Basfond no Transcol


O sonho de consumo de qualquer bee mentalmente sã

Rá, gatas, peguei um Transcol hoje para ir à Ufes, néam? Normal, certeza que a maioria de vocês faz o mesmo diariamente pra pegar no batente.

Estava eu dentro do 501, num sol do caralho, liiiiiind… é, estava eu no 501, num sol do caralho, e quando chegamos no Shopping Praia da Costa, entraram dois rapazes:

Um bombadinho, másculo, branco, olhos claros, cabelos pretos… mas viado. Porque a gente sabe, pode ter o corpo inteiro de homem, o jeito de homem, mas se bater o olho no olho, a gente sabe que é viado. Boi preto reconhece boi preto e o nosso gaydar é tão apurado que se o boy olhar demais ele vira pedra, igual na história da Medusa.

Tente não manjar

O outro, um loiraço de 1,90m, a cara do Sawyer do LOST, sem camisa, só de bermuda cargo, cabelos curtos, olhos azuis, sonho de consumo de qualquer bee. Certeza que se você visse o boy daria “oi” de costas pra ele.

Terceira ponte vai, terceira ponte vem… e o bombado começa a olhar pra neca do loiro. Olhou, desviou o olhar, e continuou olhando pra frente. Depois de novo, e mais uma vez.

O loiro, muito do desconfiado, olhou para a própria neca e depois para o bombadinho… pensei: “Ui, vai rolar uma pentada”. E o bombado também, tanto que começou a olhar freneticamente para a neca do loiro… porque será que esses encubados são sempre passivos? É desanimador.

O loiro deu sinal e chegou ao seu destino, mas na saída…

Esbarrou no bombado com força e gritou em alto e bom som:

Vai manjar a rola do capeta, viado!

BEESHAS! O transcol INTEIRO parou na cara do bombado, ele ficou rosa da cor do meu edi e saltou no próximo ponto, todo constrangido.

É por isso que eu digo, bee’s, pegação no Transcol é como ir a um baile funk, as chances de você foder são as mesmas de você SE foder.

NHAC!

35 comentários sobre “Basfond no Transcol

  1. Rindo alto da ironia desse final. E cuidado que você vai ser processada por falar do unico bombado de Vila Velha que pega o 501 e fica manjando a rola dos outros.

  2. KKKKKKKKKKKKKKKKKK que constrangedor, croozes. vou até evitar olhar pra loiras decotadas no bus, vai q elas gritam “PARA DE OLHAR PRO MEU DECOTE, SAPATÃO DE SATANÁS!!!”, q horror! shuahsuahsuasha

    • Já paguei de hétero várias vezes.
      Quando quem olha não me agrada eu dou uma de hétero.

      Mas o transcol não é lugar pra isso, nunca rola nada.
      Em banheiro sim é local pra conferir as coisas, pelo menos da pra ver os detalhes da pica do cara, em transcol é só um volume e nada mais.

  3. Nossaaa…
    Eu evito olhar pras pessoas em determinados locais (principalmente ônibus), justamente por causa disso.
    Aí quando eu falo pra minha amiga beesha (super escandalosa) sobre isso, ela fala:
    “Ai, deixa de ser besta, deixa de ser Sandy e vira Wanessa”
    Sem contar que eu sou SUUUUPPPPPPERRR desconfiado, sempre que me encaram demais eu acho que é sempre o pior!

  4. Queriiiiiiidas, isso eh daily bases na minha vida. Ja presenciei um quebra-pau dentro do banheiro, tava rolando AQUELA manjacao, ate q um aparente HT entrou, se dirigiu ao mictorio e falou: nao quero Viado olhando pra mim nao, q eu quebro hein, nao tenho nada a perder!
    E noutra, essa foi comigo, tava vigiando o banheiro por debaixo da porta com a camera do celular esperando entrar algum wannabe; entraram uns tres HTs e comecaram a falar sobre o vasco, ateh q um viu a camera e comecou a esmurrar a porta, mandando o biado manja rola sair, ate q os amigos o convenceram de q foi impressao. Sera q rezei pelagic primeira vez desde a minha 1 comunhao em 2002?

  5. adoro esse perigo… kkk

    tem um boy novo da minha escola e ja fico secando ele.. kkkkkk
    outro dia ate falei um oi com ele….
    se ele nao vier querer brigar… faço ele sem problemas. kkk

    quanto ao transcol, bobagem eu me fingia de surdo e mudo….e ficava fazendo sinais pro povo perguntando o que ele disse ainda mais depois de esbarrar em mim. kkkkkk

  6. Quero contato do bombadinho.. Ele faz exatamente meu perfil. Branco, bombado e passivo. Prq todo mundo fla q tem tanto por ai e eu nao vejo nenhum???

  7. Que situação… sempre fico com medo dos Transcol’s da vida. Quase nunca me arrisco a olhar para os caras com medo de coisas assim.

    Ah, Max, mas o fato de olhar para a neca dos outros não quer dizer que o cara é passivo. Tem passivo que gosta de olhar, e outras coisas, para uma bela bunda também… #lixa

  8. Quando Max me contou este bapho, comentei com ele que já aconteceu o mesmo comigo. Só que o cara, no meu caso, falou: “Que viadice é essa, brother?”

  9. as chances de você foder são as mesmas de você SE foder.

    acho nao, baile é pegação sim. Vai no Pos-graduação. Mas tudo nessa vida tem q saber fazer

    • Você leu a frase direito? As chances são as mesmas, independente do seu ponto de vista, as chances vão ser sempre as mesmas hahaha

      • bem talvez a loirinha ate curtia..mais o dia delas nao estava dos melhores rsrsrs..ai encontrou alguem pra descontar rsrsrs…quanto a isso ,nao sei se é porque sou grande 4X4 nunca levei coió..mais tbm tem que saber pra quem olha.. e como começar olhar..pelo menos ate ganhar confiança ou uma pista de que o outrem esta curtindo neh..nao da pra ir direto e tal..isso evita os coios..rsrsrs

  10. Max, eu já passei por isso e vou aproveitar para fazer um breve relato.

    Sou paulistana e tenho 25a. Há uns 5 anos eu estava voltando do trabalho de trem (relativamente cheio) e, de repente, entrou um bonitão de calça social que me deixou toda safada. Ele sentou-se num banco oposto ao meu, o que facilitou o meu campo visual. No entanto, eu não manjei a rola dele como o rapaz do post. Na real, eu manjei ELE POR INTEIRO. Ele levantou-se para descer numas 3 estações antes da minha e antes do Trem parar soltou “O QUE FOI? TÁ ME ACHANDO BONITO?”. Max, essa foi a pausa mais que dramática da minha vida. Mas fui esperta, pois o meu lado racional reagiu muito bem, prontamente eu respondi “SE TÁ FALANDO COMIGO? SE TÁ LOUCO ?! Baixou a hétera em mim e, de certa forma, fui convincente. Ele desceu em seu destino e eu continuei no trem tranquilamente, pois o basfond foi tão rápido que as pessoas não compreenderam nada do que havia acontecido.

    Mas vc acredita que isso foi apenas o começo da história?

    Eu trabalhava numa agência bancária e, quase sempre, eu tinha que ficar na parte de autoatendimento (caixas-eletrônicos) ajudando os aposentandos a sacarem os seus benefícios.

    Não é que dias depois do bafafá o infeliz apareceu na agência e, para piorar, não conseguiu pagar sua conta no cx eletrõnico e pediu minha ajuda (sem saber que era eu, a manjadora de rola). Ele me olhou com um certo olhar de raiva, mas não dei muita importância e mostrei onde provavelmente ele estava errando. No final ele me agradeceu e até esboçou um sorrisinho e foi embora. O meu maior medo é que ele contasse para alguns caras e esses resolvessem me incomodar na agência, mas felizmente isso não aconteceu.

    Eu sei que escrevi uma bíblia, mas é difícil falar do apocalipse sem passar por Adão e Eva.

    Bjos Max!!!

  11. Max, eu já passei por isso e vou aproveitar para fazer um breve relato.

    Sou paulistana e tenho 25a. Há uns 5 anos eu estava voltando do trabalho de trem (relativamente cheio) e, de repente, entrou um bonitão de calça social que me deixou toda safada. Ele sentou-se num banco oposto ao meu, o que facilitou o meu campo visual. No entanto, eu não manjei a rola dele como o rapaz do post. Na real, eu manjei ELE POR INTEIRO. Ele levantou-se para descer numas 3 estações antes da minha e antes do Trem parar soltou “O QUE FOI? TÁ ME ACHANDO BONITO?”. Max, essa foi a pausa mais que dramática da minha vida. Mas fui esperta, pois o meu lado racional reagiu muito bem, prontamente eu respondi “SE TÁ FALANDO COMIGO? SE TÁ LOUCO ?! Baixou a hétera em mim e, de certa forma, fui convincente. Ele desceu em seu destino e eu continuei no trem tranquilamente, pois o basfond foi tão rápido que as pessoas não compreenderam nada do que havia acontecido.

    Mas vc acredita que isso foi apenas o começo da história?

    Eu trabalhava numa agência bancária e, quase sempre, eu tinha que ficar na parte de autoatendimento (caixas-eletrônicos) ajudando os aposentandos a sacarem os seus benefícios.

    Não é que dias depois do bafafá o infeliz apareceu na agência e, para piorar, não conseguiu pagar sua conta no cx eletrõnico e pediu minha ajuda (sem saber que era eu, a manjadora de rola). Ele me olhou com um certo olhar de raiva, mas não dei muita importância e mostrei onde provavelmente ele estava errando. No final ele me agradeceu e até esboçou um sorrisinho e foi embora. O meu maior medo é que ele contasse para alguns caras e esses resolvessem me incomodar na agência, mas felizmente isso não aconteceu.

    Eu sei que escrevi uma bíblia, mas é difícil falar do apocalipse sem passar por Adão e Eva.

    Bjos Max

    • Com certeza ele curte, eu já fiz isso também, alguém me manjando e eu fingindo não gostar.
      Na verdade meu ego foi lá em cima, é uma sensação tipo “to gozando”.
      Quem não gosta de ser admirado neh!

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s