Assim caminha a humanidade


Ando bastante decepcionado com várias coisas nesta cidade. Não me levem a mal, amo a cultura, a natureza e até algumas coisas da arquitetura local. Mas tem me cansado um certo pensamento atrasado de quem se recusa a crescer intelectualmente que reverbera na política e na convivência social. Já reparam como as pessoas daqui são grossas, egoístas e pouco civilizadas? Claro, existem lugares onde isso é pior, mas não vamos nos nivelar por baixo, né?

Pois o último refúgio da barbárie que eu julgava ser a Universidade Federal também mostra que a ignorância está presente onde menos esperamos. Por quê? Olha o cartaz que podia ser lido hoje no banheiro do  IC IV:

NOJO!

Para quem não sabe, o IC IV é o Centro de Educação da Ufes. Lá funciona um grupo de estudos sobre sexualidade e, por acaso, nesta semana abrigará os trabalhos de um Seminário de Direitos Humanos e Diversidade Sexual. Que ironia, não?

Agora responda: há esperança?

30 comentários sobre “Assim caminha a humanidade

  1. As vezes me parece que o que tem de bom na universidade não consegue sair e dialogar com a comunidade….agora o que é ruim lá de fora consegue entrar que é uma beleza.

  2. Apenas um lugar massificado de conhecimento, por sinal útil, mas que deveria ser assimilado a prática do dia a dia, ética, respeito…está em falta né?

  3. Cara, fora eu e outra menina aqui o pessoal todo do prédio é crente/evangélico e pasmem! Uma mulher que mora aqui não deixa o filho dela brincar na rua e suspeitamos que é pq o filho da vizinha sempre brinca a noite aqui fora e ele é da nossa gangue (if u know what i mean…) então achamos que é para ele não “se misturar”. Dá dó ouvir as bolinhas de gude do quarto dele brincando sozinho batendo aqui no teto :’x Ah tá, já citei que aqui em toda quadra há uma igreja (não é exagero, acreditem) e foi daqui que saiu aquele bloco dos cristãos querendo cagar a parada naquele dia. Me acordaram as 8 da matina fazendo auê e convocando os outro desoc, eita, crentes pra ir fazer volume na bosta. Moro aqui em gaivotas. Ouço o culto de graça e ainda escolho a igreja ❤

    • Parece q já está rolando boicote deles com a novela Salve Jorge, dizendo q vai entrar Ogum na casa dos intolerangélicos…

      Eu falo e o povo não acredita. Para os eles, Deus é capitalista … kkk…. E se for assim, o bispo Edy é um discípulo exemplar.
      Olha como o bispo foi oportuno neste boicote:

      ” O blog do bispo Edir Macedo também resolveu juntar forças contra a novela e convocou os fieis a assistirem a novela “Rei Davi” que está sendo reprisada pela Rede Record ao invés da novela da Globo transmitida no mesmo horário.

      “Quem é mais importante? Davi, o rei que agradou ao coração de Deus, ou Jorge, um deus pagão travestido de santo? Quem merece sua atenção? Quem é o verdadeiro exemplo?”.

      Gente, não é uma gracinha ? Devia ser o aluno nota 10

      • Bem capaz de ter boicote mesmo…na época da novela Porto dos milagres, a família dos meus colegas evangélicos só viam Café com aroma de mulher….

      • Pior que isso tá rolando mesmo… e infelizmente tá surtindo efeito, cata: http://ficaquietinho.com/salve-jorge-registra-2-pior-audiencia-na-historia-do-horario-nobre-da-globo

        Na boa, o pior de tudo é a hipocrisia da maioria (pq eu conheço uns crentes que se salvam). Tive que ouvir uma alienada dizendo que não votaria no Neucimar se existisse o “tal projeto do hospital gay” mesmo sendo crente. Antes de mim, um amigo disse: “Cuidado, sua mãe não pode ouvir isso, se não vai achar que você é lésbica”… (Inclusive moradora de Gayvotas Max, como ela batizou)

        • GAYVOTAS! Urinei gatorade frutas vermelhas. UHSAUHSAUHSAUHSUHSASAHUSAUHASUHASHU Se bem que eu nunca tinha parado pra reparar que realmente, ou isso é recalque ou tem muita viadan disfarçada de “hetera” aqui nessas bandas…

    • Eu venho reparando nos últimos anos uma evangelização de Vitoria e Vila Velha. Suspeito também que o Brasil inteiro esteja caminhando para se tornar uma nação evangélica. Saiu aí dados que já são 22% da população brasileira e não para de crescer. É assustador!!!

      Igrejas evangélicas tendem ao radicalismo e abdicamento do pensamento critico. Só reparar o tanto de intolerâncIa e desrespeito com outras religiões / minorias.

      A gente vê esses países do Oriente médio e se apavora com os costumes deles mas países como Irã e Afeganistão eram progressistas e parecidos com o Ocidente na época no inicio dos anos 70. Olha o que aconteceu com eles sendo governados por fanáticos religiosos.

      É devagar que a mudança acontece, quando a gente for se tocar… Edir Macedo é presidente.

      • O NEOPENTECOSTALISMO realmente me assusta.
        Quando vc fala p/ um europeu que aqui a igreja evangélica é mais intolerante que a católica eles até ficam surpresos, pois lá é justamente o contrário.

  4. Fico pasmo como pessoas que tem capacidade pra ”entrar” na UFES, não tem capacidade de abrir a mente e enchergar as evoluções…

  5. Duas lésbicas francesas se beijando na frente de senhoras católicas que manifestavam hoje contra o direito ao casamento e à adoção por homossexuais (que está sendo votado na França):

    Elas tavam passando pela manifestação, resolveram se beijar e a foto saiu em todos os jornais :). Reparem na cara das velhas hehe.

  6. Nossa que nojo…
    A propósito um menino acabou de postar no grupo de História da Ufes um ato homofóbico sofrido por ele HOJE em Vitória!

    vou copiar e colar:

    “Olá Pessoal,
    Venho aqui registrar que hoje (23/10/12) eu fui agredido dentro de um ônibus, o 161, que vai para Jardim Camburi. Era 08:30 quando entrei no ônibus e sentei ao lado de um cara, que por sinal era o único lugar vago.
    Chegando a JC, quando ele iria descer do ônibus, ele levantou e me deu dois chutes na perna e começou a gritar: “Seu viado. Ficou olhando pra mim. Toma vergonha nessa sua cara.” E continuou a me chamar de viado, tentou me dar um terceiro ponta pé. O ônibus parou e ele desceu.

    Fiquei chocado com a agressão gratuita que sofri. Fiquei assustado com o chute. A única coisa que fiz, foi tentar dizer que não estava olhando para ele. E mesmo se estivesse, não era motivo para tal agressão.

    Estou contando isso só pra deixar registrado que isso está acontecendo. Comigo foram só dois chutes, mas sabe-se lá do que essa gente é capaz. Dois cara que estavam no ônibus me disseram que ele até estava com um soco inglês no bolso. Mas na hora do choque, eu nem reparei nada.

    Beijos, Boa noite.”

  7. falando em coisas nojentas eu me lembro da conversa que tive com minha melhor “amiga”, um dia o professor da minha escola falou sobre homosexualidade (não sou assumido ,mais sou muito afeminado) aí ela olhou pra mim e falou:

    Eu não acredito em homossexuais não,um dia eu e minha mãe passamos na frente de uma igreja e um homem começou a falar que a pomba gira não deixava ele ser homem de verdade!

  8. Olá, Bunitas. Tô pas-sa-da com a situação aí em Vitória. Mas, enfim, sempre temos que correr atrás dos nossos direitos e preservar para que a vida esteja em primeiro plano. Agora, fico refletindo com meus casacos de pele (sintéticos, lógico!): até que ponto uma inteligência racional pode ser mudada a partir de um ponto de vista religioso ou emocional? Pois creio que uma ideologia pode mudar e muuuuito conceitos científicos e claros da ciência. Basta ver que a ciência caaaansa de falar da teoria do Big Bang, da evolução, dos fenômenos da Natureza e as lokas religiosas ainda acreditam que eu fui modelada da argila, que Deus criou o mundo em 6 dias e que se eu rezar a chuva vai cair… Gente, Deus é ruim demais comigo: tô pedindo um bofe há séculos e nada me aparece. #chatiada.

  9. Eu custo acreditar que em 2012 ainda estamos frente a cenas hipócritas como essa.
    A cada dia que fico mais velho, penso que as coisas poderiam mudar. Mas choco-me com a realidade diária.
    Passo então a acreditar que algumas vezes tudo não passa de uma modinha.
    “Vamos odiar homossexual? Vamos odiar”….
    “Vamos odiar um irmão da igreja, vamos odiar”.
    E assim vai a ignorância do ser humano, que muitas das vezes nem tem estudo, mas quer dar sua opinião quanto as “modinhas” apresentadas diariamente, muitas das vezes por gente que nem sabe diferenciar a palavra homossexual e heterossexual… Cadê aquela pegadinha do SBT?
    Acho que ja estava bem na hora da sociedade entender que homossexual, negro, soropositivo, cadeirante, portador da síndrome de down (escrevi certo?), dentre todos os casos, são seres humanos, e com direitos previstos em legislação.
    Desde meados de 1980 (pelo menos ao que entendo), a homossexualidade ja era um assunto em alta.
    Então, porque ainda temos “gente tosca” impressionada, preconceituosa, dentre outros.
    Quem sabe se eu chegar aos oitenta anos, possa olhar para o mundo atual e ver que a “coisa” mudou!

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s