Ninguém se veste só para se tapar


Sou exóticãm

Como muitos por aqui sabem, sou famosãm pelo Babado Certo pela minha androginia, criticado duramente (ui) devido a ela e, às vezes, elogiado.

Antes de eu incorporar a personalidade “Max”, muitas pessoas julgavam o meu comportamento se baseando nas minhas roupas, aparência e estilo de vida, e, na mesma proporção, mudavam de opinião ao me conhecerem. Eram situações como: “Nossa, não sabia que sua voz era tão grossa”, “Eu não sabia que era tão inteligente, pensava que você era fútil” ou então “Jurava que você era uma sapa quando te via passando pela UFES”.

Mas é aí que vos pergunto: Até que ponto a sua expressão visual é capaz de explanar a sua REAL personalidade?

Poucas são as pessoas que se vestem apenas para cobrir seu corpo, a tendência é passar visualmente as suas ideologias, idéias e traços de seu comportamento, além de valorizar pontos fortes de sua beleza. O mesmo ocorre com os lugares que frequenta, as gírias que usa e a maneira que se comporta.

Tudo isso canaliza a sua intenção de mostrar quem você é, a sua luta pela liberdade individual, de ser diferente da maioria. É o que chamo de “visibilidade”. Seja essa visibilidade GLS, visibilidade Vegan, visibilidade racial, entre outros grupos que, por serem minoria, são obrigados a mostrar que existem sem precisar falar o que são.

Mas falando das bee’s e fanchas, observo que nesse grupo, quando se inicia um relacionamento, tende-se a voltar para Nárnia, de maneira que não mais frequentam os mesmos locais, não usam as mesmas roupas e mudam traços marcantes da sua personalidade, como se estar namorando tivesse alguma influência na imagem de “bom moço” que você agora é obrigado a passar para a sociedade.

O problema é que isso ocorre, muitas vezes, por imposição inconsciente do parceiro, sim, bee’s, do parceiro, principalmente quando ele é ciumento e te impede de socializar com outras pessoas. Percebo a perda da visibilidade num momento em que ela deveria ser mais evidente, a fim de mostrar aos homofóbicos que homossexuais também são capazes de manter relações fixas sem serem personagens de propaganda de creme dental. Até mesmo aqueles caricatos, que por serem nitidamente gays, sofrem, além do preconceito quanto a sexualidade, preconceito comportamental.

Eu mesmo sempre gostei de ser solteiro, nas poucas vezes que namorei exigi que meus traços não fossem mudados. Entretanto, é ainda mais raro encontrar pessoas dispostas a respeitar essa individualidade, e, com o envelhecimento e concomitante necessidade de se “quietar o facho”, me vejo tentado a aceitar as mudanças. Claro que eu não vou passar a me vestir de bermudão e boné da Quiksilver de um dia pro outro (até porque o dia que eu fiz isso um mecânico passou por mim e gritou: “Vem aqui sapatona que eu vou te mostrar o que é gostar de pica!”).

Portanto, minhas gatiras, pelo bem de todos os militantes que morreram lutando pela nossa liberdade, não aceitem ser modificados por quem acha que você não precisaria ser tão evidentemente gay, ou tão másculo (se é que que alguém reclama disso, néam?), pois se você se sente bem dessa maneira, você precisa, é inerente a você. Quem diz te amar e exige que você se modifique não te ama realmente, pois o amor, em primazia, é a admiração e aceitação do outro, na sua essência.

Vixi, acho que incorporei alguma entidade, que romantismo é esse, garáleoãm?! Quem ta aí? Diga seu nome e a que veio!

Então, já que você leu até aqui, vamos de meme, porque é disso que as erê goshtam:

Namoro: o maior afrodisíaco

29 comentários sobre “Ninguém se veste só para se tapar

  1. Excelente ensaio sobre o comportamento humano.Ultimamente o BC tem promovido o pensamento do povo.Pena que o povo ( a julgar pelo pequeno número de respostas desses posts em especial) parece apreciar coisas mais vazias…Mas acredito que esse seja o caminho para aprendizados…Parabéns,Max!

    • Às vezes elas não comentam pq ficam com vergonha, mas sempre que encontram comigo na rua fazem comentários elogiando esse tipo de post.

    • “Pena que o povo…” é o trecho que sintetiza todos seus comentários aqui, que só acusam os outros e enaltece sua posição atual, mulher casada e bem sucedida! Os poucos que comentam aqui são fundamentais para o sucesso do blog, dear :]

      • Continuo afirmando,como ja fiz varias vezes,que interpretaçao de texto nao ‘e mesmo para qualquer um…Se o meu “pena que o povo” lhe comunica essa impressao,nada posso fazer…Afinal,todos tem o direito de pensar o que quiserem sobre o que escrevemos aqui.Se “estou casado e feliz “(bem sucedido foi vc quem disse),e digo isso,’e por que pessoas como vc insistem em colocar que o mundo gay ‘e um mundo sem futuro de vida,sem esperança de relacionamentos serios e ou duradouros.Entao vc pode alardear sua visao de mundo em todos os posts (olha la,vc nao muda) e eu nao…Egoista vc…

      • Vc ‘e no minimo,egoista…Sua posiçao ‘e a mesma em todos os posts.Se eu coloco minha posiçao de “casado e feliz” (bem sucedido foi vc quem disse),’e por que pessoas como vc insistem em mostrar o mundo gay como um mundo sem esperança,sem futuro de relaçoes estaveis e ou serias.Entao vc pode demonstrar sua eterna posiçao de mundo vazio e futil e eu nao posso demonstrar a minha de que acredito que existe algo mais alem da bebedeira e da transa de fim de semana…Mas todos tem direito a suas opinioes.Se escrevemos aqui,precisamos aceitar que os outros aceitem ou nao.Nao seja egoista…

  2. aaaaaai vc tocou em um assunto que eu entendo! Já fui expulsa de banheiros femininos umas 7 vezes, vivo sendo chamada de viadinho, bicha e outras cositas que nem preciso citar pq todo mundo conhece. Ano passado, na parada de Jacaraípe, o próprio secretário (acho que de Direitos Humanos) me chamou, elogiou meu visual e perguntou se eu era travesti, transex ou drag e o mesmo ficou shocadíssimo qndo disse: sou sapa meu amor!
    Já me atiraram coisas enquanto andava na rua, sofri bullying e sempre me impus exatamente por eu ser assim e não me sentir bem de qualquer outra forma que me vista e isso não atingir absolutamente NINGUÉM.
    E Max, assim como eu, sabe como a androginia é uma das coisas mais desrespeitadas nos dias de hj, pq além de sofrermos com os “de fora” ainda ouvimos gracinha de dentro da comunidade LGBT e até mesmo de outros andróginos. Mas não adianta, quem é andrógino é e pronto! Como Max mesmo disse q foi confundido com sapa em um dia que saiu mais “macho” eu de vestido e salto SEMPRE sou confundida com travesti ou transex. O que não me impede de colocar sim meu vestido e meu salto bapho quando me dá vontade. Não vou me privar de vestir o q eu qro por conta de meia dúzia de imbecis mal fodidos.

    E depois de tanta coisa q passei por me assumir cedíssimo e sempre expor o q sou e meus gostos através q visto vou aceitar uma racha me mudar? Mas de jeeeeeeeeeeeeeeeeeeito maneira!!!!!!!! Ou a mina me namora por inteiro ou ela simplesmente não vai ter espaço na minha vida. Mulher tem as pencas por aí, e se não me respeita, não me merece.

    • isso me lembra o seguinte: “epa. a fila do banheiro masculino tá menor! EEEEI, EU SOU TRAVESTI, GEMT, VOU PRO BANHEIRO MASCULINO MESMO!”

      tragicômico.

    • O preconceito interno é muito maior à medida que encontramos aqueles que se dizem gays com orgulho, mas que se orgulham de ser “menos gays” que os outros. No caso dos homens, os que são machinhos, ativos, bombadinhos, versáteis, passivos, andróginos, travestis – numa escala meio tosca.

      E ainda rolam aqueles que se juntam e se consideram mais iguais aos héteros, pra poderem sacanear aqueles que são “mais gays” que eles. Como se houvesse diferença entre homem que gosta de piru e mulher que gosta de buceta.

      “É bicha!” (LISPECTOR, Clarice)

      • Verdade Mildo! Vejo muito isso no meio gay….

        mas os contextos que mais me chocaram foram:

        ficando com um cara ( tá,machinho…) e ele diz: Olha, que vergonha cara….uma bichinha ali….

        eu: tu nao gosta de bichas muito travestidas nao?

        ele: não, ….

        eu: então o que vc está fazendo comigo? ( a implicância)

        —————————————————————————-

        Eu numa Buatchy:

        Duas bees pintosérrimas:

        Elas: Aff…aqui só tem gente estranha.

        eu: Oi? ( só pensando….)

        Elas: Aff, aquela ali ó,jágosta de ser pintosa!

        Eu: OI?¹²³²³£¢

        ________________________________________________

        E na cidade das letras…..

        Aquele namorado de tal pessoa é tão pintosa…ele nao deve ser levado pra tal reunião ( movimentos sociais)

        eu: Oi?

        e esses caras se impõem padrões heteronormativos, apesar da voz e do jeito que NÃO CONSEGUEM MUDAR, caso contrário,mudariam.

          • Caceteeee….adorei suas ilustrções tambm ja passei por isso na buatchyx move..no bar up…só q estava bebado e sabe bebado não consegue pensar…sozinho rsrs…ja feedbackeyyy : “piór q elas(as afeminadas q estavam julgadas)…só aquelas ali (apontei) q além de tudo, são medonhas e desprovidas de beleza hehehe…detalhe… apontei pro reflexo delas no espelho kkkkkk muhaa;;;adogo coléga q tava do lado Riu soluçando kkk

  3. hahahahahahahaahah
    “Quem ta aí? Diga seu nome e a que veio!”.
    Faleci.

    To numa fase tão sóbria, que só me resta levar no humor post’s sérios sobre comportamento.

  4. sobre as roupas…. ah, se eu pudesse juro q andava na rua de pijama. de fato, qnd está friozinho, eu uso pijama com blusa de frio por cima pra ir ao supermercado, padaria, farmácia… é tão prático *-*

    eu me visto pra me tapar e pra ficar confortável e bunitam. mais confortavel q bunitam. ._.

    ninguém nunca pediu pra q eu mudasse meu visual nem nada. se pedisse, eu ia falar q minha mãe tá ae desde q eu nasci implorando pra eu usar umas saias e uns vestidinhos, e nada. vê se peguete ou namorada vai conseguir?

  5. Ei Max,

    adorei boa parte do seu texto. Acredito que ninguém deva muda por conta de forças alheias, e muito menos por pressão da sociedade, isto, claro, com algumas exceções. Pois não podemos nos esquecer que vivemos numa sociedade que prima pela primeira impressão. E, por mais que estejamos mais ‘liberais’, ainda há o preconceito, e todo cuidado é pouco.

    Infelizmente, temos que ter cautela. Quem tem seus trejeitos, em determinados ambientes deve se conter. Afinal, nunca se sabe a quem estamos encomodando.

    A única parte que não concordei ‘por completo’: “Quem diz te amar e exige que você se modifique não te ama realmente, pois o amor, em primazia, é a admiração e aceitação do outro, na sua essência.”

    É muito complicado… O que é amor? Onde surgiu? É um sentimento inato? Não sei. Não sei. Não sei. Acredito que o amor tenha se perdido na história, ou sei lá o que.

    Não entraríamos em uma dicotomia caso eu dissesse que amor é você abrir mão daquilo que você gosta para ser agradável ao outro?

    NÃO ESTOU DIZENDO QUE ESTOU CERTO, até porque tenho dúvidas quanto ao amor, isto, se é que ELE existe. Enfim, fica uma reflexão…

    Obs.: Encontrei um pequeno e ótimo texto sobre o amor na mitologia. Muito bom. =P
    http://pt.scribd.com/doc/2259363/origem-e-significado-do-amor-na-mitologia

  6. Vc esta tao inspirado hoja!!!

    Mas é moooooita informação pro finde, as nervosa só tao preoCUpada com a roupa ke vao usar na muatchi e na Mad Max.

  7. eu acho que vc ahazou no post e adoro as babozeiras mas tenho muita preferencia por ler coisas com conteúdo e que nos coloca para pensar e refletir sobre nossas proprias atitudes e posições perante a sociedade em que vivemos. está de parabens. continue abordando assuntos desse tipo. um beijo

  8. Vale a Pena Repetir Isso! :
    “Portanto, minhas gatiras, pelo bem de todos os militantes que morreram lutando pela nossa liberdade, não aceitem ser modificados por quem acha que você não precisaria ser tão evidentemente gay, ou tão másculo (se é que que alguém reclama disso, néam?), pois se você se sente bem dessa maneira, você precisa, é inerente a você. Quem diz te amar e exige que você se modifique não te ama realmente, pois o amor, em primazia, é a admiração e aceitação do outro, na sua essência.” boa boa!

    rsrs
    issso ai Max!…vejo q meu norteamento surtiu efeito muah!* rsrs…brincadeira…ja sei …n precisa dizer ja sentei já! =D…mas continui assim…Up vibrações!…sei q minhas críticas estão repleta de um sentimento q no inferno ta cheio: “Fé”…”mas ao contrário” (4Dé..she like)…minha fé não eh sega, nem nintendo…não to jogando kkkk…minha Fé eh de core!

      • ahaummmm <3=3…q fofo! "ISSO SÓ foi pra te mostrar que você sempre esteve errada."
        #QdeclaraçãoMagavilhosaaaaaProdução!
        vc fez essa coisa LINDA refletindo, por reação a mimhas ações… adorei!rsrsrs …brigado ;*****

  9. Ao ler o seu post lembrei dessa frase que depois de tanto moldar e ser moldado em relacionamentos tenho para mim quase como um mantra.
    “Eu faço minhas coisas, vc faz as suas.
    Não estou nesse mundo para viver de acordo com as suas expectativas e vc não está neste mundo para viver de acordo com as minhas.
    Vc é vc e eu sou eu
    E se por acaso nos encontramos, é lindo
    Se não, nada há a fazer”
    (Perls)

    • hummm…meio clichÊ!…se fosse possivel essa “independência…essa distância entre nós”…satisfatória saudável,,,?nem od curitibanos conseguem…e olha q eles se esforçam rsrssrs…

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s