Resenha: “Move para Elas”


Bom, como todos já sabem, a Move estreou um novo projeto dedicado as sapas da Grande Vitória. O “Move para Elas”, é um evento que vai rolar toda 2ª quinta feira do mês, promovendo a interação e pegação entre lindas garotinhas. Eu fui curtir de perto e contar tudinho pra vocês, é claro!

Faz exatamente 1 ano que não apareço pelas bandas da Move, então, vocês já devem imaginar que eu desci no ponto errado. Sim, eu fui de ônibus, e sim, muitas outras sapas também, afinal eu olhei para o lado e contei mentalmente. Depois que finalmente consegui chegar, a portaria não parecia tão animada, acendi um cigarro e esperei calmamente o fervo.

Lá dentro, a música já rolava e havia bastante gente, desde as novinhas até as mulheres de verdade, muita sapa bonita dançando e pra minha surpresa, femmes e femmes se pegando freneticamente! Adorei. A Move me pareceu menor que antes, não sei se mais alguém percebeu isso. O bar estava muito bem organizado, fui rapidamente atendida todas as vezes. Adorei os leds nas paredes e os djs não deixaram ninguém ficar parado!

Falei bem até agora né, mas lá vem a crítica. As gogo dancers pareciam travestis! Me desculpa, mas pareciam meeesmo!! As sapas se acabaram de bulina-las e eu fiquei traumatizada!

Foi legal perceber que as mulheres marcaram presença, o que destaca o fato de que na Grande Vitória somos carentes de eventos voltados para lésbicas. Amei a noite e espero, sinceramente, que dê muito certo essa nova empreitada da Move.

14 comentários sobre “Resenha: “Move para Elas”

    • Um horror de noite… me decepcionei por ter ido… o que era aquele monte de sapa feia, caminhoneiras e mal arrumadas?

      nem as gogogirls se salvaram… pareciam aquelas travestis de favela…que horror..

      e pra finalizar mais ainda a tragédia da noite… as músicas estavam chatas…a dj é muito fraca. trouxeram ela de outro estado, antes tivesse chamado um daqui….

      e sim… a move ta menor… o que ja era ruim, ficou pior.

      O jeito é continuar frequentando boates HT´s.

      Aproveitem quem gostou, pois é questão de semanas pra terminar. ANOTEM!

      • Não vi tanta caminhoneira lá não, Joice. Tinha sapa pra tudo quanto é gosto. E a questão da beleza, depende de quem olha, né?
        Mas q as gogo girls pareciam travas, ahh se pareciam!

        • Na verdade, beleza não depende de quem olha e sim de quantas vc bebeu!!! haha..
          Mas valeu o post, vou lá pra conferir! =)

          Kisses

  1. …e nao tem coisa mais deprimente do que uma mulher bulinando uma dançarina feia, masculinidade é pouco pra esse tipo de “mulher”

    • em primeiro lugar, parecer travesti não quer dizer que é feia.
      em segundo, mesmo que sejam feias os rostos não foram bulinados e sim outras partes ahuiahuahauh

      cada um com seus defeitos, se vc não curte esse tipo de “mulher” o problema é seu, cada um se diverte como quer, tenho certeza que aqui ninguém é perfeito pra julgar…

      PS.: eu não estava lá, e nem faria isso com as dançarinas, mas não valorizei o comentário…

  2. Nossa foi tão ruim assim anoite da move para elas queria muito ter indo Poq nunca foi em boates que somente tivesse lésbicas

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s