde que ela não tenha poder de se meter na minha vida e que eu tenha o poder de agir e falar conforme eu penso. O único problema que eu vejo atualmente no Brasil em relação às igrejas e a quantidade absurda de concessões de rádio e TV que elas têm, fora isso não me importa o que elas pensam de mim, do meu modo de vida, da minha sexualidade – eu tô cagando! Agora, quando uma militância decide que não basta conseguir direitos para os seus “representados” (digamos assim) com base nos méritos das suas reinvindicações, que além disso ela tem de convencer o mundo da beleza e da justiça da sua causa… aí me dá preguiça! Me dá preguiça ver gays pregando mais do que pastores. Eu fico pensando o que um Oscar Wilde, um Jean Genet diria dos gays de hoje, se levando tão a sério, convertidos moralistas de uma nova moral…. Eu não quero converter os gentios católicos à minha causa, eu só quero liberdade, e isso, vamos combinar, nós já temos. Até a questão do casamento é um “figment”, como dizem os ingleses, uma fantasia para mobilizar “a causa” – a maioria dos gays caga e anda para casamento, e os que têm vocação para Amélia tem à disposição a união civil, com os mesmos direitos, e a possibilidade de adotar (há vários casais gays com filhos adotivos no Brasil). Eu acho que tem uma boa dose de estratégia de guerrilha ideológica nisso de acusar deus e o mundo de “homofobia”, “transfobia”, “lipofobia”… Comigo não cola, eu não tenho vocação para vítima.

        (P.S.: não foi um ataque, viu? Também não me incomoda que você pense diferente de mim :). Daríamos ótimos debatedores de buteco haha)

      • Escrevi uma bula papal que sumiu kkk. Mandei e não publicou 😦 (tá certo que era enorme, deve ter dado pau no servidor lol) Mas deixa.

  9. Por isso digo, Movimento Gay é cristofóbico. Há gays que odeiam esse movimento gay, de tanta contradição. Só pelo fato de nos posicionarmos contra essa imundície, somos ameaçados de violência.

    Carecas do Brasil-ES

  10. Beesha fala mal até das beshas, imagina quando se trata da igreja que sempre se colocou contra os movimento homossexual.
    Ontem quando o novo papa foi apresentado logo as bee enlouqueceram metendo a lenha no papa por ser homofóbico, mas eu pergunto “bonitas, vocês esperavam mesmo um papa que apoiasse as causas homossexuais?” kkkkkkkkkkkk Francisco I irá lutar muito contra os gays, inclusive para uma reforma interna da igreja onde há vários escândalos envolvendo os padres, mas vamos largar de ser hipócritas também né viados e parar de pensar que todos padres são gays, pq essa não é a realidade.

    • Ninguém tava esperando que fosse a favor, estávamos esperando que fosse um papa mais jovem e moderno que pelo menos tentasse enganar o povo com essa nova igreja da libertação.

      Por mim levíticos tá ali e tá muito claro mesmo, maaaaaaaaaas, não custaria nada eles pregarem os mandamentos que prestam, em vez do ódio e a intolerância

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s