VI Manifesto LGBT de Colatina


Acontecerá entre os dias 11 a 14 de novembro o VI MANIFESTO LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) DE COLATINA que tem como tema principal “Uma Luta Pela Igualdade”. Esperamos contar com a presença em massa do público colatinense assim como ativistas de todo o Estado do ES. Estão já confirmadas caravanas vindas de São Mateus, Linhares, Nova Venécia, São Gabriel da Palha, Vitória, Vila Velha e Serra.

O tema específico deste ano foca a luta pela igualdade de direitos de todas as pessoas que ainda vivem esta desigualdade no cotidiano. Todas as pessoas são, ou deveriam ser consideradas iguais perante a lei, está descrito no artigo 5º da Constituição Federal de 1988. Entendemos que a palavra “todas” se refere realmente a todas as pessoas, independente de seu gênero, raça, cor, idade ou orientação sexual.
Um tema importantíssimoos que abordaremos este ano será o diálogo, o respeito, a convivência e a não exclusão das familias às pessoas LGBT, em que estará presente uma representante do Grupo de Pais de Homossexuais – GPH de São Paulo, para debater este tema ainda muito questionado nas familias do ES.
Acima de tudo, evidenciaremos os direitos de todas as pessoas, independente de raça, identidade de gênero, religião, sexo, orientação sexual, enfim a liberdade de todos e todas.

A organização do evento está por conta do Grupo Orgulho Liberdade e Dignidade – GOLD e tem como parceiros e apoiadores a Prefeitura Municipal de Colatina, através das Secretarias de Assistência Social e de Saúde, Programa Municipal de DST/AIDS e Departamento Nacional de DST/AIDS e Hepatites Virais.

32 comentários sobre “VI Manifesto LGBT de Colatina

  1. Como nao posso criar um post estou colocando minha dúvida aqui neste post ( q só tem um comentário ) para nao desviar os assuntos importantes – eu achoo rsrsrs – de boate, ferveção etc. Espero pelo menos q as Autoras leiam e possam me ajudar nesta dúvida.

  2. Gostaria de colocar um assunto sério em discussão.
    Afirmam hoje que a homossexualidade não é doença – eu mesmo penso assim -, porque não escolhemos e sim NASCEMOS desta forma. Mas penso que só porque não escolhemos, não significa que não seja uma doença, afinal, se isso fosse verdade qualquer doença congênita como Síndrome de Down, autismo etc não seria considerado doença, ou alguém escolhe ser Down ?
    Minha dúvida ficou mais forte quando, retardamente, notei que o PEDÓFILO também nasce assim, ou adquire o desejo na infância da mesma forma que nós homossexuais. Ninguém escolhe ser pedófilo. Percebi isso quando vi um universitário baiano de 21 anos dizendo que sabe que é errado, luta contra o desejo, mas mesmo assim, mais dia, menos dia, sabia que não iria aguentar. Isso não se parece com nosso desejo ? Se caso ser gay fosse errado e nós também concordássemos com isso, lutariamos contra o desejo, mas seria uma questão de tempo para cometer o ato.
    Acabo concluindo que se homossexualidade não é doença, pedofilia também não é.
    A única diferença é que a pedofilia é considerada crime perante à sociedade enquanto a homossexualidade não mais. Olhei no dicionário e a palavra “homossexual” não é mais considerada doença, enquanto Pedófilo significa “ quem SOFRE de pedofilia” e pedofilia diz “ Parafilia …”
    Como não é aceito pela sociedade e é um crime, as pessoas LOGO JULGAM que é doença, assim como a homossexualidade era considerada crime, doença – era? – simplesmente por não ser aceita também pela sociedade. Definir se algo é doença ou não depende da aceitação da sociedade ?
    A homossexualidade não é considerada crime porque os 2 indivíduos que praticam o ato têm consciência de seus atos. Fazem porque querem. Já no caso da pedofilia, um deles(criança) não tem noção do que está fazendo, não tem discernimento. Entra ai a questão da inocência da criança, de ser um ser incapaz etc e, por isso, ser um crime.
    Enfim, ser homossexual é doença ou não ?
    Fiz essa indagação porque se alguem discutir isso comigo e jogar essa tese de Homossexualidade é doença porque pedofilia é, não saberia , não teria argumento algum para me defender.
    O que este incrível excelso acha ? Alguém tem alguma explicação descente ? Gostaria mto de ouvi-la e, é claro, debate-la caso achar incoerente.
    Gostaria de opiniões, explicações para que, caso houvesse a indagação, pudesse me defender e se tiver uma explicação boa, seria até um argumento a meu favor para defender os homossexuais.
    Pelo que pesquisei tbm a palavra pedofilia está errada. Olhem este link aqui quem tiver interesse de entender melhor pra não falar errado por ai e da uma de Culta com as amigans…

    http://protocolonerd.com.br/2010/08/06/como-assim-pedofilia-nao-e-crime/

    Bom, eu sou homossexual e ANDRÓFILO ( gosto de homem tchê rsrsrs )

    • Doença, ou patologia, somente pode ser assim chamada quando alguma característica, inata ou adquirida, causa algum tipo de debilitação, total ou parcial, de alguma função do organismo. E a homossexualidade, diferentemente da pedofilia, ou da Síndrome de Down, não causa nenhum tipo de deficiência em nenhuma estrutura do indivíduo.

      Portanto, neste caso, é apenas uma característica qualquer, como forma do rosto, tamanho dos membros, e etc.

      • Gostaria de saber pq a palavra “Pedofilia” é errada.

        Sendo que “pedo” e “filia” quando unidos formam o significado exato da parafilia em questão.

      • Pensei mais ou menos o seguinte:
        ” Toda doença leva a uma incapacidade fisica ou mental. Se ser homossexual fosse doença, qual seria entao minha incapacidade? Além disso, normalmente, doença é tratada ou previnida com algum remédio, caso contrário, acarreta o agravamento, evolução da doença sendo ela física ou mental. Considerando a homossexualidade uma doença psicológica- fisica que nao é – significaria que minha homossexualidade se agravou, a ” doença” evoluiu e agora sou 2x mais gay do q antes e daqui 10 anos serei 5x mais gay do q hoje ?? A única coisa q ela agride é uma convenção social…

        Mas entao pedofilia nao é doença. Nao causa incapacidade, debilitação alguma no indivíduo.

        Terei q sair maXXX, depois leio a resposta. Fuis

        Obs.: A senhora le rapido ein rsrsrs

        • A pedofilia é sim considerada uma doença. Vou te explicar o porquê.

          Diferentemente da espécie humana, em alguns animais, como por exemplo algumas salamandras, existe o hábito natural da cópula entre animais adultos com animais ainda imaturos sexualmente, pois esses animais adquirem características de adulto ANTES do tempo normal. É a chamada “pedomorfose”.

          Nesse caso, alguns animais, mesmo jovens, mas já maduros sexualmente, tornam-se capazes de gerar descendentes férteis antes da sua idade adulta, e copulam com os indivíduos adultos.

          No caso da espécie humana o hábito de aversão ao sexo com menores de idade na verdade não é exatamente com “menores de idade”, é com indivíduos ainda não maduros sexualmente, pois na nossa espécie não existe pedogênese (geração de prole por indivíduos jovens) e não é “natural” esse tipo de cópula. Ou seja, não é a idade de 13, 15 ou 17 que vai determinar se é abuso ou não, é a situação da maturidade sexual do jovem e, é claro, a sua vontade de fazer sexo, afinal, estupro é estupro com 10 ou 50 anos.

          Isso configura o título de desequilibrado ao pedófilo, afinal, ele não deveria se sentir atraído sexualmente por um indivíduo que ainda não produz hormônios sexuais.

          Mas aí vocÊ poderia me dizer que no caso dos gays também é doentio pq não gera descendentes, e eu digo que não, pois mesmo que a atração sexual seja por um indivíduo que não vai gerar descendentes, os instintos apenas são capazes de perceber a maturidade sexual, não a viabilidade de gerar descendentes. Afinal, se fosse assim, todos perceberíamos quando uma mulher não pode ter filhos ou um homem fosse infértil, nossos instintos nos diriam nos dando a mesma reação que nos dá quando estamos diante da possibilidade de fazer sexo com uma criança: “Aversão”.

          E não é isso que acontece, as pessoas inférteis geralmente só descobrem que o são quando tentam ter filhos e vêem que não conseguem.

          Ou seja, não existe a possibilidade de comparar os dois comportamentos, pois um deles é anti-natural e o outro apenas INCOMUM. Um deles causa desequilíbrio do desenvolvimento natural do outro indivíduo, e o outro não causa males, no máximo frearia levemente o desenvolvimento demográfico, mas nada que não seja bom na situação atual alarmante.

          Ai, acho que falei um monte! hahahah

          • Isso faz sentido, mas se você reparar no mundo animal, os bonobos e os golfinhos, por exemplo, praticam sexo habitualmente com todos os membros do bando, sendo adultos, jovens, idosos, machos ou fêmeas.. para eles fazer sexo é como ”bom dia”… Assim também, vemos nesses animais, como também em outros, os progenitores e as crias também tendo relações sexuais.

            Agora, o que temos que pensar que somos criaturas que evoluimos juntamente com o autruismo e valores sociais. Sendo assim, a pedofilia seria enquadrada como um desrespeito aos valores humanos, sendo definitivamente um ato deplorável e merecedor de severas punições jurídicas, uma vez que a criança não esta sexualmente, e principalmente, psicologicamente preparada para esse tipo de relação.
            Uma criança tente a procurar instintivamente proteção no adulto, como na maioria das espécies que possuem cuidados parentais, sendo de extrema COVARDIA se aproveitar dos mais inocentes, os quais não possuem as proprias opiniões e nem consciencia do que é o mundo ao seu redor. A pedofilia, portanto, esta certamente em confronto com a evolução dos valores humanos.

          • Verdade, cat, ótima comparação.

            E não entra só em confronto com os valores humanos como também causa sérios danos ao desenvolvimento social do indivíduo, uma vez que o sexo na nossa espécie também determina as dinâmicas sociais.

          • “pois na nossa espécie não existe pedogênese (geração de prole por indivíduos jovens)”

            Vc diz bebês né, pq já fi reportagem de criança de 9 anos grávida… rsrsrsrs

          • Eu escrevi indivíduos jovens querendo dizer imaturos sexuais, como é o caso de alguns grupos de asquelmintos. Uma vez que a procura por sexo em humanos é diretamente ligada à produção de hormônios sexuais.

            E esses casos bizarros de maturidade sexual adiantada não podem ser levados em consideração para explicar uma situação dessas, né? quantas meninas de nove anos grávida você conhece e quantos casos de pedofilia você já viu? Nem tem lógica pautar. Além disso, não vamos falar de menarcas “acidentais”, são vários os casos em que há sangramento em meninas super jovens, mas não há ainda ovulação.

    • O homossexualismo tb foi considerado uma doença…

      E assim…………..a pedofilia creio que seja algo novo….bem novo…Isso surge da percepção da criança, da infância….

      como o homossexualismo tb…é algo bem novo…surge com a extinção do sodomita…deixa de ser algo pecaminoso e vira algo doentio.

  3. Definir se algo é doença ou não depende da aceitação da sociedade ?

    Depende de várias coisas…..INHAEEEEEEEEEEE…

    Vc tem que saber que as coisas não são doenças para sempre, as doenãs são meio que inventadas, analisadas, descobertas…perdem validade, mudam….

    dependendo do contexto…

    • Por exemplo….

      se eu falar para vcs que as crianças “não existiam” na idade média ocidental, vcs acreditariam????

      Pois é, elas “não existiam” pelo menos não como nós concebemos hoje em dia….

      Segundo Philipe Ariès, historiador francês que estuda as mentalidades coletivas, ele fala que na idade média a infância não era percebida….havia muitas criançãs e muitas mortes, as mulheres ficavam grávidas muitas vezes…..80% das crianças não passavam dos 4 anos…..então elas não eram cuidadas ou vistas…

      o infanticídio era algo moralmente aceito…

      as crianças, nessa época, eram vistas como pequenos adultos.

      Os casamentos entre as dinastias eram feitas já na infância, casamento nessa época era contrato. ( às vezes até hoje…)

      e fala com o infância foi sendo percebida a partir da queda do antigo sistema (feudal)…

      o livro é bom…..

      temos a mania de achar que tudo sempre foi como hoje….

      • E, por exemplo, isso é muito cultural tb……….

        vc vai num país islâmico ou hindu…..

        as meninas se casam novíssimas…..

          • Mas foi exatamente por isso que disse que pedofilia não se refere a atração por “menores de idade” na concepção judicial da coisa, mas sim atração por indivíduos ainda não maduros sexualmente.

          • Eles faziam isso por interesses políticos e socias, sem que a criança soubesse explicar o porque estava se sujeitando a isso, pois, como falei antes, é natural em nossa espécie que as crianças confiem nos adultos, pois para elas são os que lhe darão proteção.
            Ainda bem que tendemos a evoluir, e justamente por isso já há os que defendem que atualmente desfrutamos os prazeres do tecnógeno, fazendo-se assim de passado o holoceno diante o tempo geológico da Terra.

          • Até pq, repetindo o que disse o “out”, não existia “criança”, elas eram como “mini-adultos”. Isso era observável até mesmo pelas roupas e pelo comportamento.

            O foda disso tudo é que há novamente esse desenvolvimento precoce do comportamento da criança, principalmente devido à mídia, mas com os valores modernos do que é infância. E aí a gente esbarra num conflito e que é muitas vezes usado como argumento por defensores da pedofilia:

            “Como ela pode ser considerada uma criança, mas se veste, maquia e se porta como uma mulher adulta?”

  4. Mas a grande sacada da modernidade é que as crianças da época eram tratadas como adultos e queriam ter infância. E hoje são tratadas como crianças, mas são influenciadas pela mídia a agir como adultos.

    E aí temos o problema.

    • O mais engraçado é que o aborto, numa sociedade burguesa que “protege” e vigia as crianças……o aborto está começando a ser “aceito”…..

      o que não deia de ser um tipo de infanticídio….

      é curioso isso.

  5. Tá ok, enfim

    Se pedofilia é uma doença como se trata algo q está relacionado ao desejo?
    Acho meio impossível isso.

    Penso q seria a mesma coisa se quisessem tratar o homossexual com remédios ou terapia para diminuir/eliminar seu desejo sexual pelo mesmo sexo ou mesmo dar remédio, terapia para heterossexuais diminuirem seus desejos sexuais pelo sexo oposto

    • É com esses mesmos remédios que você fala, pq não há “cura” para desejo sexual. E os inibidores de libido não agem num sexo específico, agem eliminando praticamente toda a libido do indivíduo.

      Não são usados em homossexuais por questões óbvias de ética e daqueles textos enormes que a gente escreveu acima sobre o comportamento ser danoso ou não para a sociedade.

      • ENtão Toda pessoa que nasce pedófilo está fadada à prisão, ao crime ? Estariamos retomando o Determinismo de Marx ou o Determinismo antropológico, biológico, genético.

        Complicado isso ein…

        Se a ciência nao tem competência para curar algo do tipo, essas pessoas nao deveriam ser condenadas à prisão e sim internadas. Sei lá, qualquer lugar menos a prisão, afinal, nao sao criminosos e sim DOENTES.
        Quem é criminoso é porque escolheu fazer determinaod ato
        QUem é doente como eles nao tem nem escolha, é questão de tempo para cometer tal atrocidade.
        Enfim, o lugar deles nao deveria ser a cadeia.

        • Tá fadada não, porque são vários níveis de “pedofilia”. A partir do momento que ele é incapaz de controlar seus impulsos, ele busca ajuda e faz o tratamento hormonal a fim de evitar as tentações.

Deixe uma resposta para Out Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s