Sei não, hein, Chris…


Todos já devem saber que a louca Christina Aguilera está para lançar um novo cd este ano, o Bionic, que eles – os produtores dela – juram que vai ser bafônico. O empresário chegou a dizer que desse cd sairia um hit que seria o Believe (aquele hit babadeiro da Cher) desta década.Tá boua, né?!

Acontece que acabou de vazar a faixa promô que se chama “Not myself tonight”. Vamos ouvir juntinhos?

Sei que os fãs da Christina são violentíssimos, tanto ou mais que o da Uónessa, mas não boto fé não. A estratégia que eles estão usando é apostar um canto mais contido em oposição aos gritos de Hurt… Ou seja totalmente artificial. Claro, que será sucesso ainda mais depois de tocar 100 mil vezes na Jovem Pan e tal. Os remixes já devem surgir nos próximos dias nas buatchys e todas vão estar cantando e batendo seu bom cabelo ao som dessa música. Mas por mim, a Chris deveria ter se aposentado e saído com honra do show biz em vez de se sujeitar a essa pasteurização não criativa do seu trabalho. #prontofalei

12 comentários sobre “Sei não, hein, Chris…

  1. É… a musica é catchy mas realmente ela só ta fazendo isso por causa do mercado, pra ganhar mais milhoes e (tentar) vender cds e voltar às paradas… Sabemos que X-tina pode mais que isso e já passou dessa fase tb mas as vezes é preciso se vender ao mercado e admitir que é um produto dessa indústria… (nossa… a loka… fui longe agora uhauhauhauha)

  2. eu acho que qq coisa que seja lançada hj em dia , será comparado com lady gaga, christina começou pop e agora voltou oras, ela saiu um pouco do soul e tal, eu gostei, sou fã, se é igual lady gaga, não posso dizer, mas hoje em dia tem que entrar no clima neh ? fazer o q ?

  3. Acho melhor falar do trabalho depois de ouvir o cd em si, porque julgar o single carro-chefe como se fosse toda a Era Bionic da Christina é algo totalmente equivocado.
    Além do mais, para os mais desinformados, esse single não era o programado para o cd. Ela gravou recentemente, logo após Burlesque, devido a novas inspirações. Mas o Bionic em si já estava pronto bem antes de Burlesque, ou seja, pode ser um trabalho completamente diferente do som apresentado em Not Myself Tonight.
    Ela não precisa se render a modinha, se sujeitar a pausterização para produzir esse novo cd, e sim apenas produzir um single mais comercial para divulgar seu novo trabalho. Ou vcs acham que a gravadora não tem partido sobre esse tipo de decisão, uma vez que o que eles querem é sucesso pra só engordar a conta bancária deles?
    Enfim, sou fã e sei esperar pra julgar. NTM me agradou e muito, e, sinceramente, pode ser pop-eletrônico e ser o que está em alta, mas com os vocais da Christina, essa música está longe de ser algo que remete a cantoras como Lady GaGa ou Britney. Ela sabe deixar a marca dela.
    Ah, não sou violento. Tenho palavras e sei sustentar um discussão saudável, ainda mais que tenho um background da cantora para embasar meus argumentos e opiniões.

    Beijos!

  4. Franciscano, a senhora ARRASOU!
    Nunca gostei muito da Cris pq ela e a britney sempre foram mega rivais e eu amo a brit de paixão, mas passei a respeitar o trabalho dela de uns tempos pra cá…
    Ninguém comenta que Lady Gaga copiou o estilão da Kalye e os basfonds da Cher e ela esta ai… quer dizer que só se pode copiar o que já passou??? se bem que a Kalye ainda ta ai neh… ENFIM…
    Quero mais é ver como vai ser o novo da brit! ela sempre arrasa!
    ai gnt amo ela!

    bjos

  5. Pois é, fiquei louco mesmo. Não gosto das generalizações que fazem dos trabalhos da Christina baseados apenas nos lead singles de seus CDs. Porque, por mais que a Christina inove em seus trabalhos, ela tem contrato com uma gravadora e seus singles tem que ser comerciais. Odeio pessoas julgando ela por Dirrty, sendo que o cd Stripped é algo muito mais elaborado e instrospectivo que o lead single. O mesmo para Back To Basics, que tem músicas memoráveis como Back In The Day e Mercy On Me, e as pessoas se ateem a falar de Ain’t No Other Man.
    Ah, e a inovação que eu digo é dentro de sua própria carreira, pois mesmo Bionic seguindo a tendência da indústria pop-eletrônica atual, dentre os trabalhos da Christina, ele é único.

  6. Sempre é assim, quando Christina lançou Dirrty ela também foi suuuuper criticada falando que ela tinha se vendido, tinha se banalizado, tinha virado puta e bla bla bla. ENFIM, gente, as pessoas são livres pra fazer músicas sobre os temas que elas BEM entenderem e quiserem! As pessoas são livres (felizmente) pra fazer isso. Christina lançou Dirrty em 2002, Lady Gaga nem existia nessa época, agora que ela lança uma música na mesma linha de Dirrty em 2010 chamada “Not Myself Tonight” aí é comparada com a Gaga. Me poupe!! Gaga copiou o estilo de Björk – sou fã de Björk e esses dias me deparei com o video clipe de Paparazzi (que eu nunca fiz a mínima questão de assistir) e me deparei com o figurino, agora olha uma das performances mais famosas da Björk: http://www.youtube.com/watch?v=tvoEZXop4zM Ninguém compara Lady Gaga com ninguém né? Gaga simplesmente copiou Björk, essa sim, que sempre inovou nos figurinos e maquiagem. Gaga hoje é uma deusa entre as bees mas pra mim num passa de uma mulher normal que pra ganhar atenção usou de figurinos inusitados (e/ou copiados) e muitas vezes RIDÍCULOS pra chamar atenção num evento. That’s all. Apesar de ela ser uma grande compositora, off course. Mas agora Christina ela faz música do que ela bem entender oras bolas! Ela se vendeu em 2002 quando lançou Dirrty e agora tá se re-vendendo? HAHA. Anyway, Stripped é um album extremamente versátil e muito mais profundo do que Dirrty, seu carro-chefe. Beijão.

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s