Enquanto isso no primeiro mundo…


Não, não sou daqueles que diminui seu país diante de outros e mimimi. Mas, não há como negar que em muitos, as políticas aos homossexuais estão a anos-luz das nossas. Enquanto por aqui se discute se os homossexuais “merecem” uma legislação de proteção a violência e de união afetiva, e partidos bizarramente fazem campanha de Tv dizendo que família é constituída por homem e mulher, excluindo, assim, outras formações de casais, em Londres…

A Grã-Bretanha vai tirar as palavras “pai” e “mãe” dos documentos oficiais, substituindo-as por “progenitor 1” e “progenitor 2”, para evitar o constrangimento de casais homossexuais e de seus filhos. A BBC informou que a mudança vai começar pelo passaporte.

Outros países europeus deverão seguir o exemplo britânico.

Trata-se de uma tendência que já se verifica no Parlamento Europeu. No ano passado, a instituição recomendou aos seus integrantes que não usassem “Miss”, “Mademoiselle”, “Seniora and Seniorita” porque esses prenomes de tratamento indicam uma identidade sexual que pode ofender as pessoas.

Via Paulo Lopes.

4 comentários sobre “Enquanto isso no primeiro mundo…

  1. Nascemos no país errado mesmo!
    Achei que só eu que, raramente assisto tv, tinha percebido a propagando do PSC. O pior que é não ofende apenas homossexuais e sim pais e mães solteiras e até mesmo famílias desestruturadas que não possuem ‘amor’.

    Saber que um partido assim faz parte da política do seu país é triste!

  2. Não sou tão a favor de dizer que nascemos no pais errado, muitas coisas no Brasil já foram muito piores do que são agora. O prconceito com relação aos negros ainda existe veladamente, mas não é mais socialmente aceitável como era antigamente. Acredito que o Brasil somente tem uma tendência enorme a evoluir em certos aspectos de forma bem atrasada. O que não podemos é nos calar e aceitar as coisas de cabeça baixa, a Revolução Francesa inspirou a luta pela liberdade de diversos países, que fatos como esse sirvam para nós como incentivo, para lutarmos cada vez mais pelos nossos direitos!

  3. Não sou tão a favor de dizer que nascemos no pais errado, muitas coisas no Brasil já foram muito piores do que são agora. O prconceito com relação aos negros ainda existe veladamente, mas não é mais socialmente aceitável como era antigamente. Acredito que o Brasil, tem sim, uma tendência enorme a evoluir em certos aspectos de forma bem atrasada. O que não podemos fazer, é nos calar e aceitar as coisas de cabeça baixa, a Revolução Francesa inspirou a luta pela liberdade de diversos países, que fatos como esse sirvam para nós como incentivo, para lutarmos cada vez mais pelos nossos direitos

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s