Como sambar na cara das recalcadas em três passos:


Passo 1: Cante com playback numa grande apresentação:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=w3aMUN76C0E]

Passo 2: Seja gongada pela mídia, tenha seu talento posto em xeque, mas admita o que fez:

play

Passo 3: Cante de novo, a mesma música. Mas dessa vez ao vivo e sem nenhum tratamento sonoro:

[youtube http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3_VkCmnAr4s]

Marília Gabriela, a Gaga faria isso?

gaga

22 comentários sobre “Como sambar na cara das recalcadas em três passos:

  1. no segundo vídeo, repara só na noticiazinha dishcreta embaixo: “owner of burned Brazil nightclub attempts suicide”. vish!

  2. Esse povo da mídia e os fãs de música pop em geral são muito baixos. A nega já cansou de provar que é ultra talentosa. Um show dessa mulher tem mais de 25 músicas, com ela cantando ao vivo e dançando loucamente em todas com pouquíssimos deslizes e vem nego ficar jogando pedra por conta de uma apresentação playback.
    Quando Madonna fez playback no superbowl do ano passado foi a mesma coisa. Como se a velha precisasse provar pro mundo que ainda é uma boa performer.
    Sério, eu adoro o mundo pop, mas tenho preguicinha dos fãs. Aliás, fãs de qualquer estilo são um porre.

    O jeito é amar o estilo e odiar as fandoms.

    • Não dizem que quando você faz tudo certo ninguém dá moral, mas basta você cometer um erro pra virar o centro das atenções?

  3. pra mim esse any question dela só reafirmou a falta de respeito dela em relação a gravidade da situação, é difícil para brasileiro entender, pois aqui 99,0% não sabem cantar o nosso hino, e ainda por cima aplaudem no final do mesmo. AFF

    • O any question foi uma resposta ao desrespeito da mídia, porque cantar hino com playback pelos motivos que ela citou é a coisa mais normal do mundo, todas as artistas fazem.

      • Eu sei, mas não aqui entre nós, você não achou esta desculpa um pouco esfarrapada? É lógico que ela é uma ótima artista desde os tempos de Destiny’s Child, têm um relacionamento longuíssimo, e isto já diz muito sobre o caráter de alguém. E lógico também que ela não está no patamar de outras artistas que não cantam nada e que SEMPRE fazem playback descaradamente e o mundo nem liga mais.
        Eu ainda sou antiguado em relação ao respeito cívico, e há momento onde é melhor declinar de um convite do que achar que vai fazer feio. Mas ela está com certeza perdoada, e gosto muito dela, e reconheço seu talento e versatilidade incomparáveis.

    • “[…] não existe nenhuma norma ou regra que proíba o aplauso depois que o hino for tocado. Tudo o que a legislação prevê sobre o assunto está escrito na Lei 5 700 de 1º de setembro de 1971. Ela traz uma recomendação bem genérica, instruindo que a apresentação dos símbolos do país – a bandeira, as armas nacionais e o hino – exigem “atitude respeitosa” dos cidadãos. “O aplauso é uma manifestação pública, não é uma falta de educação. Portanto, não há nada que impeça o público de aplaudir a execução do hino”, diz o advogado Orlando Celso Timponi, conselheiro e coordenador geral de protocolo do Ministério das Relações Exteriores. O que não é de bom-tom, ressalva o especialista, é zoar o hino – aí, sim, a atitude cai no desrespeito. Essa história de que não se pode aplaudir o hino ganhou força nas escolas. Atire a primeira pedra na bandeira quem nunca teve uma professora chata que brigava com quem batesse palmas depois do hino (e geralmente a gente batia só pra infernizar…). Hoje, apenas os mais tradicionais acham falta de educação aplaudir o hino – ainda assim, apenas nas cerimônias mais formais, como antes da entrega dos diplomas em uma formatura, por exemplo. Mas, na maioria dos encontros públicos, como shows, comícios e jogos de futebol, o público costuma se empolgar depois do “pátria amada, Brasil”. Pode bater palmas que tá liberado!”

      • Tão bonitinha, Patrícia sua linda, até pegou referência, pois é sou desses chatos que odeia quando aplaudem o hino, fica parecendo coisa de show, e este não é momento pra isto, a maioria que aplaude nem sabe a letra direito. Beijo pra tu.

        • Eu não gosto dessas regrinhas, as pessoas aplaudem quando se emocionam. Se o hino do país delas, mesmo fodido do jeito que está, causa esse sentimento, acho lindo que eles extravasem 🙂

          • A pessoa não precisa saber cantar o hino inteiro pra se emocionar, para ter “patriotismo”. Sempre aplaudo, poque pra mim é sinal de respeito. Pra mim o silêncio é que demonstra desrespeito, boicote. Tipo aquela pessoa que vai apresentar e não vamos com a cara, cruzamos os braços e viramos a cara.

  4. P.S.: nós os consumidores e mantenedores dos artistas não deveríamos aceitar jamais essa conduta de playback (alô Brit, Del Rey?). Cantora é para cantar, não é pra ser diva, ou rainha, ou qualquer coisa que o valha, nem pra ser dançarina, são duas coisas diferentes (Oi Madonna?). Quer danças e cantar? Então faça bem a primeira coisa pela qual você é conhecida. Se é cantora cante, se é dançarina dance.

    P.S.: conheço a trajetória de todas as artistas citadas, sou fã delas, mas não sou alienado, nem bobinho, verdade seja dita.

  5. Uma coisa é playback e outra é base pré-gravada.
    Beyoncé fez Base, há videos que mostra ela cantando por cima da base. Playback o artista apenas dubla, são coisas distintas.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s