Perguntas para sua tia homofóbica


tumblr_m8mtr9bOsP1r4xm08o1_r1_400

hahahaMuito se discute a influência da criação na homossexualidade (aviso logo que vou usar esse termo como sinônimo de comportamento homossexual, psicólogas chatas).

Quanto a isso a minha opinião sempre foi muito clara: Todo mundo nasce homossexual, o “tipo” de homossexual que você vai ser que será determinado pelo meio. Leia mais clicando AQUI.

Em tudo que o meio influencia existe um padrão de determinação, seja para diagnosticar depressão, esquizofrenia ou até mesmo para explicar porque você gosta mais do Botafogo em vez do Flamengo (isso vai ser o mais próximo de uma analogia hétero que esse blog vai chegar).

Untitled 2Quando falamos de homossexualidade esse padrão não existe. Esses dias peguei uns trabalhos do Frederick Witham para reler e fiquei chocada com o fato de nunca ter citado esse cara aqui no blog.

Pra quem não conhece, Witham é um sociólogo americano que viajou o mundo inteiro estudando o comportamento dos gays, principalmente o comportamento de pegação.

tumblr_mesf1tfl1H1qg9ipyo2_250Ele observou que tudo relacionado ao impulso sexual está alheio aos princípios da sociedade na qual o gay está inserido, que somente esse comportamento na hora do cruzo que é determinado pelo que ela padronizou.

Ou seja, a bicha criada a pão de ló na Praia do Canto pode ser tão bicha quanto à bicha criada num campo de concentração no Iraque.

Não existe um padrão de “criação” determinando um padrão de sexualidade, mas existe um padrão de criação determinando como o gay lida com e expressa essa sexualidade, entenderam?

Tá, Max, mas e eu com isso?

tumblr_inline_mglh4xa93k1qgz6un

A senhora já sabe que nasceu viadíssima, a historinha que eu vou contar abaixo é para sua tia homofóbica, que diz que gays só são gays porque foram influenciados pela sociedade, que não há nada de natural nisso.

eu_sou_surdo_voce_sou_mudo_camisetas-rb9c1962772754568bbf4495cae7b0847_8najz_512Uma leitora aqui do blog, amiga minha, descobriu recentemente que seu primo surdo (e mudo) se assumiu gay. Esse menino sempre foi criado no interiorzão do estado, nunca teve contato com a Língua de Sinais, não domina leitura labial, não assistia televisão, não tinha contato com outros surdos e nem sua própria mãe conseguia ter uma conversa de verdade com ele, devido a essa dificuldade de comunicação mesmo.

Ora, tia homofóbica, se esse menino nunca ouviu nem falou, nunca teve contato com a mídia satânica e tudo que aprendeu foi apenas através de observação:

  • Como pode ele hoje ser gay, se nem ao menos esteve com homossexuais ou presenciou demonstrações de afeto homossexual?
  • E mesmo se tivesse visto, como ele poderia ser influenciado pelos gays, se nunca lhe foi ensinado o que é ‘normal’ para diferenciar do ‘anormal’? Ou o livre-arbítrio é privilégio só de quem ouve?
  • Aliás, como ele aprenderia esse conceito se não tinha com quem se comunicar na sua região?
  • Se nunca lhe foi ensinado o normal, e dizem que todos nascem heterossexuais, mas é a sociedade que nos corrompe, ele não deveria, pela lógica, ser obrigatoriamente hétero?
  • Por fim, como se corrompe uma pessoa com a qual é impossível se comunicar?

Muitas perguntas, mas poucas respostas lógicas que consigam justificar o preconceito…

P.s.: Enquanto isso, que tal aprender um pouco de Libras?

tumblr_m85hehToty1qilpn2o1_500 (1)

10 comentários sobre “Perguntas para sua tia homofóbica

    • desculpe.. rss.. adorei seu post.. um excelente ponto de vista que devia ser observado nos estudos se homossexualidade vem de berço.

  1. Odeio fazer a chata, mas aquela foto não é de LIBRAS e sim ASL (Língua Americana de Sinais). Mas já gostei de aprender, pois se na comunidade surda brasileira já tem um monte de veeado babado, imagino que nos EUA deve ser uma delícia também.
    Do contato que tenho com os surdos, percebi que vale aprender LIBRAS. Umas gay surdas lindas, inteligentes, ricas, e muito unidas.
    Adoro seu posicionamentos.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s