ABGLT considera comercial da Nova Schin ofensivo e solicita retirada


A (ABGLT) Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis por meio de um ofício, solicitou retirada imediata do novo comercial da cerveja Nova Schin, alegando que o material é discriminatório e ofensivo. O fato de considera-la uma “armação para os amigos”, somente pelo fato de ser uma travesti é claramente lesivo, sem contar as outras expressões negativas por parte do repentista que tornam o personagem “objeto de escárnio, piada e deboche”.

Em “Festa de São João”, campanha da empresa Nova Schin, cinco amigos estão bebendo cerveja durante uma festa junina, quando uma mulher aparece. Marcão, um dos rapazes se “apaixona” por ela, mas analisando percebe que se trata de um homem travestido de mulher, e enquanto seus amigos zombam, ele se sente constrangido.

Toni Reis, presidente da ABGLT, declara que ”ao mesmo tempo em que entendemos que é preciso ter bom humor, não se deve utilizar da fragilidade de uma população para vender um produto. Isto não é condizente com o preceito constitucional da dignidade humana”. A população de travestis é entre as mais discriminadas no Brasil e o vídeo apenas contribui para banalizar essa discriminação, ridicularizando a personagem travestida”, afirma.

Em nota, a Schincariol diz que ainda não foi notificada pelo Conar sobre a propaganda, mas que a retirou do ar “em respeito às pessoas que se sentiram, de alguma forma, ofendidas e discriminadas”. A cervejaria afirma que em nenhum momento houve a intenção de ofender ou discriminar qualquer pessoa.

Segue o vídeo:

Fonte: http://migre.me/9wJKi, http://migre.me/9wJKU

18 comentários sobre “ABGLT considera comercial da Nova Schin ofensivo e solicita retirada

  1. Realmente, não vi nada de tão ofensivo. Quantas festas juninas por aí não têm homens travestidos de mulher, ou mesmo em carnaval esse tipo de fantasia não acontece? Ok, travestis se sentem mais discriminados e tal. Mas será que qualquer coisa, qualquer brincadeira agora é motivo para alarde?

    O preconceito existe, mas às vezes fico me perguntando se ele não está em nós mesmos. Ficamos procurando pelo em casca de ovo em qualquer coisa que faça alusão à sexualidade alheia.

    Cervejarias sempre usaram mulheres como objetos, incentivam esportes como futebol e até mesmo automobilísticos e ninguém está preocupado com a mensagem que isso pode transmitir às crianças, certo? Ou a um jovem que dirige… uma simples mensagem dizendo que se beber não é para dirigir surte tanto efeito quanto dizer para usar camisinha após ter engravidado uma mulher – o problema já aconteceu, não adianta remediar.

    Não espero que ninguém concorde comigo, não faço parte do grupo potencialmente ofendido, e já peço desculpas aos travestis. Mas é minha opinião.

  2. Pelas tags a autora do post concorda com a ofensividade do comercial, já eu em minha humilde opinião, não vi nada de ofensivo, temos que concordar que travesti não é mulher!
    E ninguém pode ser obrigado a “pegar” homem só prq tá vestido de mulher… Tipo, as sapas não saem pegando trava só prq parece mulher…
    E no comercial, no final todos sentam juntos pra beber!
    Sei lá só minha opinião…

  3. Não entendo vocês…

    Aparece um outdoor que eu não consegui ver como ofensivo e vocês descem o cacete atacando o material. Ok. Aí, surge um vídeo claramente discriminatório e vocês dizem: “Ah não, aí tudo bem!” Não entendo.

  4. Ei galera, esse é meu primeiro comentário.
    Então, acho que a AGLBT vem exagerando em algumas coisas. Eu achei a propaganda exatamente o contrário: o final do comercial é inclusive positivamente favorável à comunidade. O rapaz travestido sentado com os demais, de certa forma, mostra que, mesmo engando com as aparências, isso não impede que todos possam curtir uma noite juntos.
    Aproveitando. Galera do blog, meus parabéns. principalmente a você Max, pelas matérias, posts, comentários…E mais, por se mostrarem abertos à críticas e sugestões dos assíduos leitores. Já tive vontade de falar algumas coisas aqui, mas nunca tive coragem.
    bem é isso!

      • rsrsrs. É, eu imagino. Mas são coisas que vão acontecendo aos poucos. E também, sou o tipo de gay (já até vi você falar sobre isso) que muita gente já sabe, menos a mãe -no meu caso, menos a família.
        Quando a postagem for favorável, vou comentar sobre coisas que penso nesse nosso “mundo” gay.
        Abçs.

  5. O vídeo seria até considerado preconceituoso, se no final a travesti não estivesse sentada com os caras na mesa ou se ela tivesse sido rejeitada de uma forma agressiva…
    Depois do momento ‘constrangedor’ pro Marcão, ele aceitou pelo menos a amizade da personagem, gostei até.

    • Exatamente. Foi tipo coisas que podem acontecer, mas nem por isso há motivos para deixar de ser feliz. No caso da propaganda, deixar de beber

    • Pois é, depois do momento ‘constrangedor’, nada mais justo em chamá-la pra fingir uma amizade, né?

      Esse argumento é algo como: “Tudo bem, vocês podem fazer gozação com a minha cara, mas por favor, posso ser amigo de vocês?”

  6. pior q isso, só a Devassa, cujo marketing serve pra vender mulheres, não cerveja.

    eu fiquei PU-TA da cara quando tava na marcha das vadias e vi um monte de gente bebendo essa merda de devassa. deu vontade de sentar as garrafas na cabeça das infelizes pra ver se pegava no tranco ¬¬

  7. Eu como gay não achei a propaganda ofensiva mas deve-se levar em conta o que outros segmentos do movimento LGBT pensam.
    Ao mesmo tempo que os gays são tratados como palhaços pela mídia os próprios gays se tratam e levam a vida com humor.
    Não consigo imaginar a chica chiclete vestida como uma executiva dizendo: boa noite queridos companheiros do movimento LGBT! Sejam bem vindos a mais uma confraternização noturna no nosso estabelecimento.
    Prefiro ouvir mesmo um Inhaiiii caralho!!! Quanta beesha bunita!!!

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s