Luiz Mott protesta abertamente contra governo de Dilma Roussef


O vídeo foi lançado no dia 15, o ativista e fundador do Grupo Gay da Bahia, Luiz Mott critica duramente o governo de Dilma, acusando o governo de ser complacente com a violência contra nosso povo.

É bom lembrar que o GGB entregou recentemente o troféu Pau de Sebo a presidenta por considerá-la inimiga da causa gay. Mott ainda declara: somente nesse início de 2012 já foram assassinados  81 homossexuais.

Fonte

16 comentários sobre “Luiz Mott protesta abertamente contra governo de Dilma Roussef

  1. meu Koo pra Luiz Mott , foi-se o tempo em q ele tinha alguma coerencia em militância , pra q tanta inteligencia, e me põe a Milk pra ser madrinha da parada da Bahia 2012 .. uma homofóbica..oi??? alguem me explica ..

    • Não é apenas uma pessoa, por mais poderosa que seja, que pode mudar isso ou aquilo, ou foi causador disso ou daquilo… Quando um fala, normalmente os outros TEM que acatar. Seja na Bahia, seja em São Paulo, seja no Rio.

      Não se sabe o tipo de estratégia de marketing ou comercial (que seja) por trás de um convite desses… De qualquer forma, não acredito que possamos julga-lo menos capaz de militar ou menos digno de respeito, por uma decisão do GRUPO GAY DA BAHIA.

      • Iza , vc jah pensou na responsabilidade q ele tem não só como integrante do GGB , mas como representante da comunidade no Brasil??? Os militantes mesmo cobram tanto esta postura de responsabilidade nos atos como cidadão , e tenho agora q pensar na estratégia e no marketing do convite ..me poupe neh …

        • Infellizmente ele caiu no meu conceito de representatividade pro meio …. mais uma decepção , outra coisa, vi o video até o final, e nao acho q ,embora o kit gay teria sido d grande valia a educação, teria sido suficiente pra combater essa onde de ataques e assassinatos, Dilma desde a eleição jah se fazia covarde e condescendente a oposição , visto sua covardia em nao manter a posição favorável ao aborto, Hey nao estamos num Estado Laico, servindo de capacho pra igreja católica , mais uma vez nao vi função de repúdio nenhum no video , qto aos nosso casos em Vix , sim estou muito ahazado ainda com o assassinato do Rentao( meu amigo pessoal) bem como vc deve estar ainda pelo Wiris, a reuniao com os Direitos Humanos foi feita , acalmaram-se os animos .. kd a indignação??? Qdo tiver algo sobre uma moviementação por Justiça , to dentro nao suporto mais viver num estado q nao provem segurança ao seus cidadaos ..

          • É óbvio que apenas a produção de materiais didáticos e pedagógicos não “resolvem” o problema da homofobia nas escolas, pois o enfrentamento desta questão exige transformações estruturais na educação e apontam, por exemplo, pela formação inicial e continuada de educadoras e educadores. Para tal, o Ministro Mercadante e o Ministério da Educação precisam assumir um posicionamento político, firme e inequívoco, que expresse um real compromisso com os Direitos Humanos e os princípios democráticos de liberdade, igualdade e não-discriminação inscritos em nossa Constituição Federal, cumprindo seu papel de proporcionar aos estudantes LGBT, em especial as/os estudantes travestis e transexuais, um ambiente de aprendizagem seguro, sem o qual é impossível estar numa sala de aula.

          • A questão dos materiais, para além da celeuma artificialmente produzida pelos conservadores, é apenas o início de um processo que deveria ter continuado, de construção de políticas educacionais para enfrentar a homofobia. Além disso, a ausência destes materiais acaba fazendo com que as/os muitas/os educadoras/es que já estão sensibilizados em favor da causa do respeito à diversidade sexual nas escolas se vejam sem instrumentos para trabalhar neste sentido. Pior ainda: a atitude do Ministério da Educação ao paralisar o projeto e qualquer outra ação de combate à homofobia provoca estigma sobre esse tema, causando ainda mais dificuldades para inserção do debate sobre o respeito à diversidade sexual nas escolas brasileiras.

            Retirado de: NOTA OFICIAL DA ABGLT – MINISTRO MERCADANTE: O COMBATE À HOMOFOBIA TAMBÉM SE FAZ COM MATERIAL DIDÁTICO-PEDAGÓGICO NAS ESCOLAS

  2. Eu gosto muito dele, digo, tenho muita admiração… não espero dele um cara perfeito e educado, mas um militante inteligente e direto….muito direto, aliás.

    Acho que o movimento LGBT precisa de mais pessoas como ele…precisa de diferentes pessoas e dos mais diversos tipos de resistência, mas da forma como ele faz política acho que necessitamos de mais tipos assim.

  3. Enquanto ficarmos indiferentes as coisas que nos revoltam, nada será mudado!!!

    União e “ação” em torno de nossas causas é fundamental…

  4. Gostei. Luiz Mott é um bom representante. Uma boa oratória. Não vi hiprocrisia no conteúdo. Alguns pontos foram simplificados e outros amplificados, mas no conjunto ficou bom. Realmente a manifestação é super válida, pois pelo menos fazemos nossa cartase e os dirigentes políticos ficam cientes que enxergamos através de suas máscaras.

  5. Pobre Dilma, não vai conseguir dormir agora com esse video de Luiz Mott…

    Não to aqui pra defender a Dilma (nem votei nela)… mas é muito fácil criticar… vai lá sentar na cadeira dela que quero ver se aguenta o tranco… Dilma e qualquer presidente é igual gerente de banco: vai rir pra vc se seu saldo for positivo (e muito)

    A bancada evangélica é uma escória da humanidade? Sim! Mas essa escória é capaz de influenciar mais de 30 milhões de votos! Sem o apoio dessa bancada e de diversas outras, não tem governabilidade… Collor não caiu pq era corrupto, o que ele fez é fichinha perto do que a gang do PSDB e do PT fizeram nos ultimos 20 anos… Collor caiu pq cagou e andou pro Congresso e a Imprensa… Brigar com imprensa tb é assinar a pena de morte… Ele achou que podia fazer e acontecer sozinho… e deu no que deu: ficou com o estigma de maior corrupto da recente história do Brasil….

    Voltando ao assunto… enquanto os gays não pararem de se preocupar se Britney canta playback, se o novo cd da Madonna é isso ou aquilo, se não formarmos uma bancada forte no Congresso, a bancada evangélica vai continuar sambando na nossa cara…

    Se fizer uma enquete aqui, duvido que metade das pessoas lembram em quem votaram pra deputado em 2010, 2006 ou em eleições anteriores… E menos ainda se alguém acompanha o trabalho dos repectivos…

    É muito fácil colocar a culpa na Dilma… ela é apenas a ponta do iceberg…

  6. Collor deu o exemplo do político que conseguiu ser impopular, corrupto, avesso ao Congresso Nacional e à mídia e, de quebra, tinha uma família que era um ninho de cobras. Nessas circunstâncias, seria realemente complicado se manter no poder. Mas, em nosso presidencialismo, há mais o que o presidente pode fazer do que se costuma pensar. Ele mesmo governou praticamente através de medidas provisórias, que afetaram a vida de milhões de brasilerios diretamente. Mas a questão em voga é outra.

    Quando falamos em algo que é tabu na sociedade, não podemos simplesmente supor que a decisão unilateral do Chefe de Governo de colocar o assunto como um interesse nacional vá gerar resultados. Pelo contrário: em nome de uma atitude a nosso ver nobre, ele poderia colocar em risco todo um projeto de governo. Vamos à seguinte hipótese, que ilustrará um pouco melhor o que penso.

    Dilma resolve ser mais incisiva diante da questão da homofobia. A reação óbvia virá primeiramente da bancada evangélica. Mas não são somentes esses nobres deputados que se indignarão. Grande parte da sociedade (cristã/homofóbica/baixa escolaridade) se colocará fortemente contrária e não imagino as consequências. O próprio Obama, que é abertamente a favor da causa LGBT, uma vez declarou, colocado contra a parede por militantes, que a sociedade estadunidense não estava pronta para o casamento civil gay. Às vezes, infelizmente, temos que ser realistas e perceber que não podemos tudo/agora.

    Enfim, só escrevi isso para que pensemos um pouco. E para que tomemos consciência que as mudanças essenciais, significativas, virão de nossa luta diária, e não de uma epifania da Dilma. É claro que isso não significa que devemos parar de pressioná-la; pelo contrário: se os evangélicos o fazem, façamos também! Isso é democracia. Cada brasilerio pode e deve gritar: “Dilma, eu penso isso! Presidenta, quero aquilo!”

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s