Se fingiu de gay… sei…


O bafo do momento é a técnica do detetive Peter Lazar, da Flórida, para prender as bee’s que fazem pegação nos bosques de Palm Beach, cata:

“Ele se aproximava, atraía e seduzia os caras que estavam sozinhos nos carros, começava uma conversa sobre sexo e então prendia eles” contou Fort Lauderdale, um dos advogados das vítimas (que tem nome de lugar babadeiro em Miami, segundo uma bee viajadíssima que comentou aqui).

Já começo a achar uó por aí, lá é crime “falar de sexo” com desconhecidos? Porque se fosse aqui no Braseel, eu já teria a ficha criminal mais comprida que rolo de papel higiênico.

Com a boca na botija

Segundo a polícia de lá, 600 gays foram presas entre os anos de 2005 e 2010. Na verdade, detidas, porque presas mesmo foram só três: Duas que mostraram a neca pro detetive, e outra que foi pega fazendo sexo no banheiro público.

Sobre mostrar a neca, meu koo pro detetive, porque acho que mostrar a neca pra alguém é um ato nobre de confiança, afinal, a neca é a parte mais sensível do corpo do homem, se o boy deixa exposta significa que ele só tem boas intenções contigo, não é meishmo?

Mas fiquei curiosa com o segundo caso, “UMA pessoa foi presa ao ser flagrada fazendo sexo no banheiro público”. UMA PESSOA? Mas sexo não se faz a dois (três… dez… ad infinitum)? Por que não prenderam a outra bee? Será que…

“Eu tife medoãm, e fiz issoãm”

Dica do Pedro, via USCHA

17 comentários sobre “Se fingiu de gay… sei…

  1. Max, as mais antiguinhas que acompanham o seu blog maravilha, devem certamente ter a lembrança de um filme chamado “Parceiros da Noite”, onde Al Pacino era um policial que se fazia passar por gay para descobrir um psicopata que assassinava as bees em Nova York (ou seria São Francisco? Não me lembro bem). Era a década de 80 e o must no ambiente era a predominância do couro e quepes tipo “militar”. Um excelente filme. Li hoje na revista Veja que o estão relançando em DVD. Fica aqui a minha sugestão. Meu abraço.

  2. Gata, Fort Lauderdale é um lugar babadíssimo próximo a Miami, e não o advogado da Bee, ok? Investigue a fonte de informação.

    • Ah, bee, nem faço ideia do que você tá falando, a bomba tá no bafão, se falasse que fosse em Porto de Galinhas e dissesse que isso fica no litoral Fluminense, eu postaria assim mesmo.

      Tem gente que não sabe apreciar a piada sem criticar, néam?

  3. Que isso, gente, isso é a coisa mais normal do mundo. Quando eu saio infiltrado com a Max por aí, eu também finjo que gosto de meninos. Que que tem?

  4. NA HORA DE ARDE O EDI, ELA TAVA GOSTANDO ,MAS QUANDO A COBRA FUMOU ,ELA É ESTRUPADA !QUERIA SER EU ESTRUPADA ,TODO DIA E SER FAMOSA COMO ELA .TÁ MEU BEN!SEJA CORAJOSA E GANHE O BENÇÃO DE IR PARA PRISÃO E SE DAR BEM, COM AQUELES PRESO COM FOME DE EDI!KKKKKKK

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s