Quem falou que beesha só pode ser cabeleireira?


Meu cérebro deu um nó de marinheiro. Fiquei toda molhadchêenha no começo e no final meu pau amoleceu tanto que entrou no corpo e virou uma boceta (Eba!):

[youtube http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=vWT1FBM94ac#!]

Engraçado, sabe o que eu observei? Geralmente os comentários do Youtube são lotados de mensagens preconceituosas e violentas. Mas por incrível que pareça, nesse caso isso não aconteceu!

Esse boy é conhecido no esporte por ser gay ou é conhecido por fazer chacota imitando os gays?

Porque se for a segunda opção a gente já sabe o motivo da mudança repentina de comportamento da galerãm: Viado só presta pra ser palhaço.

Dica do Cleber

21 comentários sobre “Quem falou que beesha só pode ser cabeleireira?

  1. Ele não é gay. Ele foi no programa da Eliana e disse que tem namorada e que esse video foi por zuação, idéia do treinador dele. Mas ficou muuito bom rs

    • ai ai .. novidade nenhuma.. ta na cara q ele ta deboxando… nojooo .. affe…. se fosse gay mesmo estaria LOTADOOO de comentarios preconceituosos

      • tomei nojo ²
        se fosse gay tava lotado de comentários preconceituosos ²

        **Max, o pequeno bate boca q tivemos foi mto útil pra mim. Amadureci mesmo. Tá com raiva de mim? Espero q nao… Não te conheço mas acho vc bacana.

  2. Concordo plenamente com vc, Max… Infelizmente ainda somos tachados como os palhaços de festas, os animadores de eventos. Alguns relamente o são, seja pelo fato de quererem se enturmarem, ou para serem aceitos resolvem ter este tipo de postura. Não aceito que falem que somos os palhaços, pois muitos de nós batalham para mostrar que somos iguais a todos, que temos os mesmos direitos e deveres. Mas o que fazer, se a midia e as pessoas tentam mostrar esse lado do “ser gay”???
    Já saimos da época em que tinhamos que nos esconder em armarios, chegou a hora de mostrarmos para o mundo que devemos ser aceitos do jeito que somos, sem precisar ser tachados como isso ou aquilo. Mas como diz o velho ditado: “uma andorinha não faz verão”.

    • Copiando e colando o que comentei lá no Face: Acharia lindo, se ele FOSSE gay. Como ele é só mais um hétero fazendo palhaçada com a nossa cara, não acho nada útil pro movimento

  3. é hetero, mas imita direitinho, né? If you know what I mean 😛

    ok, convenhamos. o cara dança muito, parece ter talento, e acho que essa brincadeira por si só não é nociva. o ruim é que acaba contribuindo com essa ideia de que viado é pra fazer rir.

    ps: me acabo de rir na hora do VRÁAAA

    • Exatamente, quem sou eu pra dizer que ele teve a intenção de denegrir alguém com a brincadeira. Mas infelizmente de boas intenções o inferno tá cheio

  4. A Max apesar de parecer a chata, no fundo tem razão em sua opinião pq o preconceito mesmo disfarçado tbm ñ tem graça… Toca aqui bee o/

  5. Kristina Rose respondeu ontem o que eu penso:

    http://br.esportes.yahoo.com/fotos/atriz-porn%C3%B4-diz-que-mma-e-jiu-jitsu-s%C3%A3o-coisas-para-homossexuais-slideshow/a-atriz-e-diretora-de-filmes-adultos-kristina-rose-virou-not%C3%ADcia-mundial-recentemente-por-conta-de-photo-1348090476.html

    “Eu me recuso a namorar um homem que escolhe passar a maior parte do seu ‘tempo livre’ cercado por e tocando outros homens suados na academia. Como se fosse tudo que eles fizessem, regularmente, optando por andar descalço com eles no tatame cheio de homens suados”, disse.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. E o que as gays deveriam fazer para pararem de ser tachadas como palhaças? Dar menos pinta? Dar menos bafón? Não sou conta esse tipo de coisa. Mas quando to no ônibus aparecem umas pão com ovo querendo se aparecer, chamar atenção do ônibus tipo, olha pra mim sou viado; falando alto, tipo, senta lá vinhádo, …. vc quer é rola né vadia? e todo mundo olhando, entón, falta um pouco de nós gays também agirmos um pouco diferente não? claro que tem as exceções, eu por exemplo nunca fiz isso (só o episódio do banheirón que me desmoralizou mas aprendi e nunca mais). Enfim…….

    • Nem dar menos pinta, nem menos bafon. O negócio é fazer que nem os funkeiros, dão seus escândalos dentro do ônibus, mas ri da caras deles pra você ver o que te acontece.

      O problema tá nessas beeshas que procuram por aceitação o tempo todo, são incapazes de passar incólume ou indiferentes sob os olhares de um cidadão comum.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s