Stonewall: 43 anos desde Movimento Gay Revolucionário


Ok, vamos suspender a Big Apple por alguns instantes:

Na noite de 28 de junho de 1969, há 43 anos, no bairro de Greenwich Village em Nova Iorque, o mais popular bar gay, Stonewall Inn, estava repleto de gays, lésbicas, travetis e drags queens que lamentavam a morte da diva Judy Garland, a eterna Dorothy do filme O mágico de Oz, que estava sendo velada naquele dia.

Em meio ao ambiente de comoção, a polícia invadiu o bar naquela noite para mais uma batida de rotina, de extorsão e humilhação. Inconformados com a repressão policial, os frequentadores do bar lideraram, naquela madrugada e nas quatro noites seguidas, uma rebelião que resultou no espancamento e prisão de dezenas de manifestantes. Sem dúvida a rebelião de Stonewall foi um marco pela luta por respeito e direitos da população LGBT.

A rebelião de Stonewall para os mais jovens é um fato sem grandes proporções e principalmente no Brasil, mas é questão de honra para todo ativista, escrever, publicar e exaltar os acontecimentos de 1969 no E.U.A. Aproximadamente 400 gays, que se encontravam no bar, foram para cima da polícia abandonando a postura condescendente e sambando na cara da sociedade!

No dia seguinte, os policiais voltaram ao bar. Mas a multidão de gays, lésbicas e travestis também voltou mais organizada, com uma atitude mais política, e alguns começaram a pichar frases nas vitrines e nas paredes, reclamando direitos iguais. Outros gritavam exigindo o fim das batidas nos bares gays. Novamente a multidão atirou pedras e garrafas em direção aos policiais e novamente a polícia investiu contra os manifestantes.

Fonte: http://migre.me/9G5Vl

12 comentários sobre “Stonewall: 43 anos desde Movimento Gay Revolucionário

  1. então, foi à partir de stone que começou a parada do orgulho gay que aqui no brasil virou aquela…….micareta, cheia de gogos de paudurecência. tipo, praticamente a mesma coisa, só que não.

  2. Esses fatos revolucionários que me fazem encarar os absurdos que vivemos aqui no brasil com um fundinho de esperança!…Tipo não é fácil, mas não devemos nunca sofrer calados…

  3. Embora eu esteja abarrotado de trabalho hoje. Gostaria de comentar este post. Não o lí na íntegra. Porém, Qualquer pessoa que se digne a lembrar Stonewall é digna de nossa reverência !

    Enhorabuena !

  4. E um parabéns a todos aquel@s que fazem o Stonewall todos os dias, direta ou indiretamente!

    / ype ype, uhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

  5. LOL, very good point, John.I’ve always had a pbrolem with guys who have sex with guys and insist that they are heterosexual, as well as people — some of whom are gay — who enable them in their delusion. Thanks for the comment.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s