Mamilos


Vocês ficaram sabendo do bafo da deputada Myrian Risos, não foi? Se não se lembra, olha aqui o vídeo (com comentários do site Bule Voador):

Entón, eu nem queria postar, porque acho que gente inferior como essa acéfala não deve receber divulgação nem mesmo num protesto.

Mas eu vim falar de coisa boa, vim falar de uma paródia do vídeo, muito boa, feita pelo ator Celso Andre, vejam que genial:

24 comentários sobre “Mamilos

  1. melhor q esse video, foi briga de hj no facebook.:
    Pedro postou isso:

    Alguem responde uma curiosidade em relação a Move, as pessoas estão loucas, toda vez q reforma aquele lugar o preço sobe, não acha q está muito cara já… Acho falta de respeito e consideração com os cliente. Eu tenho namorado, tenho q paga 120 reais cada vez q resolvemos ir lá. Vcs já foram nas Boates do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte entre outras. Os preço não chega nem perto desse absurdo. Isso não é pior, temos q fica horas numa fila, pessoas sem educação para atender os cliente no bar. Vamos pensar um pouco no cliente. Soube q os donos são bicheiros, já não ganha dinheiro suficiente com isso, não precisa abusar de nós gays tb. Pelos menos devia investir em atração, Desculpa desabafo mais Amannda já deu, cadê as outras cantoras, cadê bom djs. Cadê, cadê, cadê, cadê…

  2. Cadu Libardi Gallina
    Olá queridos!!!
    Pelo que vi o assunto rendeu, ta certo, reclamação sempre rende….vamos lá….Como houve o direito de reclamação concerteza vai existir o direito de resposta, não é!

    Pedrinho Capixaba, acho válido o seu comentário sobre a mov…e em relação a reclamação de atendimento, só mais fiquei muito chateado com a sua colocação em relação aos dos donos da Boate Move Music, FELIZMENTE nem eu como funcionário da casa e nem vocês como clientes não temos nada a ver com a vida deles, então se eles são ou não o que você disse, NÃO É DA NOSSA CONTA. A vida deles é deles…

    Sobre o atendimento da Move estamos sim fazendo algumas mudanças nessa NOVA TEMPORADA e como você mesmo disse, tem muito tempo que você não frequenta a casa, então possivelmente não deve ter visto esses acontecimentos. A cada dia que se passa estamos tentando trabalhar mais com o nosso público em questão de atendimento e de ouvir mais o cliente, tanto que acabamos de lançar nosso site novo e lá existe um canal de atendimento direto com a Gerência Promocional e o Departamento de Marketing e logo mais vamos colocar um questionário para avaliação de todos os serviços da Boate. Então fica a dica para caso queira fazer alguma reclamação….beleza!

    Fico muito surpreso o comparativo sempre com casas de fora do ES, sou freqüentador dessas casas e não fui apenas uma vez somente não e sim várias, e sinceramente adoro a Move, não só por trabalhar nela não, é de saber que a casa possui uma estrutura de SOM e ILUMINAÇÃO de grande qualidade, sem contar que é um ESPAÇO TOTALMENTE RESERVADO A NÓS DO MEIO LGBT…
    Sobre valores que é uma coisa que você questionou, veja que a cada dia que se passa nosso governo sobe cada vez mais os preços dos impostos relacionados à bebida, energia e água e isso reflete DIRETAMENTE no funcionamento de todas as casas de Vitória e de outras cidades, como SP, MG, RJ e entre outras. Isso faz com que todas as casas tenham que aumentar os valores para manter o padrão já oferecido… E outra existe lugares no qual você citou, que para entrarmos pagamos isso só de INGRESSO e não de consumação como a Move Music faz….pense nisso.

    Outra coisa que foi comentado foi a questão do fidelidade, acho muito feio o modo que foi retratado e o contexto utilizado. Hoje temos cerca de 100 fidelidades ativos na casa e te digo uma coisa 95 deles são comprados pelos próprios clientes os outros 05 são parcerias dos promoters que é de praste ocorrer esse tipo de troca quando se trata de eventos relacionados ao entretenimento.
    Bom queridos, espero que eu tenho solucionado algumas informações e na boa se quiserem falar mais comigo sobre esse assunto segue meus contatos abaixo para continuarmos essa conversa, pois não acho legal jogar assim, pois acaba sem querer algumas pessoas entrando em dissentimento.

    Bjus a todos e boa noite e estou a disposição tá galera!!!!
    Cadú Libardi – Gerente Promocional
    (27) 9992-4050
    Cadu.libardi@movemusic.com.br

    • “Isso faz com que todas as casas tenham que aumentar os valores para manter o padrão já oferecido…”

      A resposta é simples: diminua o Lucro ! Nenhuma empresa fali por diminuir, UM POUCO, seu lucro.
      Porém, diminuir os rendimentos, apesar de não afetar em nada os clientes,afeta os donos. Por isso nao ocorre.
      A desculpa de que a mudança de preços é necessááária devido ao aumentou de preços não procede a partir do momento que a orientação é um lucro , no mínimo, constante.

    • Achei muito educado de sua parte vir aqui esclarecer, Cadu. Até hoje a tarde faço um post pra colocar sua resposta pros leitores

      • O CONSUMIDOR NÃO DEVE PAGAR NADA ALÉM DO QUE CONSOME

        ——————————————————————————–

        O Código de Defesa do Consumidor é bem claro em seu artigo 39, inciso I, quando estabelece que é vedado condicionar a entrada de uma pessoa em seu recinto, estabelecendo o quanto ela deverá gastar. O consumidor pode entrar quando quiser e consumir o que bem entender. Também, desde o dia 1º de Março de 2005, a Lei Estadual 11.886/05 proíbe a cobrança de consumação mínima em estabelecimentos no estado de São Paulo. O Estado do Rio de Janeiro também tem uma legislação similar.

        A exigência de consumação mínima obrigatória é considerada prática abusiva pois caracteriza a chamada “venda casada”, condicionando a entrada ao estabelecimento à consumação de uma quantidade pré-determinada de produtos.

        Assim dita o artigo 39, inciso I, do Código de Defesa do Consumidor:

        “Art. 39 – É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas:

        …..

        I – condicionar o fornecimento de produto ou de serviço ao fornecimento de outro
        produto ou serviço, bem como, sem justa causa, a limites quantitativos”

        Que fique bem claro: o consumidor só deve pagar por aquilo que consumiu. Nem mais, nem menos. Quanto à taxa de serviço, a lei diz que obrigar o pagamento da gorjeta do garçom, de forma coercitiva, assim como cobrar consumação mínima em bares e danceterias é proibido e pode até gerar a prisão dos donos do estabelecimento, após abertura de inquérito.

        Infelizmente, os abusos são freqüentes na noite, mas ocorrem porque são poucos os que exigem os seus direitos, seja por desconhecimento ou por timidez. Aliás, devo lembrar que a exigência de cobrança de consumação mínima obrigatória é ilegal. Às vezes, para não estragar a noite, muitos se deixam ser lesados porque não querem chamar a atenção ou causar tumulto na fila de pagamento. Então, para aqueles que querem resolver a questão de uma forma diplomática, mas sem ficar no prejuízo, aqui vai uma dica.

        Todo estabelecimento é obrigado pela Receita Estadual a emitir nota fiscal, para fins tributários e fiscais. Quem pagou mais do que consumiu, deve pedir nota fiscal do bar ou casa noturna, fazendo com que conste da nota, de forma expressa, o quanto ele verdadeiramente consumiu e que está pagando “tantos” reais a mais a título de consumação mínima obrigatória. De posse dessa nota fiscal, o consumidor lesado pode ir até o Juizado Especial Cível (popularmente conhecido como Juizado de Pequenas Causas) e pedir a devolução em dobro daquilo que pagou indevidamente.

        Exemplo: a casa noturna cobra R$ 60,00 de consumação mínima e o cliente só consumiu R$ 35,00. O consumidor deve insistir em pagar somente aquilo que consumiu e avisar que a lei assim o protege. Mas, se não aceitarem, o consumidor pode pagar na hora os R$ 60,00, exigir nota fiscal discriminada e pedir a devolução em dobro do que pagou indevidamente (R$ 25,00 x 2= R$ 50,00). Ou seja, a vítima ainda sai lucrando…

        O Código de Defesa do Consumidor é claro: aquilo que é cobrado a mais, indevidamente, deve ser restituído ao consumidor em dobro. É lógico que esse expediente não deve ser um incentivo ao enriquecimento ilícito. Porém, deve ser usado por aqueles que são inocentes vítimas de empresários gananciosos que visam o lucro abusivo e ilegal, em detrimento dos direitos do cidadão. Ressalto também que, nesse caso, o consumidor deve pedir taxativamente para pagar apenas o que foi consumido, porque assim não poderá ser alegada uma eventual “malandragem”. Por outro lado, o dono do estabelecimento que insistir nessa prática abusiva, ignorando o apelo do cliente, estará incorrendo em má-fé e poderá ser condenado pela Justiça. Para concluir, lembro que o acesso ao Juizado Especial Cível é gratuito e sempre recomendo denunciar os infratores ao Procon, que pode multar o estabelecimento com multas que variam de R$ 210 a até R$ 3 milhões de reais. Portanto, exija os seus direitos na balada!

  3. Esse foi resposta para post do Pedrinho Capixaba no facebook, esse foi postagem:

    Alguem responde uma curiosidade em relação a Move, as pessoas estão loucas, toda vez q reforma aquele lugar o preço sobe, não acha q está muito cara já… Acho falta de respeito e consideração com os cliente. Eu tenho namorado, tenho q paga 120 reais cada vez q resolvemos ir lá. Vcs já foram nas Boates do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte entre outras. Os preço não chega nem perto desse absurdo. Isso não é pior, temos q fica horas numa fila, pessoas sem educação para atender os cliente no bar. Vamos pensar um pouco no cliente. Soube q os donos são bicheiros, já não ganha dinheiro suficiente com isso, não precisa abusar de nós gays tb. Pelos menos devia investir em atração, Desculpa desabafo mais Amannda já deu, cadê as outras cantoras, cadê bom djs. Cadê, cadê, cadê, cadê…

  4. Bom não queria falar sobre o comentário acima mas … o blog foi sitado por um dos membros do grupo da boate como autor do face pedrinho capixaba ….acho q esse tipo de acusação não deveria ser feita né …..chocolate !

  5. Mandei este e-mail para ela:

    ‘Deputada,

    Escrevo-lhe para que por meio deste evidencie meu desapreço pelo discurso homofóbico que fez em plenária da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro. Fiquei contrangido em ver declarações de expressão de ódio a uma minoria, advindas de uma mulher pública que se diz cristã e que diz amar ao próximo. Por que evidenciar de tal maneira seu ódio e mostrar-se tão intolerante e burra em seu discurso?

    Espero que procure se informar melhor sobre o assunto e reveja suas opiniões. Lembro-lhe que a sua Igreja já matou milhões em sua história por intolerância e por muito tempo acreditava que os negros não tinham alma, incentivando o genocídio de povos inteiros.

    As mãos de vocês estão sujas de sangue de milhares de homossexuais mortos todos os anos em nosso país. Saiba que a senhora é bastante responsável por isso:

    http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2011/6/homossexual_morto_com_golpes_de_machado_sera_sepultado_nesta_quarta_168250.html

    Durma em paz com sua culpa cristã.’

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s