Subversividatchy


Marrocos ganha clandestinamente sua primeira revista gay

Vim só pra glamourizar

ADOREI essa notícia!

Toda essa clandestinidade, autores escodidênhos detrás de pseudônimos, charges provocativas… sentem um cheirinho da Poesia Marginal da época da ditadura?

Se eu fosse o dono dessa revista, a louca eu faria passando de helicuóptero na baía de Tânger jogando fotos de homem pelado na cabeça dos vinhádo tudo!

Num dou dois meses pro rei fazer a Rainha Vermelha e mandar esse povo todo pra guilhotina.

Sem desmerecer a atitude vanguardista, claro!

4 comentários sobre “Subversividatchy

  1. oi MAX…

    tb adoro o clandestino!! o perigo…
    as vezes ….claro

    —————————————————————————————
    alguem diz algo sobre a manisfestação glbt q houve na assembléia…se deu em algunha coisa se falaram com alguem ou se so foi um grito, sei la-

    nos jornais n vi nada!

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s