É a hora!


O vídeo mais visto no mundo essa semana:

Fiquei todo arrepiado!

Pelo fim da discriminação do casamento!

O melhor é ter a experiência, mesmo que por um momento, de ter um boy desses, né?

59 comentários sobre “É a hora!

  1. Bonitinho, tocante e tals, mas é conto de fadas né bilus? Mesmo que fosse um casal hétero no vídeo. Quem dera que a vida fosse assim, colorida, linda, feliz, com trilha sonora emocionante e que toda bee tivesse um homem bonito, másculo, gentleman te pedindo em casamento e jurando amor eterno. É meus amores, faço a linha Uomini. Acredito muito mais no erotismo do que nesse “amor romântico” que hollywood no ensinou a acreditar. Legal a luta pelos direitos dos casais homossexuais, mas mais alguém aí tem essa percepção do casamento como uma instituição heteronormativa e falida que a gente insiste em querer copiar? Acredito muito mais no amor livre, se é que alguém entende esse conceito hehe. Beijos.

    • Amor livre de cu é rola… literalmente!!!

      A questão não é copiar “o casamento como uma instituição heteronormativa e falida”, a questão é ke nao existe outro modelo.
      Se o casamento como simbolo da realização emocional, individual e social nao fosse inerente ao ser humano, não existiria em todas as culturas, mesmo as mais primitivas.
      Até a sua titude de amor livre;ke vc insinua ser transgressor e
      quase tão antigo qto o casamento, é so mais um padrão a ser seguido.

    • Não falei que o casamento não existe nas mais diferentes culturas, nem mesmo nas mais primitivas. Você diz que não existe outro modelo? Será? E defendo, sim, que é uma instituição falida. As taxas de divórcio nas últimas décadas falam por si. Não só o casamento em si, mas o padrões de relacionamento modernos, a idéia de amor romântico… tudo muito moderno. O que as pessoas não entendem é que já estamos com um pé, quase dois, na pós-modernidade. Desconstrução, colega, des-cons-tru-ção. Se você acredita mesmo no “até que a morte os separe”, que bom. Cada Alice tem o país das maravilhas que quer ter =)

      • Eu nao disse ke acredito no “ate ke a morte os separe”

        Mas como eu me recuso a entrar em debates insalubres,
        entao viva o SEU pais das maravilhas, Alice!!

        Muah!!!

  2. É utópico, mas não impossível viver uma história de amor. Conhece um casal que está junto há seis anos e um outro que os parceiros moram em estados diferentes mas viajam e passam vários dias juntos várias vezes ao ano.

    Acho que não interessa se um ou o outro é fisicamente tão másculo que ninguém vai dizer que é gay. Se houver respeito, haverá amor, cumplicidade.

    Queria eu viver apenas algumas horas que esses dois casais de amigos vivem. Deve ser ótimo ter alguém pensando em você e em quem você pensará, se preocupará.

    Infelizmente, no mundo gay é muito mais visto a erotização do relacionamento a dois que o amor mesmo. Infelizmente.

  3. Eu continuo sem entender por que o pessoal acha tão difícil viver uma relação gay estável e feliz.Já disse aqui em outros posts,que vivo a minha,sem dramas ou floreios.É lógico que não saio dando beijinhos em público,que não estamos aqui para dar show.Mas,quanto ao mostrado no filme,sou recebido daquela maneira pela família dele,incluindo pai,mãe e irmãos.Ele é recebido da mesma maneira pela minha família.Minha mãe inclusive já disse que ninguém tem que se meter na vida de ninguém.E ponto.Final.Existem problemas?TOOODO mundo aceita?Meu,o pessoal não aceita nem casamentos heteros que estão acostumados a séculos,não vamos ter problemas nas relações gays?E sobre a questão “vai durar para sempre?” E alguma coisa dura para sempre?Meus pais se separaram quando já tinham um punhado de filhos e nem por isso os filhos disseram “não vou mais casar por que isso não dura!”Eu sei que o meu dura 7 anos e pronto,deixa o futuro chegar.Gente,vamos viver,seja no país das maravilhas ou por aqui mesmo…Agora,para isso acontecer,a pessoa tem que fazer menos “carão” por aí afora!!

  4. Essa fórmula funciona desde o século XIX, não é mesmo? Uma história de amor é vivida por quem quer uma história de amor (digo esse amor nos moldes românticos, que ainda perdura). Mas o foco do vídeo é outro, é uma questão de Direito, Cidadania e Igualdade. Por esse motivo, é bem-vindo.

    • Também concordo,acrescentando o que já havia dito.Viva quem quiser,não vamos condenar,nós,do nosso meio, ninguém por isso ou aquilo que deseje.

  5. Já tô vendo as pessoas me criticarem, mas… Dé, você acha realmente que o “melhor [do vídeo] é ter a experiência, mesmo que por um momento, de ter um boy desses”? Não é para me gabar, estou longe desse tipo, mas já ficamos com pessoas bonitas assim (não tô falando que é todo sábado que acontece!). Quem me dera se o único requisito para ter um relacionamento sério com alguém fosse apenas a aparência; ele é importante, mas está longe de ser o único.

    • Não falava apenas da aparência, mas do fato dele ser um fofo que dá vontade de abraçar e amar forever AND forever. A vida real nos mostra que boa aparência e canalhice são, infelizmente ,na maioria da vezes, parceironas!

    • Ps: Não gostaria de ter um BOI desses…já que não me atraí, no transcol acho gente que me atrai mais…

      Ps: Beleza acaba…a gastação fica…

  6. Eu juro que vi o vídeo da forma mais inocente, pensando: “olha, estão mostrando que um casal gay pode ser como um casal heterossexual. Amamos, divertimo-nos, sofremos, choramos etc., somos igualmente seres humanos.”

      • Normais??? quer dizer que se o gay fosse afeminado, ou uma pessoa com um estilo diferente ou outro way of life….seria anormal???

        Juro que me senti um pouco incomodado com o vídeo mas, para o começo da luta, está de bom tamanho…( e sim, vi uma comparação com um casal hétero….pelos mesmos direitos e tal…) mas ainda não é o bastante…

        • Bem,não coloque palavras no meu comentário.Eu falei pessoas normais,não falei afeminados,viados ou héteros.Apenas “normais.Agora,cabe a cada um achar se “é normal” ou não.Eu acho que todos são.E você?O problema do público gay é que parece que nenhuma tentativa é boa para eles,infelizmente.Em qualquer sentido.

          • Então defina o que é normal pra vc…..eu peguei o senso comum pra adivinhar…mas se vc é mais complexo que isso, então me explique.

          • Nenhum movimento social pode se dar por satisfeito. Se a luta acaba, pode haver regressão de direitos, perdas totais e parciais e etc…

          • Out,vou usar a Isabelita do Patins conhece?Mais conhecida do que tudo a séculos.Acho ela normal,por que é o que ela quer ser,o que deseja ser.E vou usar o Rick Martin,bem conhecido,muito diferente do estilo da Isabelita.Acho ele normal,por que é o que deseja ser,é o que quer ser.São estilos diferentes,mas para mim são normais e não vejo complexidade nisso.Isso é ser complexo?Não vejo coisa mais simples do que achar que todo mundo é normal,desde que se aceite.Os outros são detalhes,ninguém satisfaz todo mundo.

  7. Antigamente os casamentos eram para união de famílias,coisas da tradição…

    hoje é mais pelo querer ficar com a pessoa ( mesmo que não seja somente por amor)…

    Mas a questão é, se eu quero entrar na roubada de um casamento ( instituição falida sim!), eu quero esse direito….e quero tb todos os direitos e as benesses de ter um relacionamento com outra pessoa (se eu quiser)…

    Agora achar que casamento é pré requisito pra felicidade ou fará aumentar a felicidade de alguém, eu, aos meus 24 anos, já sei que é furada…..das brabas…

      • auhauhauah minha avó fala a mesma coisa….

        mas sabe, sempre tem um doido, Max…..e eles aparecem quando menos se espera….

        cara, sempre tem…

        Mas assim…eu NÃO QUERO casar…nem penso nisso….nem penso em namorar….chega… auhauhauha to bem assim, melhor fase da minha vida.

        • Gostaria de registrar esse depoimento em cartorio, em 4 vias e com testemunhas para comparar com a situação daki a 10 anos QDO TODAS ESTAO DESESSPERADAS PRA TER UM BOY PRA CHAMAR DE SEU!!
          KAKAKAKAKAKAKAKAKA

          • Pode ser que sim, Lucy…

            não duvido de nada…..mas,se pudesse escolher, não escolheria esse tipo de futuro para minha pessoa….

          • Chega dessa ditadura da companhia…..as pessoas precisam aprender a ficarem “sozinhas” e bem. Principalmente nós homossexuais e as mulheres que compartilhamos de um devir… quase que um destino em comum.

          • Ai que viado Niilista! viver na esperança de encontrar o amor da sua vida é o que move as relações sociais, é o que nos faz tentar ser feliz de novo mesmo depois de ter se ferrado inúmeras vezes.

            A solidão vai fazer você acabar igual aquela velha doida cheia de gatos, dos Simpsons

          • Não acredito nisso, Max…. há muitas relações sociais,,,diferentes…

            Conheço muitas pessoas que estão sozinhas e felizes e muitas outras que estão juntas e infelizes…

            e não vejo, tb, tão mal em ser uma velha cheia de gatos….

            já que velhos todos seremos (espero)… e ter gatos é uma escolha….
            vc tb pode ter outros tipos de gatos…..sei lá ne, o que tiver que ser vai ser…

            auhauhauahuah 😉

          • Mas quem escolhe sua vida é vc,Out.Como assim,”se eu pudesse escolher?” – Vc deixa o rumo da sua vida nas mãos dos outros?Quer dizer se,daqui a 10 anos vc estiver casadinho,dividindo cobertor,como eu divido hoje,vc vai culpar alguém por um destino que não queria?Olha,não entendi,isso sim foi complexo…

  8. Rsrsrsrsrs,o povo me faz lembrar mulher que diz “Deus me livre de casar.Casar,tô fora!” – Mas oferece uma aliança…rsrsrsrsrs.

    • Também acho. Eu sempre admiti que mesmo sendo uma vadia rampeira, penso em me casar, ter filhinhos, 2 gatos, uma casa do campo e um enxoval escrito “Him & Him”… UHAUHAUAHAH

      Mas só penso mesmo…

      • Cada um aceita a aliança que lhe apetece,rsrsrsrs.A Marylin aceitava diamantes,rsrsrsrs.MAX,é por isso que te admiro;vc não esconde seus desejos sob opiniões que não se sustentariam nem por um minuto diante de um relacionamento QUE VALESSE Á PENA….bem entendido.

  9. “A solidão vai fazer você acabar igual aquela velha doida cheia de gatos, dos Simpsons”

    Mas sem os gatos…
    KAKAKAKAKAKA

  10. Max,talvez vc se recorde,quando comecei a postar aqui no BC,que eu disse que o público gay parece torcer que todos os relacionamentos gays dessem errado,para terem a satisfação de dizer “Eu não falei que isso não durava?” – Parece que infelizmente isso continua em voga.Um relacionamento gay tranquilo pode durar 20 anos,mas o dia que terminar,se terminar,um monte vai rir alto e alardear – Olha lá,não falei que ia acabar? – É triste,muito triste.

  11. Tudo tão engraçado… Só me vem um trecho de uma música da Alanis na cabeça:

    “I’m in no hurry; I could wait forever
    I’m in no rush cause I like being solo
    There are no worries and certainly no pressure
    In the meantime I’ll live like there’s no tomorrow”

    Se temos ou não planos para estarmos casados aos 35 anos, pouco importa. A ansiedade asfixia o presente e projetar a angústia para o futuro é inútil. Sejamos felizes e projetemos felicidade para o futuro!

  12. Talvez seja pq eu cresci numa família perfeita, daquelas de fotografia mesmo, e nunca tive problemas com a minha homossexualidade nem nunca passei por momentos difíceis. Porque eu tenho muita vontade de me casar, de ter um marido, da aliança no dedo, comprar a casa onde vamos morar pro resto da vida, dos filhos correndo pela casa, com o cachorro logo atrás…Um casamento lindo, cheio de flores, num jardim imenso, os noivos de branco…Enfim, vcs entenderam 😛 hahaha

    Morro de medo de morrer “aquela velha doida cheia de gatos, dos Simpsons” e sozinha ainda por cima….

    Ufa! Desabafei! hahahahhahah

    Acho que um tema assim seria interessante pro Babado TV!
    ;D

    ;*

    • João Marcelo,eu te entendo e inclusive acho que vc tem todo esse direito,mas muita gente aí parece que fica com raiva quando aparece algum gay descomplicado e de bem com a vida e com seus amores.Mas nem liga,sofrer todo mundo sofre,sendo romântico ou sendo recalcado.Mas pelo menos os românticos tem sempre coisas boas na lembrança.Siga em frente!!O problema nem é virar a velha doida dos gatos,o problema é o povo achar que TODO mundo precisa virar também…Se alguém vier falando que vc vai quebrar a cara,esqueça e siga em frente!!

      • Analista…vivemos num tempo em que os relacionamentos nao duram…se o seu dura, boa sorte, muito legal pra vc….

        Eu só acho que da mesma forma que as pessoas não devem achar que todos serão velhas doidas cheias de gatos, elas tb nao devem achar que as pessoas precisam estar com alguém pra estar bem.

        E como eu disse….eu vivo com muitas pessoas velhas (50, 60 anos) …. boa parte me disse que se pudesse voltar, não casariam… e mais,conheço pessoas que estão casadas e namorando e são infelizes….cheias de problemas por causa de um relacionamento fudido…e conheço pessoas solteiras e viúvas que estão ótimas……e o contrário tb….

        então não vejo a necessidade de impôr nada a ninguém, só disse que o caminho a ser escolhido tem seu lado bom e ruim…sempre….

        nem melhor, nem pior….

        mas, de qualquer forma, as pessoas precisam a prender a ficarem sozinhas e bem….. pq, mesmo um “conto de fadas” chega ao fim…

        • Out,eu venho repetindo isso desde que cheguei ao BC…Que cada um tem o direito de escolher o que quiser,casar,não casar,namorar,não namorar,etc,etc.Eu tenho 45 anos e já vi um pouco de coisa nessa vida,então creio que já tenho experiências positivas e negativas.É lógico que as pessoas precisam aprender a ficarem sozinhas,isso pode ser necessário e acredite,já aconteceu comigo em algum tempo de minha vida e nada garante que não vá acontecer novamente.Só não acho certo o bombardeio que fazem em cima das relações estáveis,principalmente quando vem de pessoas que sequer tiveram alguma experiência emotiva do gênero.As pessoas precisam entender que as coisas podem dar certo e terem coragem para vivê-las.Mas,tudo bem,não querem vivê-las,ótimo.Então concordamos no mais importante – cada um faça como quiser e,como sempre disse,não vamos condenar ninguém.

  13. ” Uma vida a dois nunca é escolha de um “… – E eu é que sou complexo,rsrsrsrs.Deixa eu ver se entendi o correto – se alguém vai viver uma relação a dois,mas não é isso que deseja,a culpa é do outro…Estou tentando usar o tal do “senso comum”,mas acho que boiei…Acho que vou pedir ajuda aos universitários,no caso,o Max!

    • E não adianta…nada do que vc postar mudará a realidade, mudará o que acontece ou o que eu vejo…

      e é o que vc vê tb….

      veja o censo, veja as relações sociais, as pessoas….os relacionamentos… nada dura pra sempre….nada…

      e hoje em dia duram menos que antigamente…e fechar os olhos pra isso é querer se enganar… o que temos que fazer é aproveitar o momento e não ligar tanto pra tempo…..e ter orgulho…sempre….coragem pra acabar quando se deve acabar, e pra continuar quando ainda se pode…

      simples assim.

  14. … e no final do dia td o q queremos é alguém que nos entenda, alguém carinhoso, alguém que nunca vamos encontrar !MUAH!

  15. Quem foi mesmo que disse que só temos um padrão de relacionamento – casamento – pra seguir? Acho que vale um post: http://vimeo.com/23988620 Principalmente pra discutir o rumo que temos tomado no últimos tempos em se tratando disso. Se por um lado sou “team Uomini”, logo, um tanto pessimista em relação a alguns áspectos no que tange a casar, por outro mantenho um otimismo ao observar essa “tendência” que é discutida no documentário. Beijos.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s