Um bom Carão é tudo!


Acredite na beleza!

Acredite na beleza!

Tem algo mais chato do que festinha de criança? Sim. Uma festinha de criança com tema de baile funk! Com uma família  excêntrica, nem questiono muito a temática de nada. Depois que um amigo bêbado, dublou a Rihanna em um aniversario meu e minha mãe arrumou um vestido para ele…Espero qualquer coisa dessa gente!  Voltando dessa festinha peguei um ônibus para casa. Estava concentrado a não ouvir os gritos do pastor que pregava no coletivo em movimento, e contava mentalmente quantas vezes ele falava que o homossexualismo era um pecado (foram 6x), quando pela porta entra duas pintosas.  O meu primeiro pensamento foi: Agora fudeu! Esse pastor vai falar até o meu ponto. Como estava atrás da roleta, fiquei observando a entrada das duas bonitas, e digo que a produção era bem popular, mas, com um certo charme suburbano.Ao chegarem na roleta, um cara que estava nos bancos da frente deu um tapa na bunda da mais novinha.Muito envergonhado ele continuou a andar e tentar passar a roleta, sem muito sucesso, já que o escroto levantou e foi atrás dele dando outro tapa. Com uma cara séria, pediu para que o babaca parasse, e como resposta teve um sonoro -“Parar o que se eu sei que você gosta!”. Eu já  puto com a situação, me preparado para entrar na briga com todo meu conhecimento de luta de reprises de Karate Kid na  Sessão da Tarde. Acha que precisou?  A gata olhou para o babaca, e com o melhor olhar de nojo, passou a roleta com passadas de deixar a Gisele bege, e sentou no seu melhor “Nem cú, quanto mais fiança pra você!”.

Lição do dia: Nunca subestime o poder do carão de uma beesha!.

9 comentários sobre “Um bom Carão é tudo!

  1. É claro que trato aqui com humor uma coisa que muitos já viram, ouviram ou até mesmo sentiram. Senti-me envergonhado… Por todos que viam aquilo, e principalmente pelo colega que foi alvo dessa “brincadeira” cheia de preconceito e violência.Alguns riam, alguns não entenderam.Eu fiquei na minha sentindo no meu banco uma violência que nunca senti na pele,com meu sangue fervendo. Ia comentar esse episódio de maneira séria, mas, em respeito a Bill que foi de um glamour único, em uma situação que eu já tinha partido para a ignorância. Deixo aqui a minha homenagem. Bjsmeensinaessecarãogata!

  2. Vc arrasa nos posts Pedro!

    E tb já passei por isso… Ver uma pessoa sendo agredida dessa maneira pelo simples fato de ser gay!

    Bom saber que a amiga aí reagiu de maneira tão digna!

    Carão neles beeshas…

    Arrasem!

  3. realmente, revoltante uma coisa dessas. é tão revoltante quanto alguem q fala q uma mulher de roupa decotada tah pedindo pra ser estuprada. assim é o pensamento das pessoas e a falta d respeito. digna a reação da colega.

  4. Gente porca e preconceituosa vemos aos montes mas a beesha do carão foi uma diva ignorando o verme sem cair na baixaria… E o pastor-sem-nada-melhor-pra-fazer chegou a confrontá-la? O q houve depois??

  5. O pastor continuou finjindo que nada estava acontecendo.Acredito que o Deus dele é mais afim de condenar do que ajudar as pessoas…Cada acredita no q quer!

  6. Eu já passei por isso! Na Parada Gay daqui de BH!

    Eu estava com uns amigos. um deles perdeu a carteira e por fim acabei indo com ele pra delegacia enquanto os outros foram namorar!

    Na delegacia, os PMs (um lindo demais por sinal.. adorooo um pm em forma e no uniforme rsrsr.. e que mala que ele tinha.. uii) fazendo o registro e tal. O mais gato infelizmente o mais preconceituoso virou pro outro “ah, roubaram a carteira dele na parada gay. isso vai acontecer demais hje, um monte de viadinho vindo reclamar aqui”. o outro reparou que nós ficamos sem graça e apenas falou “pois é”

    mas o bonitoooo preconceituoso (que deu vontade de reclamar na ouvidoria da PM MG) continuou: “Queria ter sido escalado pra estar lá. eu adoro ver aquele monte de viado correndo iguais loucos e aqueles viadinhos vestidos de mulher dançando que nem a Kelly Key (Juro que quando ele falou isso eu fiquei pasmo com o preconceito, mas depois em casa racho os bicos de tanto rir da comparação dele). Enfim falou “o que aquele bando de viado tanto quer na Afonso Pena (Principal Av do Centro de BH, marco central e histórico da cidade, linha principal do traçado original de BH.. mas isso nao vem ao caso rsrsr!)? Acho que é para aparecer!

    Ahh… eu falei! “Todos querem se divertir e acima de tudo, mostrar a uma sociedade preconceituosa que todos somos iguais”

    e ele

    “eu sei somos iguais. mas é cômico ver viadinhos vestidos de mulher”

    e eu “cômico porque não é um filho seu! se fosse vc aceitaria”

    e ele falou “nãooooooooo! filho meu tem que ser macho! meu muleque tá com 5 anos e se ele quiser virar viado eu quebro a cara dele e levo no puteiro pra tomar um banho de buceta”

    Eu fiquei horrorizado e falei pra ele

    “Que pena dele ter um pai preconceituoso! É por isso que esse mundo é continua como está! pessoas que acham engraçadas e que não entendem que certas coisas não se escolhe, como acabou de dizer”

    e olhei pra ele com a cara da Paola Bracho em A Usurpadora qdo la queria fazer cara de deboche.

    Ele.. ficou calado e tratou de fazer o boletim de ocorrência!

    O amigo dele, ficou olhando e deve ter pensado “quem fala o que não deve ouve o que não quer”

    hahahahaha! apesar de tudo! adorei ter falado isso com um PM!

    Qdo ele olhou pra nós, eu falei!

    Ahhhhhhhh meu filho.. o

Comenta, beesha!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s