Conscientização não faz mal a ninguém


Nós sabemos que a causa gay e a causa feminista sempre andaram coladinhas, pois ambas tratam da opressão da mulher e da desqualificação de tudo ligado à feminilidade, bastante comum tanto em casos de machismo quanto em casos de homofobia.

Por isso o Babado Certo apoia a causa do Tumblr Misoginia e a Soma, contra as constantes postagens misóginas do conhecido site Testosterona.

Principalmente depois da postagem na qual o autor ensina os leitores como “apagar” sua namorada para conseguir sexo anal.

Segue o release:

O autor do Testosterona e a MTV devem ser responsabilizados pelo conteúdo que expõem a milhares de internautas, de todas as idades.

O humor não está acima da lei: incitação à violência e discurso de ódio são crimes previstos pela Constituição, e devem ser punidos.

Exigimos a retirada do blog do ar até que haja uma retratação formal por parte do autor Eduardo Mendes e da MTV, bem como o comprometimento por parte de ambos de que o blog não trará mais conteúdos que fazem apologia à violência, à humilhação e à degradação da mulher.

Portanto, se você é a favor da causa, clique AQUI para assinar a petição e se informar mais sobre o caso.

Temos milhares de leitores, se cada um tomasse 1 minutinho do seu tempo para assinar a petição, já ajudaríamos e muito.

18 comentários sobre “Conscientização não faz mal a ninguém

  1. Max, e se daqui a pouco evangélicos fizessem petições para tirar a Cleycianne do ar, o Babado Certo… aí seria censura? Liberdade de expressão ou tem todo mundo ou não tem ninguém. Quem adere a patrulha de opinião põe uma corda no próprio pescoço. Eu sou super a favor das pessoas me odiarem livremente porque eu não abro mão do meu direito de odiá-las aos quatro ventos. O chato da democracia é ter de lidar com o direito de quem nos detesta a se expressar, mas a alternativa é a gente se revesar em turnos de totalitarismo onde ora um grupelho dita o que pode e não pode, ora é o outro, e assim por diante. Eu gosto como nos EUA você pode até sair em passeatas com cartazes dizendo horrores e ter na calçada outra manifestação dizendo horrores contrários e tudo fica bem desde que ninguém encoste o dedo em ninguém. É uma bobagem isso de que opiniões que circulam incentivam a violência, etc e tal; as pessoas não precisam ser protegidas de si mesmas. Acho super paternalista e elitista essa mentalidade.

    • EPA EPA EPA! Cleycianne tudo bem, porque faz chacota dos comportamentos exagerados existentes no Protestantismo, o que eu rio porque sou ateu, mas não acho tão de bom gosto assim.

      Agora, o Babado Certo, quando denigre algum grupo é apenas em RESPOSTA à homofobia ou misoginia, não venha nos colocar no mesmo patamar daquele Testosterona não, que desmerece todo um grupo de pessoas apenas pelo fato de possuir vagina.

      Nossa liberdade de expressão termina quando começa o seu direito a ser respeitado, mas para tê-lo, você não deve ferir o meu direito de ser respeitado por você. É muito simples e não tem nada de paternalista. Toda e qualquer piada usada para denegrir um grupo social, quando repetida e perdurada por anos, ainda mais um grupo com histórico de repressão, BANALIZA o ato da ofensa, e isso é intolerável.

      Não sei se você conhece Wandda Sykes, uma humorista feministona que sempre tira sarro dos homens, mas OBSERVE o que é humor sexista sem ofensa:

      Compreendeu?

    • Porque se você acha esse tipo de humor abaixo saudável e não instigador da violência, me desculpe, gosto muito dos seus comentários, mas o problema está em você: ddd

    • Sem contar a ligação do autor do blog com um dos rapazes presos por manterem um site de apologia à misoginia, estupro e abuso de menores (além de terem participado do planejamento do atentado do Realengo). Que, sabendo do ocorrido, excluiu todas as menções HONROSAS que ele fazia ao dono do outro blog em seu site.

      Quer dizer, vocÊ acha mesmo, que depois disso tudo, há inocência nesse humor cachorro? Estupro, misoginia, violência, homofobia, racismo, nada disso deveria ser cogitado como base para humor, porque NÃO TEM GRAÇA.

      • Ser um idiota complexado como o autor desse blog aí não é crime, provavelmente só o resultado de uma personalidade esquizoide com um histórico de rejeições. Envolvimento com planejamento de um atentado, por outro lado, é, e se for o caso de haver evidências, apoio que se acione o Ministério Público. O direito atua no campo das ações concretas. O problema é essa confusão politicamente correta que criminaliza opiniões e posições ideológicas e morais com as quais não concordamos. Ser respeitado, para mim, é não ser atacado ou cerceado – infelizmente, ser amado e aceito socialmente não é um direito. Grupos lutam e se excluem entre si e temos de aceitar que a natureza humana é assim, sempre foi e sempre será. A sociedade ideal é aquela que aceita mediar esses conflitos sem querer eliminá-los, porque TODAS as tentativas de se construir uma sociedade em uníssono, sem conflitos, começaram como boas ideias e acabaram levando a tiranias, pesadelos totalitários e alienação (já que um ente de razão arbitra por você o que é certo e o que é errado). Na vida privada ninguém é obrigado a conviver com os que discordam, mas quando a gente fala num plano mais geral, político, aí apoiar qualquer forma de censura é brincar com fogo. Grupos de pressão formadores de opinião dizem o que deve ser censurado hoje, mas o que acontece quando esse grupo for substituído por outro, como ocorre de tempos em tempos? É preciso preservar a liberdade do outro se a gente quiser garantir a nossa também. No mais, Max, é muita vela para pouco defunto. Provavelmente não há esperança para quem lê e acha graça desse tipo de “humor”, essa pessoa está além de qualquer ajuda, e combatê-la pode ter o efeito de lhe dar alguma dignidade afinal de contas que ela não merece. Temos de desistir de querer catequizar os bugres se quisermos viver.

        • Mas meu querido, que ideologia e opinião respeitável como “liberdade de expressão” há em denegrir um grupo de pessoas só por ter uma vagina?! Isso é ofensa gratuita!

          Se fosse assim nada seria crime, poderia pegar uma senhora na rua e chamá-la de puta, vagabunda, mercenária e rampeira sem sofrer absolutamente nenhuma penitência legal, uma vez que seria “liberdade de expressão”.

          Afinal, é exatamente isso que ele faz no site, só que travestido de humor.

        • E vale lembrar que não estou pregando uma sociedade que pensa em uníssono e compartilha das mesmas opiniões sobre tudo. Apenas uma sociedade na qual um babaca como esse perceba o quão babaca é e fique calado, em vez de dividir sua opinião doentia com mais pessoas que (doentes como ele e só esperando um estopim para libertarem também a sua idiossincrasia) poderão se sentir influenciadas a repetir o comportamento em mais segmentos da sociedade.

          É apenas uma questão de dar voz para o que realmente importa ouvir.

          • O problema para mim é quem vai decidir o que importa ouvir….
            Eu acho que a gente discorda mesmo sobre esse assunto, so let’s agree to disagree, shall we? Ainda bem que adoro seu senso de humor e o kooriosidades hehe. You cater for different audiences ; )

          • Quem vai decidir é o bom senso, não faça com o outro aquilo que você não gostaria que fizessem contigo 🙂

            Mas tudo bem, vamos concordar em discordar. 🙂

        • Amigo, se a sua mãe (isso é apenas uma suposição que eu desejo que nunca aconteça), irmã, namorada, mulher, filha ou alguma mulher a quem ame verdadeiramente e conviva diariamente com ela fosse uma vítima de estupro, por exemplo, talvez você mudasse o seu prisma. Veria que, talvez por conta de imbecis como esses, que fazem sim, apologia a crimes, travestidos de humor, e volto a dizer que estes idiotas JAMAIS poderão ser minimamente comparados a qualquer humorista verdadeiro, algum outro imbecil que viu/leu/concordou com o material distribuído por esse canalha, e partiu para o ato que talvez o que fez sugeriu em forma de “piada” até adoraria fazer, mas não tem “coragem”. Daí você pensa: minha mãe (ou mulher com qualquer outro parentesco ou relação pessoal) passou por uma violência desseas e nunca mais voltará a ser a mesma pessoa… Tudo por conta de canalhas como esses… Como você se sentiria, amigo? Muit a vela pra pouco defunto só vale para quando não é conosco que acontece… E é justamente esse o problema… Pimentinha nos olhos dos outros nunca vai arder, mas nos nossos, amigo, queima feito brasa!

  2. Já assinei! É um absurdo esses babacas que se acham engraçados por conta de violência, desgraça alheia! Pergunta se ele escreve alguma “receita” de como apagar a ele mesmo para fazer sexo anal no rabo dele? Isso não, né? Esses apologistas ao crime (que JAMAIS podem ser confundidos com humoristas), tem de pagar pelos crimes que cometem!

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s